Post has shared content
Como Mergulhar de Snorkel

Praticar mergulho é uma forma divertida e descontraída de ver o mundo colorido e fascinante abaixo da superfície do oceano. Os mergulhadores utilizam uma máscara de plástico transparente e um tubo curto para respirar enquanto flutuam sobre a superfície da água com o rosto voltado para baixo. Desta forma podem observar os corais e vida marinha sem assustá-los com os seus movimentos e sem ter que vir à tona para respirar a cada minuto. É uma forma de fugir das pressões do dia a dia. 


Leia o artigo Criado por Revisões wikiHow no link abaixo:

http://pt.wikihow.com/Mergulhar-de-Snorkel

Post has shared content
O skate é um esporte radical que surgiu nos Estados Unidos na década de 60 a partir de uma adaptação feita por surfistas que queriam continuar a prática esportiva em locais em que não existiam ondas. Nas décadas de 70 e 80 o esporte se desenvolveu, adquiriu regras e características próprias e se difundiu pelo mundo. 
Apesar de não ser considerado um esporte olímpico, no Brasil ele tem um importante papel nas políticas públicas voltadas para a juventude e inclusão social. 

Veja onde se localizam as pistas para a prática do esporte na cidade de São Paulo 

Post has shared content
ESCALADA - equipamentos e tipos de escalada.

Os equipamentos necessários para escalada são divididos em básico, de segurança e auxiliar.

- Básicos: sapato de escalada, chamado “pé de gato” e carbonato de magnésio, usado para secar a transpiração das mãos e aumentar a aderência.

- Segurança: cadeirinhas, mosquetões, corda, freios, polias e GPS. A montagem desses equipamentos deve ser feita por um guia especializado na área ou a frequência do escalador em um curso sobre a atividade.

- Auxiliar: capacete, pitões, piolet, mochila, costura de escalada, camalot, fitas, bússola e grampos.

Vale ressaltar que esse tipo de atividade exige técnicas e o ideal é que seja praticado em grupo e com guias que conheçam bem o local. As condições climáticas também podem mudar ao longo do dia, por isso, é importante estar usando uma roupa adequada para qualquer situação.

Existem alguns tipos de escalada:

- A tradicional ao ar livre, feita agarrando-se naturalmente nas pedras e rochas, necessitando, além de conhecimento técnico, equipamentos próprios, de bastante equilíbrio psicológico.

- A escalada esportiva é aquela praticada em ambientas de terreno mais simples, com menos risco de quedas repentinas.

- As escaladas em estruturas artificiais, chamada de escalada indoor, feita em ambientes fechados com níveis de dificuldade próximo das estruturas naturais. São ideais para quem está iniciando, pois, os equipamentos são os mesmos.

- Escaladas em rochas a pouca altura do chão, chamado de Boulder, exigem preparo físico, mas oferece menos risco de queda ou pode-se utilizar colchoes para proteger de quedas já que as cordas não são utilizadas.

- O chamado Big Wall exige muito mais que preparo físico de seus praticantes já que grandes paredões exigem alguns dias até o término da escalada, mas é preciso muita técnica, experiência e companheirismo. É necessário levar saco de dormir, alimentos e água, além de logística para içar montanha acima os artefatos.

Basta reunir um grupo, planejar tudo nos mínimos detalhes, procurar um curso ou um guia especializado, organizar todos os equipamentos e escolher o melhor local entre tantos destinos bonitos ao longo do país.

 

Boa aventura!

fonte: nautika
Photo

Post has shared content
Onde acampar no Brasil?

Nosso país, abençoado por Deus e bonito por natureza, abriga muitos pontos interessantes para a prática de camping. Se você tem vontade de descobrir onde acampar no Brasil, mas tem encontrado dificuldades para decidir em meio às muitas opções, confira a lista que fizemos com 5 pontos espetaculares para visitar e armar sua barraca:

1. Itatiaia

Localizada no estado do Rio de Janeiro, Itatiaia conta com duas paisagens distintas: a parte baixa da cidade preserva uma fração da exuberante Mata Atlântica, ao passo em que a parte alta é coberta de rochas nuas, as quais remetem ao solo lunar. E esse é o lugar que os espíritos aventureiros vão querer explorar.

Dentre as opções de atividades estão uma trilha que começa a 2,3 mil metros de altura e vai até a base do Maciço das Prateleiras; a cachoeira Poranga; o Lago Azul; e a piscina natural do Maromba. Além destes, um passeio imperdível é a subida ao pico do Cume das Agulhas, o ponto mais alto da cidade, que fica a 2,7 mil metros do solo. De seu cume, é possível vislumbrar todo o Vale do Paraíba.

2. Ilha Grande

Também pertencente ao estado fluminense, Ilha Grande abriga nada mais nada menos do que 106 praias em sua extensão de 155 quilômetros, com destaque para a Praia do Aventureiro, o Caxadaço e a de Lopes Mendes. Elas podem ser divididas entre aquelas que ficam viradas para o continente, repletas de cais de atracação e dotadas de águas tranquilas; e as que ficam viradas para o oceano, de paisagem deslumbrante.

A ilha é rica em sua diversidade biológica e também dispõe de montanhas que proporcionam vistas interessantes, como o Pico do Papagaio – um morro de 990 metros do qual saem 16 trilhas sinalizadas por placas. Em relação a marcos históricos, Ilha Grande conta com um aqueduto e com as ruínas do lazareto.

3. Ouro Preto

Ouro Preto tem a palavra “aventura” encravada em seu código genético, afinal a cidade recebe desbravadores desde a época da corrida do ouro no Brasil, no século XVIII.

Obviamente não podemos deixar de falar sobre suas riquezas históricas e culturais: considerada patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO. Ouro Preto é lar das famosas Igreja de São Francisco de Assis, esculpida por Aleijadinho no século XIX, e Matriz de Nossa Senhora do Pilar, cuja estrutura tem mais de 400 quilogramas de ouro.

Além das obras eclesiásticas, a cidade mineira também ostenta o Teatro Municipal de Ouro Preto, o mais antigo da América do Sul.

Outra atração de Ouro Preto é o seu Carnaval, durante o qual a praça de Tiradentes e suas adjacências ficam completamente tomadas por blocos e escolas de samba.

4. Bonito

Bonito realmente faz jus ao nome que recebeu. A cidade é reduto da maior extensão de florestas preservadas do estado do Mato Grosso do Sul e do maior aquário natural de água doce do país.

E em Bonito não faltam atrações aos fãs de adrenalina: as opções incluem rafting, trekking, rapel, parapente, ultraleve, trilha de bicicleta, mergulho com cilindros de oxigênio, flutuação nas correntezas de rios (como Sucuri, da Prata e Formoso), grutas com águas cristalinas e banho em cachoeiras. Ou seja, uma miríade de atividades radicais e que envolvem muito contato com a natureza preservada do local. Esta é, aliás, um dos principais atrativos turísticos de Bonito.

Todos os passeios feitos na cidade sulmatogrossense são acompanhados por um guia registrado local.

5. Lençóis Maranhenses

O único deserto existente no Brasil fica no Parque Nacional Lençóis Maranhenses. Nele existem dunas que chegam a 40 metros de altura e lagoas de águas cristalinas e quentes - onde moram peixes, crustáceos e tartarugas – bem como 70 quilômetros de praia.

Perto do parque situa-se a cidade de Barreirinhas, às margens do rio Preguiças, que pode ser desbravado por lancha, barco ou barca regional (uma espécie de gaiola). A atração proporciona belas paisagens, tais quais manguezais com garças, caranguejos e mergulhões, a Praia do Alazão e a Região de Vassouras.

Pronto pra aventura? 
Photo

Post has shared content
A kraud sport ajuda na divulgação dos eventos esportivos de aventura.
Photo

Post has shared content
www.kraud.com.br  ajuda na divulgação dos eventos esportivos de aventura.
Photo

Post has shared content
Chegou a hora desafia-se!

75 Km – Bertioga Maresias  – Maratona de Revezamento

Inscrições no site: http://www.ciadeeventos.com.br/eventos2015/maratona2015/

Facebook da Cia de Eventos : https://www.facebook.com/maratonabertiogamaresias
Photo
Photo
2015-05-21
2 Photos - View album

Post has attachment
FUN DIVE - DESCUBRA O OCEANO EM VOCÊ

Post has attachment

Itens que não podem faltar na bagagem de um mochileiro

Na hora de cair na estrada, mochileiros de primeira viagem podem ter dúvidas em relação aos itens que devem colocar em suas mochilas. Será que menos é mais? Trata-se de uma dúvida importante, pois o peso excessivo nas costas pode ser um tormento. Só que ao mesmo tempo, existe aquela velha máxima de que “é melhor sobrar do que faltar”.

O que fazer, então?

Na verdade, o ideal é se planejar para levar o mínimo de bagagem e obter o máximo de conforto possível durante o mochilão. Afinal, essa experiência fantástica pode se tornar pouco confortável caso alguns pontos sejam negligenciados.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com os itens que não podem faltar na bagagem de um mochileiro:

 

- Barraca

- Saco de dormir

- Kit de primeiros socorros

- Cantil

- Binóculos

- Capa de chuva

- Canivete

- Cadeado

- Lanterna

- Óculos de sol

- Escova de dentes, pasta e fio dental

- Sabonete e sabão para lavar roupas

- Protetor solar (pele e lábio)

- Toalhas de secagem rápida

- Fósforo ou isqueiro

- Purificador de água líquido (hipoclorito de sódio)

- Espelho de bolso

- Desodorante

- Barbeador ou depilador

- Sacos plásticos, para guardar as roupas sujas e recolher o lixo

- Caneta e bloco

- Corrente

- Talheres

- Repelente


Seguindo meticulosamente essa lista, você pode ficar tranquilo quando for arrumar sua mala. Assim, terá que se preocupar apenas com o quanto vai ser divertir durante a viagem.

Aproveite!
Photo

Post has attachment
Photo
Wait while more posts are being loaded