Post has attachment
A gorjeta do Garçom!
Se curtiu, deixa o like e se inscreve no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=wfjvodMgNkE

Post has attachment
PCMSO, entre outros documentos para Garçons relativo a segurança do Trabalho, executamos.
Photo

Sou garçon ja tenho alguns anos de profição e estou morando em goiania e ate agora não arrumei emprego alguem pode me da uma força ai.

Bom dia.
Estou lançando um aplicativo voltado ao mundo do entretenimento. Os garçons de SP seriam fundamentais para a viralização dele. Vendo  isso, estamos com um programa bem interessante de recompensa financeira. Você saberia de algum grupo/comunidade específica de garçons?
Valeu

Post has attachment
O QUE FAZ UM BARTENDER ?

A palavra bartender vem do inglês, tendo como significado garçom de bar. Este termo é utilizado tanto para homens quanto para mulheres, o que diferencia é que o homem também é chamado de barman e a mulher de barwoman.

O bartender está presente em eventos e festas, preparando os coquetéis para os convidados utilizando-se de técnicas para chamar sua atenção, como o malabarismo, mágicas e pequenos truques. Tendo como principais objetivos animar os convidados e aumentar a venda de bebidas nos estabelecimentos que estão trabalhando que pode ser bares, restaurantes, hotéis, ou festas e baladas noturnas.



Alguns desses profissionais trabalham ligados a empresas especializadas na área de eventos e festas, contudo há bartenders que estão no mercado trabalhando de forma autônoma, o chamado “bartender freestyle”.

Uma habilidade que esta profissão exige é o conhecimento de bebidas e coquetéis, pois em um evento sempre há a possibilidade da criação de novos drinks ao gosto dos convidados. E claro, como em todas as profissões que tratam com o público, uma qualidade indispensável é o carisma com aqueles que participam da festa.

Por isso, se você estiver pensador em realizar algum evento, entre no site do GetNinjas e veja os bartenders e outros profissionais ninjas ligados a área de eventos e festas.

http://blog.getninjas.com.br/
Photo

Post has attachment
COMO SER UM BOM CHURRASQUEIRO.

Não basta por a carne para assar. O churrasco, ícone nacional do 'dolce far niente', exige técnicas de preparo.

Popularíssimo, já que se adapta até mesmo ao gosto dos vegetarianos, o churrasco rola solto do norte ao sul do país, principalmente nos fins de semana e nas férias. Só que não basta salgar e assar a carne para chegar a um resultado saudável e saboroso.
Segundo Ricardo Penna, o Penninha, instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), consultor e autor de livros sobre o tema (entre eles 'Alquimia do Churrasco'), um churrasco bem feito depende de pelo menos quatro quesitos: corte, marinação, gerenciarnento do braseiro e selagem. Palavra de quem entende do riscado e é apaixonado pela matéria desde a adolescência.

CLÁSSICOS X APOSTAS 

Para começo de conversa, é preciso saber quanto e o que comprar entre as ofertas de boi, porco, peixe e frango. O especialista define a quantidade de carnes variadas por pessoa: entre 450g e 650g. Se a opção for por cortes bovinos, um dos mais tradicionais é a picanha, peça que não precisa ser marinada.
A escolha entre o produto fresco ou maturado depende do gosto do freguês, lembrando que a segunda opção tem sabor mais acentuado. "O macete é cortar nacos com dois dedos de largura, sempre em sentido transversal ou perpendicular à fibra, e temperar apenas com sal grosso, pouco antes de assar", diz o especialista. "Quando a carne chegar ao ponto de mal-passada, dê uma sacudida na peça, para tirar o excesso de tempero".

Outros cortes de boi e carnes suínas necessitam de tempero prévio - Penninha  sugere pelo menos 24 horas de antecedência. Para a cabeça de lombo, indica imersão em mistura de vinho tinto seco, shoyo, alho, cebola, pimentão e ervas finas (mix de endro, manjericão tomilho e segurelha). Antes de ser postas para assar, as carnes devem também, ser cortadas em tiras de dois dedos e espessura. "É uma carne muito saborosa, mas pouco explorada no churrasco. Quem a prova tem a grata surpresa de encontrar suculência, já que ela é marmorizada por fios de gordura", caracteriza. Assim como a picanha, a asinha de frango é um clássico da churrasqueira. "O ideal é deixá-la por 24 horas em um molho feito com vinho branco seco, alho, cebola e ervinhas. Uma dica é pré-assar as peças na parte superior da churrasqueira e descer para a grelha mais próxima à brasa apenas momentos antes de servir".
Uma opção é incrementar o prato com queijo parmesão ralado, passando-o dos dois lados das asinhas e levando-as de volta ao calor por um minutinho.
Apesar de ter muito sabor e cair bem para comensais em dieta, poucos se lembram de incluir o peixe no menu. Penninha sugere os pescados de couro, que geralmente têm ossos e não espinhos. Para evitar que a carne se desfaça, o macete é assá-la na grelha e não no espeto. O tempero para um belo filé de surubim leva, além, dos habituais alho, cebola e sal, molho pomodoro, leite de coco e azeite. Dê preferência ao filé (evitando postas) e a cortes retas com um palmo ou 10cm de largura. Outra dica é servir o peixe antes da carne bovina, para não mascarar o seu sabor.

ADEUS AOS VÍCIOS 

Uma vez resolvido o corte e o tempero mais adequado, o mestre churrasqueiro lembra a importância de selar a carne. "O processo é bastante simples e garante a suculência da peça. O primeiro passo é deixar ambos os lados de cada pedaço por dois minutos na grelha mais próxima ao braseiro. Depois, é seguir o processo normal de assar", lembra.
Algumas dicas servem para evitar vícios que podem acabar com a festa. Um deles é a mania de controlar o fogo com água e sal. Para Penninha, o bom churrasqueiro "arreda a carne e dribla o fogo". Outro péssimo hábito é acrescentar carvão diretamente sobre o braseiro quando há carne assando. A ação, garante, libera gases prejudiciais à saúde. "O correto é manter um braseiro em formação ao lado do principal. Assim, no momento de alimentar o fogo o carvão já estará aceso."
No mais, o especialista indica a pesquisa e o uso de cortes menos comuns para aumentar a 'expertise' do churrasqueiro, consequentemente, a sua (boa) fama. Do porco, segundo ele, vale a pena experimentar também pernil, toucinho de barriga e costela. Do boi, fraldinha (conhecida como flank steak ou botton nos Estados Unidos) e cabeça do contrafilé preferencialmente de animais com até 18 meses de vida (bife ancho). Do frango, o filé de peito em forma de medalhão (com bacon) ou brochete (com vegetais). Entre os peixes, salmão, dourado e tilápia.

RECEITAS

Cabeça de Lombo

Ingredientes
1 kg de copa -lombo, 25g de tempero para defumado (encontrado em supermercados gourmet), 6g de alho, 50g de vinho tinto suave, 25g de molho shoyu, 15g de cebola, 15g de pimentão e 50ml de água gelada.

Modo de Fazer
Corte as postas de cabeça de lombo com dois dedos de largura. Bata os temperos no liquidificador e misture-os na carne. Ponha a carne temperada em sacos plásticos, retirando o máximo de ar, e deixe marinar por 24 horas. Asse, lembrando -se de selar a carne antes.

Asa de Frango

Ingredientes
1 kg de asa; 25g de tempero padrão; 4g de alho amassado; 5g de ervas finas e 50ml de água gelada.

Modo de Fazer
Limpe as asas. Misture os temperos na água, junte os asas e embale em saco plástico, retirando 00 máximo o ar. Deixe marinar 24 horas. Pré-asse as peças na grelha superior e desça-as para a mais próxima ao braseiro pouco antes de servir, apenas para corar.

Surubim 


Ingredientes
1 kg de filé de surubim (ou pescado equivalente); 25g de tempero padrão; 2g de alho; 10g de cebola; 10g de pimentão; 20g de vinho branco seco; 20g de molho shoyu; 20g de vinagre; 40g de extrato de tomate; 50g de azeite e 50ml de água gelada.

Modo de Fazer
Corte os filés em pedaços de um palmo ou 10cm de largura. Bata as temperos no liquidificador e tempere o peixe; Ponha os filés em sacos plásticos, retirando ao máximo o ar, e deixe. marinar 24 horas. Asse e sirva.

Por Laura Valente, com o título de "Popular de Norte a Sul" publicado no 'Estado de Minas' 15 de janeiro de 2012, Suplemento Degusta p. 4. Digitado, ilustrado e adaptado para ser postado por Leopoldo Costa.
Photo

Post has attachment
COZINHEIRO.


O que faz um(a) cozinheiro(a)?

Toda a gente come. 99,9% da população gosta de um prato saboroso. Comer é bom e, em última análise, não sobrevivemos sem comer. Assim, a cozinha tem evoluído de tal modo que tem tomado a forma de tratados de culinária e gastronomia, sendo mesmo considerada uma verdadeira arte.

Por isso, dizer que as funções do cozinheiro se limitam à execução das actividades de confecção de pratos cozinhados e de sobremesas para satisfação dos clientes é pouco. Sim, porque as responsabilidades e variedade de tarefas do cozinheiro são múltiplas.
Não acreditas? Então lê.

As tarefas que o cozinheiro realiza no seu local de trabalho incluem:
- acompanhar a evolução dos cozinhados;
- quando prontos, empratá-los, guarnecê-los e decorá-los,
- executar as tarefas relativas à limpeza e higiene da cozinha (bem, é só no princípio; se te tornares um cozinheiro bem famoso podes ignorar esta).

Outro aspecto muito importante para o desempenho das funções de cozinheiro é construir a ementa onde é feita a apresentação dos pratos confeccionados que o cliente tem ao seu dispor. Não é só "cozido às 4.as"... Fazer uma ementa requer cuidados especiais, nomeadamente no que respeita à sua apresentação gráfica, já que é um dos primeiros elementos do restaurante com o qual o cliente tem contacto.
Ficas ainda a saber que é o cozinheiro que deve controlar os stocks de produtos alimentares.

É importante ter a noção de que ser cozinheiro "profissional" não é a mesma coisa que fazer um bife com natas para o pessoal lá de casa. Nesta actividade é fundamental o trabalho em equipa (a brigada de cozinha), pelo que é essencial manter boas relações entre os seus elementos (evitando assim alguns envenenamentos "acidentais") e repartir e coordenar as tarefas de forma eficaz.

Repara que em estabelecimentos de pequena e média dimensões, o cozinheiro exerce simultaneamente as actividades de organização e de execução, já que a equipa é bastante reduzida. Portanto, enquanto elemento de uma equipa de trabalho, o cozinheiro tem de estar preparado para executar várias tarefas, consoante as suas funções: chefe de cozinha, sub-chefe, garde manger, saucier e rôtissier.

As tarefas do garde manger são desempenhadas pelos cozinheiros de 1.ª, 2.ª ou 3.ª categorias. Este profissional ocupa-se da cozinha a frio, isto é, da preparação dos alimentos que são servidos crus. Cabe-lhe lavá-los, cortá-los e cuidar da sua apresentação e conservação. É ele que, por exemplo, prepara os rabanetes com recortes artísticos.

Também a categoria de saucier é desempenhada por cozinheiros de 1.ª, 2.ª ou 3.ª categorias. O saucier ocupa-se dos pratos quentes. É ele que tem a tarefa de transformar os alimentos crus em cozinhados, utilizando para o efeito processos como assar, cozer ou estufar. Ele tem a grande responsabilidade de apaladar os alimentos, utilizando temperos vários e confeccionando molhos.
O rôtissier dedica-se aos assados e grelhados e ao tempero da respectiva carne e peixe.

Para além destas tarefas específicas, o técnico de cozinha tem de estar apto a confeccionar, empratar e decorar doces e salgados.
Apesar do cozinheiro aprender a dominar as técnicas de cozinha de pratos salgados, frios, quentes e de pastelaria, habitualmente especializa-se numa dessas áreas.

O facto é que, actualmente, ser cozinheiro transformou-se numa actividade criativa e exigente pois, ao (à) cozinheiro(a) é pedida capacidade para criar novos pratos, doces e formas de apresentação, definir porções dos ingredientes e combiná-las de modo a obter pratos nutricionalmente equilibrados, calcular os tempos de preparação e confecção de pratos, aplicar as várias técnicas do serviço de cozinha (lavar, descascar, cortar, limpar, etc.), bem como as técnicas de decoração, identificar, prever, calcular e cuidar das necessidades e conservação de ingredientes, verificar a qualidade dos alimentos pelo paladar, sua aceitação e rejeição. Ufa...


Oportunidades de emprego

As entidades que empregam estes profissionais são os hotéis, restaurantes e estabelecimentos similares, empresas organizadoras de festas e banquetes, casas particulares e cantinas públicas e privadas. Normalmente, os cozinheiros trabalham por conta de outrem. Porém, casos há em que optam por trabalhar por conta própria, abrindo o seu restaurante ou empresa de serviços de restauração e acolhimento (catering).

Nos dias de hoje, a procura destes profissionais é bastante grande. Pode mesmo dizer-se que não há desemprego (sobretudo em Lisboa, Porto, Algarve e Madeira), pelo que é usual as entidades empregadoras procurarem estes profissionais nas escolas e outras entidades formadoras.


Uma carreira

Para um exercício qualificado da profissão de técnico de cozinha, é necessário adquirir formação académica. Assim, após a conclusão do 9.º ano, se quiseres escolher esta carreira podes optar por um curso profissional no qual, geralmente:

- No 1.º ano de formação adquires conhecimentos de base sobre lavagem, corte e técnica de preparação dos alimentos.
- No 2.º, é dada grande importância à cozinha portuguesa.
- O último ano é essencialmente dedicado à cozinha internacional.
Da formação fazem parte ainda conhecimentos sobre noções elementares de legislação alimentar, conhecimentos de nutrição e dietética e noções de higiene e segurança no trabalho.

Para além destes conhecimentos específicos, o aluno deve ainda ter noções elementares de Matemática (operações básicas de cálculo), línguas estrangeiras, particularmente no vocabulário técnico, e noções elementares de Informática, no domínio das aplicações específicas ao serviço de cozinha e restauração.

Os cursos profissionais têm uma grande componente prática, implicando, no último ano, a realização de um estágio, numa unidade hoteleira nacional ou estrangeira.

Após finalizar esta formação básica, o(a) jovem cozinheiro(a) pode especializar-se numa das suas áreas, como seja, por exemplo, a pastelaria.
É aconselhável que, ao longo do seu percurso profissional, frequente cursos de formação para aperfeiçoamento e actualização, pelo menos de 3 em 3 anos, não esquecendo que esta formação deve ser feita quer no país de origem, quer em intercâmbio com outros países. A formação contínua, representada pela presença em feiras gastronómicas e concursos, é também muito importante para construir uma carreira.

Após a conclusão do curso profissional, o aluno, se o desejar, pode continuar os seus estudos nas Escolas de Hotelaria e Turismo do Ensino Superior.
A carreira de um(a) cozinheiro(a) começa como cozinheiro de 3.ª, segue-se cozinheiro de 2.ª, cozinheiro de 1.ª e, finalmente, chefe de cozinha.

Para desempenhar as funções de cozinheiro, é necessário possuir a carteira profissional, a qual é passada pelo Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho de acordo com o Dec.-Lei n.º 25 / 98, de 8 de Julho.


Condições de Trabalho

O horário de trabalho do cozinheiro é de 8 horas diárias, normalmente distribuídas por dois turnos, correspondentes à hora do almoço e à hora do jantar. O cozinheiro trabalha todos os dias da semana (pois é , pois é...), com direito a gozar folga de dois dias.

É essencial nesta profissão atender sempre às condições de higiene, pelo que qualquer dos cozinheiros, para além do uso de roupa específica, deve também cuidar, assegurar a limpeza e o asseio do local de trabalho.

Parte boa: uma das características das cozinhas é a variedade de aromas que pairam no ar. Parte menos boa: a cozinha é um lugar onde se sentem (quase sempre) temperaturas bem elevadas.


Quanto ganha um cozinheiro?

A maior parte destes profissionais trabalha no sector privado, pelo que as remunerações podem variar bastante, conforme a categoria do estabelecimento para o qual trabalham.

Um cozinheiro, no início de carreira, em média, ganha cerca de 898?. Um cozinheiro com capacidade de chefia, numa unidade hoteleira de prestígio, pode chegar aos 1500?. Um bom cozinheiro, no topo de carreira, numa unidade hoteleira de luxo, pode chegar a ganhar cerca de 3000?.
Por vezes, como tem de trabalhar para além do seu turno, é recompensado com o pagamento de horas extraordinárias.
Estes profissionais podem fazer aumentar o seu rendimento prestando outros serviços, por conta própria, como por exemplo, catering e assistência a banquetes.


Alguns Contactos

Instituto Nacional de Formação Turística - INFT
Av. Engenheiro Arantes de Oliveira, n.º 7 
1900-221 Lisboa
Tel.: 218 423 300
Fax: 218 498 879

Associação dos Directores de Hotéis de Portugal
Av. Ilha da Madeira, n.º 32 A
1400-204 Lisboa
Tel.: 213 570 458
Fax: 213 570 485

Associação de Hotéis de Portugal
Av. Duque de Ávila, n.º 7, 1.º 
1000-139 Lisboa
Tel.: 213 570 458

- Federação dos Sindicatos da Hotelaria e Turismo de Portugal
Páteo do Salema n.º 4, 3.º (ao Rossio)
1150-062 Lisboa
Tel.: 218 873 844 / 218 874 895
Photo

Post has attachment
COMO SURGIO A PROFISSÃO DE BARMEN ?

Barman é uma palavra inglesa, quer dizer homem do bar, e se refere ao profissional que trabalha em estabelecimentos servindo bebidas alcoólicas aos seus clientes, mais freqüentemente em bares. Não há registros da origem desta função, mas acredita-se que deva ser uma profissão muito antiga e que remonte ao tempo das tavernas. Em 1950 foi criada a International Bartenders Association (IBA), que estabelece normas de conduta à categoria.


História recente

Nos anos 30, a população norte-americana sofria os efeitos da crise econômica de 1929 dentre eles, o desemprego. Com a auto-estima afetada, a população abusava de medicamentos e do álcool, o que elevou a taxa de suicídios e trouxe sérios problemas à saúde pública. Com isso, o governo norte-americano implantou uma medida intitulada "Lei Seca" que proibia a produção, o comércio, e por fim, o consumo de toda e qualquer bebida alcoólica dentro do país. Essa medida tornou-se uma lei.
Contudo, o consumo de álcool não cessou. O negócio das bebidas ilegais foi parar nas mãos da Máfia que contrabandeava e comercializava a mercadoria ilegal utilizando-se de sua forte imponência social, poder de fogo, privilégios políticos e por meio de corrupção policial.
Nessa época, os bares ilegais eram montados em porões secretos e barrados por portas de aço. Nesses locais, conhecidos como "speak case" ("falem baixo"), a bebida era vendida livremente. Um homem de confiança da Máfia era o homem do bar, responsável pelas preciosas bebidas e também pelo sigilo e segurança econômica do bar.
Além de toda responsabilidade organizacional, o barman era um jogador, dissimulado, elegante e discreto, além de precisar de raciocínio rápido e criatividade. Conta-se que em certa batida policial a um desses porões, o barman, antecipando-se à chegada dos oficiais, adicionou uma porção de suco de laranja aos copos de vodka que estavam sendo servidos naquela noite. Uma vez que lhe perguntam do que se tratava a bebida de cor amarela ele responde convictamente: suco de laranja!
Ele não só salvava seu bar, mas também dava origem ao que hoje conhecemos como coquetelaria. Hoje, o barman é um alquimista moderno.

Barman clássico

Ele conhece a origem das bebidas, sua composição, suas propriedades, sua história, suas características, seus efeitos no organismo e seu infinito potencial gastronômico. Sabe como preparar os diversos coquetéis internacionais e criar suas próprias receitas, bem como decorá-las e oferecê-las. São geralmente profissionais com mais tempo no segmento e lideram a brigada operacional do bar. Trabalham em trajes sociais, e freqüentemente falam mais de um idioma, o que os favorece em uma carreira internacional, por também se adequarem aos formatos de restaurantes de alta gastronomia, hotéis internacionais, "pubs", "piano bar's" e navios de cruzeiro.
[editar]Barman contemporâneo (mixólogo ou mixologista)
Esse profissional geralmente começa na profissão como barback, auxiliando o barman a abrir garrafas e repondo o gelo quando é preciso. O que o torna diferenciado é o seu conhecimento sobre as bebidas que estão no mercado nos dias de hoje. Ele utiliza dos seus conhecimentos para criar novos aromas, sabores e consistências. Harmoniza com ciência ingredientes inusitados. No Brasil são geralmente contratados por empresas fabricantes de bebidas para elaborar novos flavors, criar novas tendências de consumo e ministrar cursos. Vestem-se de maneira a divulgar a marca para qual atuam.
Bartender free style

O bartender free-style atua de forma dinâmica. Hoje em dia, esse profissional treina malabarismo, pirofagia, acrobacia, e mágica. Dentre essas habilidades, o malabarismo com as garrafas, ou flair, atinge grande popularidade e já existem diversos torneios ao redor do mundo que premiam os melhores desempenhos. Seu conhecimento em coquetelaria é suficiente para o perfil de eventos em que atua. Costumam improvisar muito bem, e suas misturas são inusitadas combinações de "sodas" com bebidas destiladas, que decoram com gelo-seco ou sticks de neon, provocando uma agradável impacto visual aos eventos. Procuram servir de forma ágil e dinâmicas as bebidas de domínio público jovem como as vodkas ice e os energéticos. Vestem-se de forma a agradar ou impressionar o público alvo da casa, usando boinas, bandanas, faixas, pulseiras, piercings e penteados modernos. Trabalham geralmente como free-lancers em boates, baladas, shows, raves, casas noturnas, nightclubs, agências e eventos em geral.
Nightclub bartender
Assim como ja foi dito anteriormente, Nightclub Bartender é simplesmente aquele Barman que se dedica ao trabalho em Baladas (Nightclubs), Eventos (Open-Bar, Lounge e outros) e Grandes eventos (Shows, Raves e outros).Esse tipo de trabalho envolve sobretudo a agilidade do trabalho dentro do Bar, baseando-se sempre em um mise-en-place de qualidade, onde o Chefe de Bar normalmente irá organizar o ambiente de trabalho e disponibilizar todos os produtos que serão vendidos e servidos ao longo da festa.
Recolher esta postagem
Photo

Post has attachment
COMO SER UM BOM DJ.


Hoje em dia,ser DJ está entre as profissões mais desejadas do mundo.O motivo é muito simples: viver nas baladas,produzir suas próprias músicas,fazer remixes e animar o pessoal à noite não parece ser tão ruim para muitas pessoas.No entanto ser DJ envolve um compromisso com a profissão,e por isso não é tão fácil quanto parece.Ser DJ é fácil,agora ser um bom DJ e realmente tocar de verdade na balada e alcançar o sucesso,como Armin Van Buuren,Tiesto,David Guetta e muitos outros,não é fácil.Por isso,trouxemos 5 dicas para vocês de como realmente ser um bom DJ e como obter o sucesso na profissão.

Obs:. Essas dicas são tanto para quem já é DJ,como para quem ainda quer ser ou está cursando.

1- Especialize-se em um estilo

Esse é o básico!Para ser um DJ,você precisa primeiro escolher um estilo.Os estilos variam bastante,de Eletrônico à Black Music,da batida mais lenta até a mais rápida.Depois de definir seu estilo,você precisa estudar bastante sobre ele.Saber história,elementos que o compõe,principais nomes desse estilo,estar antenado nas novidades,etc.Se você ainda estiver em dúvida na diferença entre eles,comente aqui neste post que eu o ajudarei!

2- Atualize-se

Você acredita que uma pessoa  que não entende nada sobre música eletrônica,que não sabe os principais nomes do seu estilo e que não tem um diferencial vai ser um bom DJ?Claro que não!Por isso,é muito importante que você se atualize no mundo da e-music e principalmente no estilo escolhido por você.Para ficar sempre atualizado,acompanhe sites de música eletrônica,fan pages sobre o assunto,etc.Existem revistas sobre música eletrônica como a DJ Sound,uma revista on line que sempre traz novidades sobre o mundo electro.Vale a pena conferi-la!Outra coisa é você ter o diferencial.Trazer algo novo lá de fora que ainda não tem aqui no Brasil.Uma dica bem legal!!

3- O curso 

Muitas pessoas perguntam se para  ser DJ precisa de um curso.A resposta é não,mas como todos já sabem,conhecimento nunca é demais.A internet vem dando cada vez mais dicas de como aprender um idioma,como fazer produtos e até mesmo de como ser DJ.Nesse sentido é muito bom um curso de DJ,porque certamente se você decidir aprender a profissão por conta própria,você irá se confundir muito por causa da internet.Um site falará uma coisa e o outro falará outra,e cada um dirá que a sua afirmação é a correta!Por isso que é sempre bom fazer o curso,pois nele você aprenderá exatamente o que você precisa e ainda pode tirar suas dúvidas.No curso, pessoas que entendem do assunto ensinarão você,na internet você não sabe quem está dando as dicas,e por isso fica em dúvida se deve confiar!Recomendo o curso da AIMEC (Academia Internacional de Música Eletrônica).Para fazer o curso lá,não precisa ter nenhum conhecimento e também não precisa gastar muito,pois eles fornecem todos os equipamentos!Mas lembre-se: Algumas coisas de como ser um bom DJ você aprenderá sozinho na prática.Esses conhecimentos,nenhum curso e nenhum um site  poderão te ensinar!

4- Interprete o público

Para muitos DJs,você precisa ter sensibilidade e interpretar o público.Você precisa entender o que o público está querendo.Interpretar não quer dizer fugir do seu estilo,mas sim,tocar aquela faixa ou aquele ritmo que você produziu que todo mundo está pedindo!Esse é um ponto que muitos possuem dúvida,porque acham que interpretar é fugir do estilo que você escolher para agradar a plateia,mas não é isso.Ter sensibilidade é sentir a vibe do povo e devolve-la.Se o público está animado,deixe eles mais animados ainda!Agora se não estão tão animados assim,você precisa  fazer a noite valer a pena!

5- Praticar 

Se você não consegue ter muita habilidade com as pick ups,o segredo é praticar bastante.Aprender tocar em uma pick up é que nem tocar guitarra,você não aprenderá na primeira vez,você precisa praticar!Quanto mais você treinar,melhor vai ficar,e assim aumentará sua capacidade e suas habilidades.Como ser DJ não é fácil,o segredo para ter o controle sobre os equipamentos é realmente treinar!

* Uma coisa  legal de  você ter é o seu próprio símbolo ou seu próprio logo.Ex: o do Deadmau5 é um capacete de rato,que tem tudo a ver com o seu nome!O que você precisa entender é que esse logo não deixa você ser um DJ melhor,mas faz com que as pessoas lembrem de você mais facilmente,como se fosse sua marca registrada!
Photo
Wait while more posts are being loaded