Post is pinned.Post has attachment

Post has shared content
CONTRAMÃO

Como a maldade egoista, sombria
Que do homem o bem lhe é tirado
Qual apenas, o ruim, é seu brado
De falseta, e cuja a ação é tirania

Não aguenta nunca a luz do dia
O qual, de amor, não é adornado
O teu peito pra glória é fechado
No cruel interesse: a idolatria!

E hoje, entre tantos, muitos são
De um coração ermo, ressecado
Horrendo, traindo na contramão

Pulsam cobiça, e seus espinhos
Repugnam a honra de outrora
Empedrando de ira os caminhos

© Luciano Spagnol
poeta do cerrado
Outubro de 2018
Cerrado goiano
Olavobilaquiando

copyright © Todos os direitos reservados.
Se copiar citar a autoria – Luciano Spagnol

#poesia #poetadocerrado #poetadearaguari #poetamineirodocerrado #cerradogoiano #poesiaempauta #poetandonocerrado #lucianospagnol #cerrado #araguarino

#maldade #contramao
Photo

Post has attachment
“A uno scarafaggio si può dire qualsiasi cosa ci venga in mente, perfino che il coraggio è fatto di paura, che in questi mesi avevi avuto spesso paura, che soprattutto ne avevi avuta quando era giunto il plotone di esecuzione. Loro non se n’erano accorti, ma obbligarti a quella calma e quella spavalderia era stata una fatica terribile: sulla motovedetta non ne potevi più. Anche un’ora fa non ne potevi più. E mezz’ora fa, e un minuto fa.” (O. Fallaci: Un uomo).
https://vittorianoborrelli.blogspot.com/2018/10/un-uomo.html
UN UOMO
UN UOMO
vittorianoborrelli.blogspot.com

Post has shared content

Post has attachment
MY hotel view Sorrento to write Gigolo School I need few friends who like to sing and Drink wine for Six months
Photo

Post has attachment
Mitos indígenas de Venezuela (2): “Cuando se las enseñé a algunos Orenoqueponi, prometieron llevarme a una montaña que contenía muy grandes piezas, donde aparecían de la misma manera que sucede con los diamantes. Que sean cristal de roca, diamantes de Bristol o zafiro no lo sé todavía; pero…” Disfrute el contenido completo de este y otros textos similares en el siguiente enlace:
http://letrasllaneras.blogspot.com/2013/10/mitos-indigenas-de-venezuela-2-los.html

Post has shared content
Insanidade

Servente ao pensamento dormente
Ora em lampejos de lucidez, ora
Em apagões da balela traidora
Logo, chorais, amarguradamente

Desejais regressar... tarde a hora
Entristeceis... árida é a corrente
Angústia e desejo, é recorrente
Quando a insensatez te devora

Sofreis do aluamento, lembrança
Pois da sua tão pouca sanidade
Fura-te o peito, ferido por lança

Triste engano! agita-se a fatuidade
Te rouba a tua sedenta esperança
E te jogam no porão da falsidade...

© Luciano Spagnol
poeta do cerrado
Outubro de 2018
Cerrado goiano
olavobilaquiando

copyright © Todos os direitos reservados.
Se copiar citar a autoria – Luciano Spagnol

#poesia #poetadocerrado #poetadearaguari #poetamineirodocerrado #cerradogoiano #poesiaempauta #poetandonocerrado #lucianospagnol #cerrado #araguarino

#insanidade
Photo

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded