Post is pinned.Post has attachment
"Wiley deixou de lado o Racing Form e se levantou. Estalou a língua, demonstrando pesar: — Ei, o senhor não me parece muito bem, Sr. Walters — disse ele ..."

Post has attachment
Quadrinhos do Terror apresenta: "Um Caso Verídico!. Revista Calafrio nº 11, outubro/1982. Texto: Ota Barros; Desenhos: J. Shimamoto. Estúdio D - Arte Criações Ltda, São Paulo.

"Calafrio" foi uma revista de histórias em quadrinhos de terror que circulou de 1981 até o início dos anos 1990. Pertencia à editora D-Arte (fundada em 1981, em São Paulo) de Rodolfo Zalla. Era uma produção só com artistas nacionais.
PhotoPhotoPhotoPhotoPhoto
25/05/2017
6 Photos - View album

Post has attachment
Quadrinhos do Terror apresenta: "Janjão Terra de Cemitério". Revista Calafrio nº 11, outubro/1982. Desenhos: Antonio Esteves. Estúdio D - Arte Criações Ltda, São Paulo.

"Calafrio" foi uma revista de histórias em quadrinhos de terror que circulou de 1981 até o início dos anos 1990. Pertencia à editora D-Arte (fundada em 1981, em São Paulo) de Rodolfo Zalla. Era uma produção só com artistas nacionais.
Photo
Photo
25/05/2017
2 Photos - View album

Post has attachment
A Morte Absoluta

Morrer.
Morrer de corpo e de alma.
Completamente.

Morrer sem deixar o triste despojo da carne,
A exangue máscara de cera,
Cercada de flores,
Que apodrecerão - felizes! - num dia,
Banhada de lágrimas
Nascidas menos da saudade do que do espanto da morte.

Morrer sem deixar porventura uma alma errante...
A caminho do céu?
Mas que céu pode satisfazer teu sonho de céu?

Morrer sem deixar um sulco, um risco, uma sombra,
A lembrança de uma sombra
Em nenhum coração, em nenhum pensamento,
Em nenhuma epiderme.

Morrer tão completamente
Que um dia ao lerem o teu nome num papel
Perguntem: "Quem foi?..."

Morrer mais completamente ainda,
- Sem deixar sequer esse nome.

(Manuel Bandeira)

Photo

Post has attachment
Inscrição Para Um Portão de Cemitério

Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.

Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!"

(Mário Quintana)
Photo

Post has attachment
Domingo, 19 de junho de 1966. O Rev. e a Sra R. W. Hardy, um casal de aposentados em férias do Canadá, visitam a Casa da Rainha, o National Maritime Museum, não sem antes terem lido sobre a Escada Tulipa que estavam interessados ​​em vê-la por si mesmos. Enquanto lá, ao pé da escada e olhando para cima, o Sr. Hardy tira esta fotografia ... (leia mais) #fenômeno #fantasmas 

Post has attachment
"O vasto castelo, tão cheio de graça e majestade, que foi, no entanto, quadro e moldura de tão hediondos crimes. Os poetas cantaram em rima e versos livres, as noites de amor de Matelda e os apelos desesperados de suas jovens vítimas enviadas ao Criador com o único “Viático” de um traiçoeiro beijo!..." #mitos #lendas #folclore #toscana #italia

Post has attachment
Jaino foi levado a uma árvore próxima, no tombo de um cavalo e tendo a corda passada no pescoço. Num movimento rápido, o carrasco alçou um galho forte e depois de proferidas as palavras do Wandor preparou-se para espalmar o animal, deixando o condenado balançando-se pelo pescoço na ponta da corda ... (Um conto de Norman B. Peace)

Post has attachment
"Chamo-me Boffer Bings. Nasci de pais honestos, malgrado muito pobres. Meu pai era fabricante de óleo de cão, e minha mãe tinha, ao pé da igreja da vila, um pequeno gabinete, onde eliminava bebês indesejados ..." (Um conto de Ambrose Bierce) 

Post has attachment
Essa formação está localizada na Sibéria, e é chamada de Cratera de Batagaika, mas alguns moradores locais a chamam de “Porta para o Submundo”. É, de fato, um nome assustador para um local igualmente assustador. Leia mais #curioso 
Wait while more posts are being loaded