175 Photos - Aug 20, 2008
Photo: Bruno Steinbach. "A mulher e o quadro". Óleo/tela, 90x120 cm, 1990, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Leonardo Fontes Silva, João Pessoa, Paraíba, Brasil.

Há 41 anos eu pintei um pescador, imitando Portinari e Di Cavalcanti. Ficou tão mal feito que comecei a tentar melhorar a mão em outras pinturas. Aí fui tentando, tentando... E até hoje estou tentando.
Nesse álbum você poderá ver algumas obras que fiz nessa longa estrada.

Aqui estão pinturas, retratos e gravuras de 1974 a 2015. Muita coisa se perdeu do que foi produzido nesses 41 anos de atividade artística. Algumas obras interessantes não foram encontradas. Mas, apesar de resumido, o nosso catálogo atinge o objetivo de montar um mosaico com os diversos caminhos que trilhei, sem medo de errar, nesse fascinante redemoinho de formas, cores e conceitos que é o mundo da pintura. Sempre busquei o aperfeiçoamento técnico, a excelência, como meio de transmitir de forma simples, honesta e duradoura aquilo que realmente importa na vida - a emoção, o amor. Fiel a minha própria “verdade”, nunca me preocupei com a crítica nem com tendências estéticas da hora, com suas elucubrações inócuas e abstratas, seguidas de polêmicas discussões que se prolongam até o inferno esfriar.
Refugiei-me em minha caverna, longe desses quixotescos e às vezes dantescos revolucionários e de seus discursos; Troquei a conversa fiada pela atitude, o verbo pela imagem. Para mim, uma boa pintura é uma janela lúdica que te suga através do frio muro da realidade e te eleva para a terra do nunca. Um portal por onde podemos passar e levar os nossos sonhos para passear... Nada aquém nem além.
Quando pinto a natureza, sempre pinto paisagens que se pareçam com pinturas, não pinturas parecidas com paisagens.
Arte não é mercadoria de prateleira; arte é um alimento para a alma!
A internet possibilitou-me a estreia no mundo virtual como um artista sonhador e solitário na sua arte, soltando "esse grito que é a revelação desse infinito que trago encarcerado em minh'alma"... Sim, estou muito feliz por saber que o que pinto e escrevo está sendo visto por pessoas do mundo inteiro. Satisfeito pelo êxito dessa jornada, chegando até o centro do objetivo de toda essa trajetória: o seu coração! E isso me estimula e me impulsiona para o alto, acima do muro erguido pelo mesquinho estabelishement e pelos seus hipócritas servos, transgredindo suas normas de invisibilidade mas me mantendo com os pés no chão. A isso eu chamo de crescimento, de superação...

Bruno Steinbach. "A mulher e o quadro". Óleo/tela, 90x120 cm, 1990, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Leonardo Fontes Silva, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: CATÁLOGO


Há 41 anos eu pintei um pescador, imitando Portinari e Di Cavalcanti. Ficou tão mal feito que comecei a tentar melhorar a mão em outras pinturas. Aí fui tentando, tentando... E até hoje estou tentando.
Nesse álbum você poderá ver algumas obras que fiz nessa longa estrada.

Aqui estão pinturas, retratos e gravuras de 1974 a 2015. Muita coisa se perdeu do que foi produzido nesses 41 anos de atividade artística. Algumas obras interessantes não foram encontradas. Mas, apesar de resumido, o nosso catálogo atinge o objetivo de montar um mosaico com os diversos caminhos que trilhei, sem medo de errar, nesse fascinante redemoinho de formas, cores e conceitos que é o mundo da pintura. Sempre busquei o aperfeiçoamento técnico, a excelência, como meio de transmitir de forma simples, honesta e duradoura aquilo que realmente importa na vida - a emoção, o amor. Fiel a minha própria “verdade”, nunca me preocupei com a crítica nem com tendências estéticas da hora, com suas elucubrações inócuas e abstratas, seguidas de polêmicas discussões que se prolongam até o inferno esfriar.
Refugiei-me em minha caverna, longe desses quixotescos e às vezes dantescos revolucionários e de seus discursos; Troquei a conversa fiada pela atitude, o verbo pela imagem. Para mim, uma boa pintura é uma janela lúdica que te suga através do frio muro da realidade e te eleva para a terra do nunca. Um portal por onde podemos passar e levar os nossos sonhos para passear... Nada aquém nem além.
Quando pinto a natureza, sempre pinto paisagens que se pareçam com pinturas, não pinturas parecidas com paisagens.
Arte não é mercadoria de prateleira; arte é um alimento para a alma!
A internet possibilitou-me a estreia no mundo virtual como um artista sonhador e solitário na sua arte, soltando "esse grito que é a revelação desse infinito que trago encarcerado em minh'alma"... Sim, estou muito feliz por saber que o que pinto e escrevo está sendo visto por pessoas do mundo inteiro. Satisfeito pelo êxito dessa jornada, chegando até o centro do objetivo de toda essa trajetória: o seu coração! E isso me estimula e me impulsiona para o alto, acima do muro erguido pelo mesquinho estabelishement e pelos seus hipócritas servos, transgredindo suas normas de invisibilidade mas me mantendo com os pés no chão. A isso eu chamo de crescimento, de superação...Photo: Bruno Steinbach. "Pescador". (Cat. 0001). Óleo/tela, 72x60 cm, 1974, João Pessoa, Paraíba, Brasil. (Primeira pintura a óleo/tela). Coleção: Bruna e Daniel Chaves Steinbach Silva, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Horóscopo". (Cat. 0002). Óleo/tela, 60x50 cm,1976, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: José Alberto Kaplan e Márcia Steinbach Silva Kaplan, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach Slva. "Vendedor de din-din". Óleo/tela, 60 x 40 cm, 1977. João Pessoa, Paraíba.
Coleção: Maurílio de Almeida, acervo do Laboratório Maurílio de Almeida, João Pessoa, Paraíba, lagoa/centro.
Vendido inicialmente ao amigo já falecido Maurílio de Almeida, em 1977, hoje essa obra permanece intacta, 38 anos depois. Continua no mesmo local, adornando o refeitório pós coletas para exames da sede do laboratório, na Lagoa, sob os cuidados de Fábio Rocha, seu novo tutor. Meus agradecimentos para ambos - pai e filho, que sempre apoiaram meus projetos.
A pintura foi inspirada em um menino que vendia "din-din", na praia do Bessa, sob um sol escaldante nas manhãs de domingo. O seu grito de guerra para vender o produto gelado era quase um pedido de socorro... "Que meu grito seja a revelação desse infinito que trago encarcerado em minh'alma".
Hoje fui tirar sangue no Laboratório Maurílio de Almeida, seguindo os procedimentos para a iodoterapia do próximo dia 18, na Diagson. Após a agulhada, me ofereceram um desjejum. Foi a primeira coisa que vi na sala, o vendedor de din-din! Isso me remeteu ao passado, 38 anos de volta no tempo...
Levei a pintura para a parte externa do prédio e fiz a foto, que incluo agora no catálogo.Photo: Bruno Steinbach. "Mulheres na Praia". (Cat. 0003). Óleo/tela, 122 x 175 cm, 1981, (pintado a quatro mãos com Dal Henriques), Bessa, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo: Banco do Brasil, Varadouro, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "João Burro" . (Cat. 0004). Óleo/tela, 110x65 cm, 1980, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Garibaldi Dantas Filho, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach."Sem Título". (Cat. 0005). Óleo/tela, 68 x 58 cm, 1980. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Coleção: Coronel José (Benélia) Guilherme da Silva, Recife, Pernambuco, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". Óleo/tela, 60x70 cm, 1981, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Garibaldi Dantas Filho, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Um dia desses reencontrei um amigo antigo, um dos meus primeiros colecionadores.
Em 1984 ele me encomendou esse painel para uma linda mansão que estava concluindo em Natal - RN, fazendo questão de pagar o que eu pedisse, pois eu estava sem saber cobrar do amigo. Brincando, cobrei um preço lá nas alturas; ele topou na hora! Passei um ano sem problemas com dinheiro.
Hoje a pintura está sob o cuidado de outras mãos, mas, para mim, será sempre o seu quadro, que ele com a sua generosidade me encomendou em um período difícil da minha vida, em começo de carreira (1984).
A pintura é essa aí. O amigo é Sérgio Queiroz

Bruno Steinbach. "Sem Título". Óleo/tela, 122 x 224 cm, 1984, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Painel encomendado pelo amigo Sérgio Queiroz para sua linda residência, em Natal -RN.
Hoje está na coleção de Lavanério Júnior, João Pessoa-Pb.

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://parahybavista.blogspot.com.br/
http://brunosteinbachjoaoemaria.blogspot.com/
https://www.facebook.com/brunosteinbachsilva
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
https://www.facebook.com/atelierbrunosteinbach
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Sem Título". Óleo/tela, 68x60 cm, 1984, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Walkíria Forte, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 68x60 cm, 1984, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Walkíria Forte, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". Serigrafia/papel cançon, 76x56 cm, 1985, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleçao: Rosanna Chaves, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Autoretrato com mulheres". Óleo/tela, 195 x 120 cm, 1985, Bessa, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Dunas". Bruno Steinbach. Óleo / Tela, 60 x 68cm, 1984, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: BRUNO STEINBACH. "Amantes na cor - A música do amor, opus I" (Bruno Steinbach e Glória Vasconcelos, in memoriam).
Óleo/tela, 124 X 92 cm, 1986. Paraíba, Brasil
Coleção: Adilia Maria Duarte de Souza e José Leopoldo de Souza. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Beijo". Óleo/tela, 122,5 x 80 cm. 1986. João Pessoa, Paraíba. Brasil. Coleção: Diogo Maia. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Pintura nº 2 de um painel com 3 (tríptico). As outras duas se perderam no tempo...Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". Serigrafia/papel cançon, 48x66 cm, 1987, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Rosanna Chaves, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Retrato de Lala"( Alaíde Maria Fernandes Fonsêca )Óleo / papel cançon, 66 x 48 cm, 1987, Camboinha , Cabedelo, Paraíba, Brasil. Acervo do Artista.Photo: "Veneziana Lúdica"Photo: Bruno Steinbach. "Verso". Óleo x tela, 80 x 60 cm, 1988, Barra de Maxaranguape, Rio grande do Norte, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Anita, Anita, Anita..." Óleo/tela, 120x90 cm, 1989, Fazenda Sonho Meu, Cubatí, Paraíba, Brasil. Coleção: Roberto Lyra de Brito, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Auto-retrato" . Óleo/tela, 122x89 cm, 1989, Fazenda Sonho Meu, Cubatí, Paraíba, Brasil. Coleção: Guga Fontes Silva, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Manga Rosa". Óleo/tela, 40x50 cm, 1989, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Walkíria Forte, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Mulher Deitada". Óleo/tela, 90 x 150 cm, 1989, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Márcia e Kaplan". Bruno Steinbach. Óleo/tela, 87x108 cm, 1989, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Márcia Steinbach Silva Kaplan, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Palhaço". Óleo/tela, 80 x 60 cm, 1990, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Rosanna ChavesPhoto: Bruno Steinbach. "A mulher e o quadro". Óleo/tela, 90x120 cm, 1990, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Coleção: Leonardo Fontes Silva, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "AURORA".
Óleo sobre tela, 120 x 90 cm, Presídio do Róger, Parahyba, Brasil.
Coleção particular.
Aurora foi pintada no cárcere, em 1989; tempos difíceis, mas de muita esperança.
Livre, hoje Aurora percorre o mundo...

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
https://www.facebook.com/parahybavista/
https://twitter.com/bruno_steinbach

GALERIA VIRTUAL
http://bruno-steinbach.mercadoshops.com.br/

mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Bunda". Acrílica/tela, 50 x 70 cm, 1995, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Rosanna Chaves.Photo: Bruno Steinbach. "Morpho Rethenor ou a Bala Perdida". Óleo/tela, 85x109 cm, 1992, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Maria Celeste Miranda, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Frenesi".
Acrílica/tela, 70 x 80 cm, agosto de 1992, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Coleção: Ricardo Valadares. Recife, Pernambuco, Brasil.

Bruno Steinbach. "Frenesi".
Acrylic / canvas, 70 x 80 cm, August 1992, the Presidio Róger, Joao Pessoa, Paraiba, Brazil.
Collection: Ricardo Valadares. Recife, Pernambuco, Brazil.Photo: Bruno Steinbach Silva. "Amante mãe".
Da série Nômades Amantes do Tempo. Acrílica/tela, 71 x 90 cm, Presídio do Róger, maio de 1994. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Corpo, vida!"Acrílica/tela, 99x69 cm, 1994, Presídio do Róger, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Márcia Steinbach Silva Kaplan, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "As Frutas de Domingo e Uma Lembrancinha do Meu Amor". Acrílica/tela, 50x70 cm, 1997, Mossoró, Rio grande do Norte, Brasil. Coleção: Gervásio Maia, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Areia Vermelha". Acrílica/tela, 144x159 cm, 1996, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Absalão Marques da Fonsêca Filho, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Jesus Cristo". Acrílica/tela, 70 x 50 cm, 1995, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Anjos Caídos". Acrílica/tecido preparado (estandarte), 100 x 140 cm, 1995, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Nômades Amantes do Tempo I". Acrílica / Duratex, 136,5 x 121,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "A Obsessiva Saudade de Hariel". Acrílica/duratex, 136,5x121,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Bruna Chaves Steinbach Silva. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Aladiah beija Hariel - Estágio Azul ". Acrílica/duratex, 122,5x136,5 cm, 1997, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Absalão Marques da Fonsêca Filho, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Aladiah beija Hariel - Estágio das Chamas". Acrílica/duratex, 122,5x136,5 cm, 1997, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil.
Coleção: Patrícia Calzerra da Fonseca, Recife, Pernambuco, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Aladiah Beija Hariel - Estágio Esmeralda". Acrílica/duratex, 122,5x136,5 cm, 1997, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Absalão Marques da Fonsêca Filho, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Transcendência dos Sentidos - Estágio Alfa". Acrílica/cartão, 95 x 75 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Acervo do Artista.Photo: Bruno Steinbach. "O Beijo Gitano - O Sonho de Aladiah" .Acrílica/cartão, 75 x 95 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Da série "Nômades Amantes do Tempo. Acervo do Artista.Photo: Bruno steinbach. "Transcendência dos Sentidos - o Céu de Aladiah". Acrílica/cartão, 95 x 75 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil.Da série "Nômades Amantes do Tempo. Acervo do Artista."A vida sorri quando anjos caídos se encontram e se fundem em um abraço de amor, como um coquetel de estrelas derretidas..."Bruno Steinbach. "Transcendence of the Senses - Aladiah in the Heaven." Acrylic / board, 95 x 75 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brazil.From the series "Nomads of Time Lovers. Collection of the Artist."Life is wonderful when fallen angels meet and merging into a loving embrace as a cocktail of melted stars ..."Veja o vídeo:Watch the video:https://www.facebook.com/video/video.php?v=263374563690711&commentshttp://www.youtube.com/watch?v=gFaU2DQbku4web site:http://www.brunosteinbach.blogspot.com/http://brunosteinbach.wordpress.com/http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/Contato:Contact:mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Desejo". Acrílica/tela, 100x130 cm, 1995, Mossoró, Rio grande do Norte, Brasil. Coleção: Suzete Forte, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "O Beijo dos Amantes".Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "O Encontro Sensual". Acrílica/cartão, 95 x 75 cm, 1998, da série "Nômades Amantes do Tempo". Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil.
Coleção: Márcia Steinbach Silva Kaplan. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Veja a série "Nômades Amantes do Tempo":
https://picasaweb.google.com/101520420212157489852/NomadesAmantesDoTempo?authuser=0&feat=directlinkPhoto: Bruno Steinbach. "Devaneio I". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Devaneio II". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Devaneio III". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Devaneio IV". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Rosanna Chaves.Photo: Bruno Steinbach. "Os Beduínos". Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Isaura Amélia Rosado Maia.Photo: Bruno Steinbach. "Metamorfose". Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção: Isaura Amélia Rosado Maia.Photo: Bruno Steinbach. "A Tenda dos Nômades".Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Paixão Angelical". Óleo/duratex, 91 x 121,5 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "O Sexo dos Anjos". Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "A Gruta". Acrílica/duratex, 136,5 x 121,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Hariel e Aladiah - O Repouso". Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "A Viagem nas Asas do Tempo". Acrílica/duratex, 121,5 x 136,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Nômades Amantes do Tempo". Bruno Steinbach. Infogravura, 42 x 29,7 cm, 2007. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "O Beijo Gitano - Imagem Molecular". Acrílica/cartão, 75 x 95 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Dominações". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Nú".Óleo/duratex, 91 x 61 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Estudo em Azul". Óleo/duratex, 61 x 91 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Prelúdio em Azul". Óleo/duratex, 122,5 x 91 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Energia Divina". Óleo/duratex, 91 x 61 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Corpos Ardentes". Óleo/duratex, 91 x 61 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Explosão no Crepúsculo". Óleo/duratex, 91 x 61 cm, 1999, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Nômades Amantes do Tempo II". Acrílica/duratex, 136,5 x 121,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach. "Transmigração". 
Óleo/duratex, 122,5x91 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. 
Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Hariel e Aladiah - Fusão Molecular". Acrílica/duratex, 136,5 x 121,5 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil. Coleção Particular.Photo: “Nômades Amantes do Tempo - Hariel e Aladiah“. 
Óleo / tela, 122,5 x 91 cm, 1998, Mossoró, Rio Grande do Norte. 
Coleção: Claurênia Henrique, João Pessoa - Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Beijo Cósmico". Óleo/tela, 130x161 cm, 1999, Santa Rita, Paraíba, Brasil.Coleção: Maurício Montenegro, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Beijo Cósmico". Óleo/tela, 130x161 cm, 1999, Santa Rita, Paraíba, Brasil.Coleção: Maurício Montenegro, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Encontro"
Óleo / tela, 100 x 120 cm. Código 018/00.
Outubro de 2000, Camboinha, Cabedelo, Brasil.
Coleção: Josué (Fátima) Guedes.
João Pessoa, Paraíba, Brasil.

Veja o Catálogo completo:
https://plus.google.com/photos/+BrunoSteinbachSilva/albums/5236676210461966289

Contato:
brunosteinbachsilva@gmail.com
(83) 986609282 OI / 999518663 TIM

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.artmajeur.com/brunosteinbach/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/Photo: Sem título
Óleo s tela, 100 x 80 cm, 6 de setembro de 2000. Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. 
Coleção: Maria Cláudia Gatto Cardia.

Mais uma obra resgatada para o nosso catálogo.
Desta feita, uma pintura que fiz de presente de aniversário ao casal Golinha e Maria Cláudia Gatto Cardia, pintada "ao vivo", durante a festa na casa de Jorge e Cecilia Miranda, em 6 de setembro de 2000, na praia de camboinha, Cabedelo, Brasil.

Clica no link para ver o oferecimento no verso da pintura:
http://1.bp.blogspot.com/--vjy4h3Axss/U3NUQfLbe-I/AAAAAAAAU3s/ONYCl1Eyq4w/s1600/IMG_0681.JPGPhoto: Bruno Steinbach. " Abraço, opus I". Óleo/duratex, 117x89 cm, 2000, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. Coleção do Artista, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "A Serenata Azul". Óleo/tela, 130x160 cm, 2001, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. 
Coleção: Marcos Antonio B. Fonseca, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Crepúsculo em Areia Vermelha". Óleo/tela, 120x100 cm, 2001, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. Coleção: Luciano Bernardo, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 80x60 cm, 2001, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. Coleção Particular.Photo: Bruno Steinbach. "Noturno". Óleo/tela, 120x100 cm, 2002, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Abelardo Jurema Filho, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". Óleo /tela, 140x190 cm, 2000, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. Coleção: Lourdinha Freitas, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Opus 11". Bruno Steinbach. Infogravura, 42 x 29,7 cm, 2007. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Experimento Afetivo" . Óleo/tela, 120x100 cm, 2003, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Dra. Joseni Medeiros, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. " Abraço, opus II". Óleo/duratex, 117x89 cm, 2000, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. 
Coleção do Artista, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Abraço, opus II" . Óleo/tela, 100 x 80 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: José Caitano de Oliveira, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Lala" . Óleo/tela, 100x80 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo do Artista, João Pessoa-PbPhoto: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 100x80 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Glauber Jorge Lessa Feitosa, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". Óleo/tela, 100x120 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Socorro Falcão..Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 80x100 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo da Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach."Sem Título" . Óleo/tela, 100x80 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Dr. Antônio de Aracoelli Ramalho., João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 100x80 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Tarcísio Dantas, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título" . Óleo/tela, 120x100 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo do Artista, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Abraço no meu amor!" . Serigrafia/papel cançon, 58,5x40 cm, 2004, João Pessoa, Paraíba, Brasil.( Edição:50 cópias).Photo: Bruno Steinbach. "PHOENIX, opus I".
Óleo/tela, 50 x 70 cm, 2005, Parahyba, Brasil.
Coleção Marcelo Steinbach Silva (in memoriam).
Rebatizado para "ASA BRANCA, opus I", a pedido do seu novo tutor, Klécius Leite Fernandes.
Acervo: Klécius Leite Fernandes. 
Paraíba, Brasil.

PROJETO EM ANDAMENTO:
PARAHYBAVISTA - AGONIA E ÊXTASE!
(PINTURAS E GRAVURAS DA PARAÍBA -2ª FASE).
ETAPA DE PRÉ-PRODUÇÃO/PREPARAÇÃO: CAPTAÇÃO DE RECURSOS.
Visite o blog e apoie o nosso projeto:
http://parahybavista.blogspot.com.br/

Contato:
brunosteinbachsilva@gmail.com
(83) 86609282 OI / 99518663 TIM
 http://parahybavista.blogspot.com.br/

Artist Sites:
http://parahybavista.blogspot.com.br/
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/Photo: Bruno Steinbach."Êxtase Molecular". Óleo/duratex, 91X61 cm, 1999, Mossoró-Rn. Coleção: Claurênia Henrique, João Pessoa-Pb. Catálogo 95.Photo: Bruno Steinbach. "Parahyba e Sanhauá, opus I". Óleo/tela, 100 x 120 cm. 2005.Coleção:
Série Parahybavista - Agonia e Êxtase.
Desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcante Maranhão. Paraíba, Brasil. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=598113913556550&set=a.109206175780662.8274.109186739115939&type=1&theaterPhoto: Bruno Steinbach. "Lampião 1". Bruno Steinbach. Infogravura, 42 x 29,7 cm, 2008. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Aparição 1". Bruno Steinbach. Infogravura, 42 x 29,7 cm, 2009. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Mulher dormindo" Óleo / tela, 100 x 120 cm, jun 2006, Brasília - DF. Coleção: Érica Chianca, Brasília - DF.

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Sem Título" Cat. 0062 Óleo / tela, 80 x 100 cm, jun 2006, Brasília - DF. 
Coleção: Erica Chianca, DF.Photo: Bruno Steinbach. "Anjo azul". Óleo/tela, 80 x 100 cm, 2007, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: José William Chianca. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Crepúsculo de um Macho".  Técnica mista, 100 x 120 x 3,5 cm, 2008, Paraíba, Brasil. Acervo do Artista.Photo: Bruno Steinbach. "Eros e Afrodite I". Bruno Steinbach. Infogravura, 42 x 29,7 cm, 2007. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pombo". 
Infogravura, 29,7 x 42 cm, 2007. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pombos". 
Infogravura, 29,7 x 42 cm, 2007. Parahyba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Beijo". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Parahyba, Brasil.  Artist Sites: http://brunosteinbach.wordpress.com/ http://www.brunosteinbach.blogspot.com/ http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/ mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Eros e Afrodite III". Bruno Steinbach. Infogravura/papel couchê, 40 x 30 cm . 2009. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "JOÃO & MARIA, estudo 5". Infogravura/papel couchê, 42 x 29,7 cm. Julho de 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Basílica de Nossa Senhora das Neves". Óleo/tela, 50x70 cm, nov 2006, João Pessoa, Paraíba, Brasil. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção Marcelo Steinbach SilvaPhoto: Bruno Steinbach."Cabo Branco, visto da Praia do Seixas". Óleo/tela, 50x70 cm, dez 2006, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Marcelo Steinbach SilvaPhoto: Bruno Steinbach. "Barra de Gramame" . Óleo / tela, 40 x 50 cm, dez 2006, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: Maria João Pires, Salvador - Bahia.Photo: Bruno Steinbach. "Carapibús". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Basílica de Nossa Senhora das Neves". Infogravura, 29,7 x 42 cm, 2007. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Balaustrada das Trincheiras". Infogravura, 29,7 x 42 cm, 2007. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pátio de São Pedro, opus I". Infogravura, 17 x 37 cm, 2007. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pátio de São Pedro, opus II". Infogravura, 17,5 x 37,3 cm, 2007. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "A Basílica de Nossa Senhora das neves e o Sanhauá". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Porto do Capim com canoa e pescadores". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Estudo para Igreja de São Frei Pedro Gonçalves". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Panorama em Tambaba". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Barra de Gramame". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm. 2008, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Praia de Jacaré, opus I". infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm. 2008, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Cabo Branco, Opus II". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Cabo Branco, Opus I". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Ponta do Cabo Branco". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009, João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Vista da Igreja de São Frei Pedro Bento Gonçalves". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2007. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Igreja de São Francisco". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Igreja de São Frei Pedro Gonçalves". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Praia Bela". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2009. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Árvore do Cariri". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Barra de Mamanguape". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Praia de Jacaré, opus II". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil. 

O Rio Paraíba, que nasce na região dos Cariris Velhos, bem no centro do Estado, chega ao litoral proporcionando belos espetáculos, e um deles é o encontro com o mar, que acontece em Cabedelo, cidade situada na área metropolitana de João Pessoa. Mas, é a praia fluvial do Jacaré que mais chama a atenção dos amantes da natureza. O pôr do sol na Praia de Jacaré é um momento dos mais deslumbrantes e poéticos que a natureza oferece. O colorido das nuvens tentando encobrir o astro-rei que se recolhe; o vermelho-púrpura dominando o horizonte, refletindo os últimos raios nas plácidas águas do rio quase mar.Photo: Bruno Steinbach. "Frutos do dia, opus I". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010, Paraíba, Brasil. Uma pausa para comer...Photo: Bruno Steinbach. "Pedra da Boca, Araruna". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pitimbú, opus I". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Pitimbú, opus II". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Praia do Seixas". Infogravura / papel couchê, 29,7 x 42 cm, 2010. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "JOÃO & MARIA, estudo para opus XXIX". 
Infogravura/esboço para painel em acrílica/tela, 180 x 240 cm. Janeiro de 2011. Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "O Visitante Passarinho". Óleo/tela, 80 x 130 cm, jan 2011, João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção: José Caitano de Oliveira. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Sem Título". 
Óleo/tela, 80x100 cm, 2001, Camboinha, Cabedelo, Paraíba, Brasil. 
Coleção: Luciano Bernardo, João Pessoa-Pb.Photo: Bruno Steinbach. "Ponta do Cabo Branco, opus III". Acrílica/tela, 140 x 250 cm, janeiro de 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo do artista.

Próximo à Praia do Seixas, ponto mais oriental das américas, localizado na cidade de João Pessoa, estado da Paraíba, nordeste do Brasil."Onde o sol nasce primeiro e os amantes se encontram".http://brunosteinbachsilva.blogspot.com/2012/01/ponta-do-cabo-branco-opus-iii.html

Bruno Steinbach. "White Cape Point, Opus III." Acrylic / canvas, 140 x 250 cm, in January 2012. Joao Pessoa, Paraiba, Brazil. Collection of the artist.Near the Seixas' Beach, the easternmost point of the Americas, located in the city of João Pessoa, Paraíba State, northeastern Brazil."Where the sun rises first and lovers meet."http://brunosteinbachsilva.blogspot.com/2012/01/ponta-do-cabo-branco-opus-iii.htmlPhoto: Bruno Steinbach. "Medusa, a musa do mal".
Infogravura/estudo para pintura em acrílica/tela.
31 de agosto de 2016, Parahyba, BrasilPhoto: Bruno Steinbach. "Ponta do Cabo Branco, opus IV". Acrílica/tela, 144 x 270 cm, abril de 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Acervo: SESC PARAÍBA (Centro de Turismo e Lazer do Sesc Paraíba, av. Cabo Branco, João Pessoa, Paraíba, Brasil).Próximo à Praia do Seixas, ponto mais oriental das Américas, localizado na cidade de João Pessoa, estado da Paraíba, nordeste do Brasil.
"Onde ainda o sol nasce primeiro e os amantes se encontram".

Bruno Steinbach. "White Cape Point, Opus IV." Acrylic / canvas, 144 x 270 cm, in April 2012. João Pessoa, Paraiba, Brazil. Collection: SESC Paraíba (Centre for Tourism and Leisure SESC Paraíba, Av. Cabo Branco, Joao Pessoa, Paraiba, Brazil).Near the Seixas' Beach, the easternmost point of the Americas, located in the city of João Pessoa, Paraíba State, northeastern Brazil."Where the sun rises first and lovers meet."Artist Sites:http://brunosteinbach.wordpress.com/http://www.brunosteinbach.blogspot.com/http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/Photo: Bruno Steinbach. "Gaivotas, opus I".
Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil.

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Gaivotas, opus I". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Artist Sites: http://brunosteinbach.wordpress.com/ http://www.brunosteinbach.blogspot.com/ http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/ mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Gaivotas, opus II". Infogravura / papel couchê, 42 x 29,7 cm, 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Artist Sites: http://brunosteinbach.wordpress.com/ http://www.brunosteinbach.blogspot.com/ http://www.facebook.com/brunosteinbachgalery/ mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach ."Cabo Branco, opusV". 
Infogravura / papel sulfite,  29,7 x 42 cm, ago 2012. Paraíba, Brasil.
Referência: IP/027Photo: Bruno Steinbach. "Trupizupe, o herói do sertão, opus I".
Infogravura/papel sulfite 180 gr, 29,7 x 42 cm, 2012. Paraíba, Brasil. http://parahybavista.blogspot.com.br/Photo: Bruno Steinbach. "Boi Sol, opus I - A geopolítica da fome". Infogravura / papel sulfite 180 gr, 29,7 x 42 cm, 2012. Paraíba, Brasil. 
Do álbum "PARAHYBAVISTA". http://parahybavista.blogspot.com.br/Photo: Bruno Steinbach. "Sagarana na Pedra do Reino de Ariano Suassuna e Guimarães Rosa".
Pintura em óleo/tela, 80 x 163 cm. Dez 2012. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Coleção: Peterson Martins. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Veja a história da obra:
https://brunosteinbach.wordpress.com/2014/07/26/3242/

Transcrevo a seguir o belo texto de Klécius Leite Fernandes:

"Nesta obra, vejo arte e mais alguma coisa!
Vejo....
O flagelo da seca representado pela vaca magra! E no reflexo de suas costelas, vejo homens gordos, eloqüentes e bem parecidos, mas eles não choram, não por não ter lágrimas, mas por não possuir sentimento!
Vejo...
Apesar de tudo, a valentia do povo sertanejo representado pelo vaqueiro com seu alazão nas brenhas da catinga entre os espinhos da jurema, do xiquexique e do mandacaru... Rasgado do castigo do dia, ainda tira o chapéu em sinal de respeito, agradecendo a oferenda divina!
Vejo....
A religiosidade e a sabedoria aqui representados pela sagrada escritura e pela árvore escriturada da vida,"a Sabedoria"... e ao contrário do que todos pensam, a sabedoria é bela, feminina e verde e sempre cresce com o passar das primaveras, deixando cair seu ensinamentos no outono!
Vejo...
O folclore que representa a manutenção dos bons costumes populares como o boi Bumba, procissões... E aqui , representado pelos tropeiros nordestinos onde o Paraibano pernambucano Ariano Suassuna lidera, trazendo na mão direita a lança da justiça!
Vejo....
As bandeirolas coloridas simulando um arco-íris envolta da fogueira de São João e que representam os festejos juninos, o verdadeiro natal desse povo aguerrido!
Vejo....
A multidão,carregando as imagens de santos, cangaceiros , símbolos e velas acesas, demonstrando o sincretismo religioso unido pelo respeito às crendices individuais!
Galhos de arruda, imagens sacras, cruzes, cartas, promessas, lágrimas,devoção e choro dão um tom que os viajantes vem de diferentes pecados para um lugar que buscam, chamado salvação!...E é um caminho árduo e tortuoso e há quem ainda dobre seus joelhos, sentindo na carne aquilo que um dia foi sentido na alma!
Vejo...
Também, lá no fundo, um rio à beira de uma cidade, mesclando um centro histórico com prédios modernos arranhando o céu divino!
Vejo....
Finalmente, o artista que colocou na ponta do pincel tantos sentimento esparramados em sua obra, que não é só arte, mas inspiração divina!
Parabéns ao artista Bruno Steinbach Silva!"Photo: Bruno Steinbach. "Mulher deitada, opus II".
Pintura em acrílica/tela, 100 x 160 cm, dezembro de 2012, Parahyba, Brasil. 
Coleção: Socorro Falcão, João Pessoa, Paraíba.
http://www.pfrentacar.com.br/Photo: Bruno Steinbach. "Crepúsculo em Coremas, opus I". Infogravura/papel sulfite 180 gr, 29,7 x 42 cm, mar 2013, Coremas, Paraíba, Brasil.
Edição: 200 cópias
Referência: IP/030
R$ 150,00
PROJETO EM ANDAMENTO: PARAHYBAVISTA - URBE & ORBE! 
(PINTURAS E GRAVURAS DA PARAÍBA -2ª FASE).
EM BREVE NA GALERIA DE ARTE DO SESC CABO BRANCO, PARAHYBA, PARAÍBA, BRASIL.
ETAPA DE PRÉ-PRODUÇÃO/PREPARAÇÃO: CAPTAÇÃO DE RECURSOS.

Contato:
brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Beijo, opus II". Acrílica/tela, 80 x 100 cm. Fevereiro de 2013, Parahyba, Brasil. Coleção: Fátima Dantas, Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.Photo: Bruno Steinbach Silva, "Cabo Branco, opus VI". Acrílica/tela, 70 x 100 cm.  17 de julho de 2013. João Pessoa, Paraíba, Brasil. Coleção:  Lua Maia Pitanga. Esta é uma das obras patrocinadas que estarão na mostra PARAHYBAVISTA -AGONIA E ÊXTASE. 
Patrocínio: Lua Maia Pitanga.
http://parahybavista.blogspot.com.br/Photo: DATADA E ASSINADA, JÁ EM SUA NOVA CASA:
O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA!

O artista adia ao máximo a hora da despedida da sua cria. Ele sabe que doravante é ao mundo que pertencerá a sua querida debutante...

Bruno Steinbach. "PARAHYBAVISTA (SANHAUÁ, PORTO DO CAPIM e VARADOURO), opus I".
Painel em acrílica/tela, 120 x 194 cm. Parahyba, dezembro de 2013.
Acervo: Tribunal de Justiça da Paraíba. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Obra patrocínio PARAHYBAVISTA.
Em primeiro plano, os casebres do porto do capim. Depois, o casario antigo do varadouro. No alto, a igreja de São Frei Pedro Gonçalves. Mais à direita, ao fundo, a cidade alta e a Igreja de São Francisco.
Encomenda da amiga Fátima Bezerra para o Salão Nobre do Tribunal Pleno, anexo ao edifício do Tribunal de Justiça da Paraíba.

"Embora secularmente a culta mente tente,
é impossível ocultar da Luz a face dessa pobre gente;
um dia seu nobre silêncio, gritante ao sol poente,
certamente despertará bravamente a nossa civilização dormente."
(Bruno Steinbach)

"Mais uma obra saindo do forno. Parabéns, Bruno Steinbach Silva, por essa mágica hiper-real que você extrai dos elementos - as águas e as cores parecem jorrar da junção paradoxal. Nessa releitura em que as casas humildes parecem beber o Sanhauá - a justiça divina do artista - são as mais iluminadas e de cores mais vivas. Assim como Polibio Alves, você extrai a beleza e o lirismo dos marginalizados, levando-nos ao êxtase sinestésico apesar da exclusão social dos desfavorecidos, metonimicamente, representados por suas casas."
(Peterson Martins, Professor UEPB - Campus V. Doutorado em Estudos da Linguagem)

Meus agradecimentos pelo apoio a meu irmão Eduardo Machado e a Yara Mariz Maia, sem o qual não haveria essa pintura. Agradeço também a João Maciel, da Secretaria das Finanças, pelo seu empenho, mesmo que convalescente e à distância, se comunicando com colegas e me orientando para que eu conseguisse liberar a papelada fiscal em tempo, antes do recesso do Judiciário. Meu carinho e gratidão aos funcionários do TJ e a Valquíria Uchôa e Fátima Bezerra, respectivamente gerente de apoio operacional e Presidenta do Tribunal de Justiça da Paraíba.

Veja o álbum e acompanhe o andamento da obra:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.683365555008071.1073741832.214892648522033&type=1&l=e575e28555

PARAHYBAVISTA: A ROMARIA CONTINUA...
http://parahybavista.blogspot.com.br/

*A capital da Paraíba teve vários nomes antes da atual denominação. Primeiro foi chamada de Nossa Senhora das Neves, em 05 de agosto de 1585, em homenagem ao Santo do dia em que foi fundada. Depois foi chamada de Filipéia de Nossa Senhora das Neves, em 29 de outubro de 1585, em atenção ao rei da Espanha D. Felipe II, quando Portugal passou ao domínio Espanhol. Em seguida recebeu o nome de Frederikstadt (Frederica), em 26 de dezembro de 1634, por ocasião da sua conquista pelos holandeses, em homenagem a Sua Alteza, o Príncipe Orange, Frederico Henrique. Novamente mudou de nome, desta vez passando a chamar-se Parahyba, a 01 de fevereiro de 1654, com o retorno ao domínio português, recebendo a mesma denominação que teve a capitania, depois a província e por último o Estado. Em 04 de setembro de 1930, finalmente recebeu o nome que tem hoje...
Conhecida como a cidade onde o sol nasce primeiro, devido ao ponto mais oriental das Américas se localizar aqui, nossa velha e charmosa Parahyba se esparrama verde e lindamente entre a belíssima praia do Cabo Branco e o crepuscular rio Sanhauá, oferecendo aos habitantes uma verdadeira viagem pelo presente e pelo passado.
Esta é uma vista parcial de quem chega pelo rio Sanhauá, vendo-se em primeiro plano o "Porto do Capim" (*), onde tudo começou, seguido do Varadouro, com o centro histórico e a igreja de São Frei Pedro Gonçalves - onde havia uma cidadela, seguidos do casario corcoveando pelas ladeiras em busca da cidade alta, ao fundo.

Conheça as nossas camisetas promocionais, encomende a sua e seja mais um AMIGO DO ARTISTA, a forma mais econômica de patrocinar os nossos projetos:
http://camisetasarteambulante.blogspot.com.br/

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbachsilva.blogspot.com.br/
http://parahybavista.blogspot.com.br/
http://camisetasarteambulante.blogspot.com.br/
http://brunosteinbachjoaoemaria.blogspot.com/
http://www.artmajeur.com/brunosteinbach/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
https://www.facebook.com/atelierbrunosteinbach
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.com

* "O Porto do Varadouro, popularmente conhecido como Porto do Capim, denominação que se acredita que surgiu devido à quantidade de capim que ali desembarcava para alimentar os animais que serviam de transporte naquela época, era o porto principal da cidade de João Pessoa quando o Porto de Cabedelo ainda não existia.
Em 1920, o Presidente Epitácio Pessoa (1919-1922) mandou fazer um Porto Internacional na bacia do Sanhauá em frente ao porto original. Obra que nunca se concretizou, houve desvio de recursos e falta de estudos para sua viabilidade. Hoje ainda, existem vestígios de concreto armado fincadas as margens do Sanhauá. A partir de 1935, com a inauguração do Porto de Cabedelo, e a efetivação do transporte ferroviário de João Pessoa para Cabedelo, o porto da cidade foi sendo gradualmente desativado, gerando a decadência da área sendo com o passar dos anos ocupado por famílias carentes. Hoje o local vive o abandono, pois faltam saneamento e condições básicas de vida. O berço da cidade está em vias de ser restaurado pelo projeto da Comissão do Centro Histórico de João Pessoa."
Fonte:
http://www.centrohistoricojp.blogspot.com/Photo: DATADA E ASSINADA, JÁ EM SUA NOVA CASA:
O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA!

O artista adia ao máximo a hora da despedida da sua cria. Ele sabe que doravante é ao mundo que pertencerá a sua querida debutante...

Bruno Steinbach. "PARAHYBAVISTA (SANHAUÁ, PORTO DO CAPIM e VARADOURO), opus I". 
Painel em acrílica/tela, 120 x 194 cm. Parahyba, dezembro de 2013.
Acervo: Tribunal de Justiça da Paraíba. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Obra patrocínio PARAHYBAVISTA.
Em primeiro plano, os casebres do porto do capim. Depois, o casario antigo do varadouro. No alto, a igreja de São Frei Pedro Gonçalves. Mais à direita, ao fundo, a cidade alta e a Igreja de São Francisco.
Encomenda da amiga Fátima Bezerra para o Salão Nobre do Tribunal Pleno, anexo ao edifício do Tribunal de Justiça da Paraíba.

"Embora secularmente a culta mente tente,
é impossível ocultar da Luz a face dessa pobre gente;
um dia seu nobre silêncio, gritante ao sol poente, 
certamente despertará bravamente a nossa civilização dormente."
(Bruno Steinbach)

"Mais uma obra saindo do forno. Parabéns, Bruno Steinbach Silva, por essa mágica hiper-real que você extrai dos elementos - as águas e as cores parecem jorrar da junção paradoxal. Nessa releitura em que as casas humildes parecem beber o Sanhauá - a justiça divina do artista - são as mais iluminadas e de cores mais vivas. Assim como Polibio Alves, você extrai a beleza e o lirismo dos marginalizados, levando-nos ao êxtase sinestésico apesar da exclusão social dos desfavorecidos, metonimicamente, representados por suas casas."
(Peterson Martins, Professor UEPB - Campus V. Doutorado em Estudos da Linguagem)

Meus agradecimentos pelo apoio a meu irmão Eduardo Machado e a Yara Mariz Maia, sem o qual não haveria essa pintura. Agradeço também a João Maciel, da Secretaria das Finanças, pelo seu empenho, mesmo que convalescente e à distância, se comunicando com colegas e me orientando para que eu conseguisse liberar a papelada fiscal em tempo, antes do recesso do Judiciário. Meu carinho e gratidão aos funcionários do TJ e a Valquíria Uchôa e Fátima Bezerra, respectivamente gerente de apoio operacional e Presidenta do Tribunal de Justiça da Paraíba.

Veja o álbum e acompanhe o andamento da obra:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.683365555008071.1073741832.214892648522033&type=1&l=e575e28555

PARAHYBAVISTA: A ROMARIA CONTINUA...
http://parahybavista.blogspot.com.br/

*A capital da Paraíba teve vários nomes antes da atual denominação. Primeiro foi chamada de Nossa Senhora das Neves, em 05 de agosto de 1585, em homenagem ao Santo do dia em que foi fundada. Depois foi chamada de Filipéia de Nossa Senhora das Neves, em 29 de outubro de 1585, em atenção ao rei da Espanha D. Felipe II, quando Portugal passou ao domínio Espanhol. Em seguida recebeu o nome de Frederikstadt (Frederica), em 26 de dezembro de 1634, por ocasião da sua conquista pelos holandeses, em homenagem a Sua Alteza, o Príncipe Orange, Frederico Henrique. Novamente mudou de nome, desta vez passando a chamar-se Parahyba, a 01 de fevereiro de 1654, com o retorno ao domínio português, recebendo a mesma denominação que teve a capitania, depois a província e por último o Estado. Em 04 de setembro de 1930, finalmente recebeu o nome que tem hoje...
Conhecida como a cidade onde o sol nasce primeiro, devido ao ponto mais oriental das Américas se localizar aqui, nossa velha e charmosa Parahyba se esparrama verde e lindamente entre a belíssima praia do Cabo Branco e o crepuscular rio Sanhauá, oferecendo aos habitantes uma verdadeira viagem pelo presente e pelo passado.
Esta é uma vista parcial de quem chega pelo rio Sanhauá, vendo-se em primeiro plano o "Porto do Capim" (*), onde tudo começou, seguido do Varadouro, com o centro histórico e a igreja de São Frei Pedro Gonçalves - onde havia uma cidadela, seguidos do casario corcoveando pelas ladeiras em busca da cidade alta, ao fundo.

Conheça as nossas camisetas promocionais, encomende a sua e seja mais um AMIGO DO ARTISTA, a forma mais econômica de patrocinar os nossos projetos:
http://camisetasarteambulante.blogspot.com.br/

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbachsilva.blogspot.com.br/
http://parahybavista.blogspot.com.br/
http://camisetasarteambulante.blogspot.com.br/
http://brunosteinbachjoaoemaria.blogspot.com/
http://www.artmajeur.com/brunosteinbach/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
https://www.facebook.com/atelierbrunosteinbach
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.com 

* "O Porto do Varadouro, popularmente conhecido como Porto do Capim, denominação que se acredita que surgiu devido à quantidade de capim que ali desembarcava para alimentar os animais que serviam de transporte naquela época, era o porto principal da cidade de João Pessoa quando o Porto de Cabedelo ainda não existia.
Em 1920, o Presidente Epitácio Pessoa (1919-1922) mandou fazer um Porto Internacional na bacia do Sanhauá em frente ao porto original. Obra que nunca se concretizou, houve desvio de recursos e falta de estudos para sua viabilidade. Hoje ainda, existem vestígios de concreto armado fincadas as margens do Sanhauá. A partir de 1935, com a inauguração do Porto de Cabedelo, e a efetivação do transporte ferroviário de João Pessoa para Cabedelo, o porto da cidade foi sendo gradualmente desativado, gerando a decadência da área sendo com o passar dos anos ocupado por famílias carentes. Hoje o local vive o abandono, pois faltam saneamento e condições básicas de vida. O berço da cidade está em vias de ser restaurado pelo projeto da Comissão do Centro Histórico de João Pessoa."
Fonte:
http://www.centrohistoricojp.blogspot.com/Photo: Bruno Steinbach. "Brasília em Chamas"
Painel em acrílica/tela, medindo 150 x 250 cm.
13 de outubro de 2014. Parahyba, Brasil.
Encomenda de Inaldo Leitão
Brasília - DF

Que a honradez e a valentia do nosso povo, do brasileiro comum, trabalhador e desbravador - aqui representado na belíssima escultura "Os Guerreiros", mais conhecida como Os Candangos, de Bruno Giorgi - consigam reconstruir essa Nação, que, mesmo estando em chamas, conta com a esperança da Phoenix e das Asas Brancas, apoiada pelo braço justo e forte da Themis.
As chamas são para acabar com as pragas e para afastar as novas que lá pretendam se instalar (DF)...Photo: Photo: DA SÉRIE PARAHYBAVISTA - AGONIA E ÊXTASE
Bruno Steinbach Silva. "Cabo Branco, opus VIII". Acrílica/tela, 80 x 100 cm. Julho de 2015, Parahyba, Brasil.
Coleção: Geisa Galvão Ribeiro. João Pessoa, Paraíba.

CABO BRANCO
O Cabo Branco me encantando,
e eu na caverna o Cabo Branco pintando...
A lua cheia me tentando,
e eu aqui encantado o meu sonho realizando...
A vida fugaz lá fora me cantando,
e eu as cores do Cabo Branco amarrando...
O sol nascente toda a praia escaldando,
e eu aqui com as pinceladas de vida sonhando...
Sonhando vou preparando meu coquetel de tintas,
pois quem sonha conta histórias distintas...
Quem tem histórias distintas pra contar,
tem sempre um Anjo lindo a escutar...
O Cabo Branco então me vence,
e com maravilhosa beleza me convence...
Agora me despeço deste lugar,
e como escolhido lá vou navegar...
Navegante da vida e amante do mar,
mergulhando no mundo com desejo de amar!
Mas lá fora não estou vendo...
O belo lugar que ando imaginando.
Aquele Cabo Branco que agora eu estou pintando.
Onde o sol nasce primeiro com os amantes se abraçando...
Mas a barreira está desabando...
O lixo do descaso se acumulando...
Malfeitores na mata se entocando,
a quase todos pelo medo afastando...
Eu por lá continuo andando...
Ainda está lindo e encantando...
Mas, até quando?

*****

The White Cape me charming,
and I cave painting ... the Cape Blanco
The full moon tempting me,
and here I am realizing my dream enchanted ...
The fleeting life outside me singing
and I colors of Cabo Branco tying ...
The rising sun along the beach, scalding,
and here I am with the strokes of life dreaming ...
Dreaming'm preparing my cocktail of paints,
as distinct dreamer tells stories ...
Those who have different stories to tell,
always has a beautiful angel to listen ...
Cape Blanco then I win,
and wonderful beauty convinces me ...
Now I say goodbye to this place
chosen and how there'll sail ...
Navigator of life and lover of the sea,
diving in the world with the desire to love!
But out there I'm not seeing ...
What I've been imagining.
That Cabo Branco now I'm painting.
Where the sun rises first with lovers embracing ...
But the cliff is crumbling ...
The neglect of garbage piling up ...
Malefactors hiding in the forest,
almost all the fear away ...
I keep walking around there ...
It's still beautiful and enchanting ...
But until when?
Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/
https://twitter.com/bruno_steinbach
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.com
— em Atelier de Pintura Bruno SteinbachPhoto: Bruno Steinbach. "Morro do Careca, opus I". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm. 13 out 2015. Natal, RN, Brasil.
Edição: 200 cópias (assinadas e numeradas)

Artist Sites:

http://brunosteinbach.wordpress.com/

http://www.brunosteinbach.blogspot.com/

https://www.google.com/+BrunoSteinbachSilva

https://www.facebook.com/brunosteinbachsilva

https://www.facebook.com/atelierbrunosteinbach

http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/

https://twitter.com/bruno_steinbach

mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Morro do Careca, opus II". Infogravura/papel couchê, 29,7 x 42 cm. 13 out 2015. Natal, RN, Brasil.
Edição: 200 cópias (assinadas e numeradas)

Artist Sites:

http://brunosteinbach.wordpress.com/

http://www.brunosteinbach.blogspot.com/

https://www.google.com/+BrunoSteinbachSilva

https://www.facebook.com/brunosteinbachsilva

https://www.facebook.com/atelierbrunosteinbach

http://www.facebook.com/brunosteinbachgallery/

https://twitter.com/bruno_steinbach

mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Almirante".
Acrílica/tela, 90 x 60 cm. Parahyba, Brasil, 13 dezembro de 2015.
Coleção: Mônica Macedo. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: Bruno Steinbach. "Cavalo Irado".
Óleo/tela, 130 x 160 cm. 1979. Parahyba, Brasil. Coleção Isaias Silva.Photo: Bruno Steinbach. "Nas Águas Rasas do Atol das Rocas".
Óleo/tela, 130 x 160 cm. 1990. Parahyba, Brasil. 
Coleção particular.Photo: Bruno Steinbach Silva. "Cabo Branco, opus IX". Acrílica/tela, 60 x 100 cm. Abril de 2016, Parahyba, Brasil.
Da série temática PARAHYBAVISTA.

Artist Sites:
http://brunosteinbach.wordpress.com/
http://www.brunosteinbach.blogspot.com/
http://www.facebook.com/brunosteinbach.pb/
https://www.facebook.com/parahybavista/
https://twitter.com/bruno_steinbach
mailto:brunosteinbachsilva@gmail.comPhoto: Bruno Steinbach. "Delirium Tremens, opus I".
Acrílica/tela, 80 x 80 cm, maio de 2016. Parahyba, Brasil.
Coleção: José Caitano de Oliveira. João Pessoa, Paraíba, Brasil.Photo: © Bruno Steinbach. "Cabo Branco, opus XV" (o outro lado da história).
Gravura digital (infogravura). Impressão de qualidade (laser) sobre papel mixto fosco (Filiart Renaud Profissional 200g/m²). 29,7 x 42 cm (A3).
Julho de 2016, Parahyba, Brasil.
Assinadas e numeradas.Photo: © Bruno Steinbach. "Subida da Borborema, opus I".
Gravura digital (infogravura). Impressão de qualidade (laser) sobre papel mixto fosco (Filiart Renaud Profissional 200g/m²). 29,7 x 42 cm (A3).
Julho de 2016, Parahyba, Brasil.
Assinadas e numeradas.Photo: © Bruno Steinbach. "Cabo Branco, opus XVI".
Gravura digital (infogravura). Impressão de qualidade (laser) sobre papel mixto fosco (Filiart Renaud Profissional 200g/m²). 29,7 x 42 cm (A3).
Julho de 2016, Parahyba, Brasil.
Assinadas e numeradas.Photo: REPRODUÇÃO EM CANVAS DE BRUNO STEINBACH (TELA, 80X120 CM)
IMPRESSÃO GICLEÈ SOBRE TECIDO/TELA DE ALGODÃO (CANVAS). 
© Bruno Steinbach. Reprodução digital de excelente qualidade em tecido de algodão (tela). Tamanho: 80 x 120 cm + 5 cm de margem = 85 x 125 cm 

PREÇO DA CANVAS (para todo o Brasil, sem moldura, embalada enrolada em tubo): R$ 750,00. 

PREÇO DA CANVAS COM CHASSI E MOLDURA (apenas para João Pessoa-PB): R$ 1.250,00.  *Reprodução de obra de Bruno Steinbach "Cabo Branco, opus XIII".  Da série "PARAYBAVISTA".

Assinadas e numeradas pelo artista

PARA COMPRAR
Faça sua compra segura e garantida através do MERCADO PAGO:
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-783446895-reproduco-em-canvas-de-bruno-steinbach-tela-80-x-120-cm-_JMPhoto: Bruno Steinbach. "Parahyba, opus I".
Acrílica/tela, 60 x 100 cm, 22 dez 2016. Parahyba, Brasil. 
Coleção: Lourdes Bonavides Mariz Maia. Recife (PE).
Obra patrocínio Parahybavista.Photo: Bruno Steinbach. "Sem título". Óleo/tela, 122 x 92 cm, 1985. João pessoa, Paraíba, Brasil. 
Coleção: Larissa Pedrosa (João Pessoa, Paraíba). 
Restaurado em 18 de fevereiro de 2017 (leves arranhões).

Restaurada e pronta para voltar para a sua tutora.
Esta eu pintei há 32 anos. A píntura original está em perfeito estado de conservação, apenas retoquei arranhões provocados por acidente de translado. Satisfeito com o resultado.
Obs: Numa restauração não se deve alterar "o espírito" da obra, não se deve "consertar" erros técnicos nem se tentar melhorar a pintura. Aborda-se apenas o que foi danificado, mantendo as características da obra original.
Foi o que fiz.