Como seguir em frente após a partida tão inesperada, abrupta de alguém que amamos?
Se acordar em um dia nublado, chuvoso já nos trás sensações tão tristes e pesadas, como respirar em meio a tanta dor?
Encontramos inúmeras tentativas embasadas, desesperadas, ditas teóricas, palpiteiras, sobre o porque... 
Por que alguém atenta contra a própria vida? Por que alguém não consegue sentir o quanto é importante na vida de tantas pessoas? Por que não conseguiu pensar na dor que causaria? Na saudade eterna que deixaria? Nas culpas e medos que suscita em todos que a amam?
O impacto sobre o suicídio é tão grande, que é uma noticia não anunciada! As pessoas tem medo de  falar, temem criar idéias na cabeça de pessoas mais fragilizadas, temem repetir a história e serem "amaldiçoados" com o mesmo  ocorrendo na sua casa...enfim, tema polemico, desconhecido na sua profundidade e arrebatador! Sim, arrebatador, como os envolvidos sobrevivem após esta onda de destruição?
Este é o proposito do blog, ouvir relatos e histórias que possam auxiliar a tantas pessoas a terem  esperança que tem como continuar, a se sentirem próximas de outras, a prosseguirem mesmo após outros terem desistido...
Wait while more posts are being loaded