Post has attachment
Nosso livro vale a pena adquirir
Photo

Na sutileza do dizer,
Mulher sublime ser!
Que bom.
Te querer
Razão do meu viver
Com você Mulher,
No silêncio da noite,
Sinto teu calor
Ao beijar
O teu sabor.
Mulher riqueza.,
Que reproduz
E conduz no caminhar
Nela espelho luz.
Teu sorriso desabrocha
Como botão Rosa flor
Seus mistérios me encantam
Como botão beija-flor
Que paira no ar
Sem avisar
Como não agradecer?
Ter, você Mulher,
Amada companheira
Para o que ser e vier.
Depósito minha fé
Na mulher,
Filha da mulher,
Que é minha mulher,
Não há segredo,
Mulher a mulher.




Agosto.

O suor que molha o lençol
É o mesmo que nos leva ao
Delírio do prazer.
Corpos envolvidos, comprometidos
Emocionalmente, exaustos, mas com muito amor para dar. O tempo
Não para, o relógio não para,
Tudo é sereno
No recomeço pleno do viver.
Respiração ofegante de corpos
Carentes, mas o suor é as lagrimas
Que pingar nos dão a leveza
Que abastece é locupleta desejo
Da alma.
Ainda excitados com a essencia do
Sabor.
Daquele beijo molhado, no tato contato, no toque tocado o sonho
Sonhado das carícias íntimas
Relaxadas.
Que bom que te achei com a mesma fome, que para você guardei,
Me entreguei de corpo e alma
Mulher cliente envolvente fervente,
Olha o lençol envolvido no suor
Que foi nosso e a felicidade estampada no nosso rosto!
Mês de agosto com tanto gosto.










Wait while more posts are being loaded