Post has attachment
IMAGENS FORTES: DROGADO, HOMEM MORRE AO PULAR DO TELHADO DE CASA EM PISCINA IMAGINÁRIA!
Após passar a noite inteira consumindo drogas, um homem pôs traje de banho e subiu ao telhado de sua casa, imaginando que lá embaixo havia uma piscina. Apesar dos insistentes apelos de familiares e amigos para que ela não pulasse, ele pulou. Um voo fatal. O caso se deu na Turquia. Muito triste, veja o vídeo!
http://www.sossobriedade.com.br/2015/07/imagens-fortes-drogado-homem-morre-ao-pular-do-telhado-de-casa-em-piscina-imaginaria.html

Post has attachment
VÍDEO – CAMPANHA ANTIDROGAS MOSTRA O ‘ANTES E DEPOIS’ DE USUÁRIOS DE DROGAS!
Olá Pessoal do grupo! É um prazer poder estar com vocês novamente. Em virtude do grande número de comentários e participação do último post, estou fazendo uma campanha antidrogas para conscientizar a população. Peço que compartilhem e comentem este vídeo de grande importância! Uma das transformações mais chocantes mostradas, que retratam o poder destruidor das drogas. Umas das histórias contadas na campanha é a de Amy. Ela tinha 25 anos quando foi presa pela primeira vez. O site Rehabs.com pediu a 200 pessoas que adivinhassem quantos anos se passaram entre a primeira e a última foto. As pessoas disseram, em média, 21 anos. Na realidade, se passaram dez anos. Assista o vídeo com imagens chocantes de antes e depois das drogas !
‪#‎drogas‬ ‪#‎vídeos‬ 
http://www.sossobriedade.com.br/2015/07/campanha-antidrogas-antes-e-depois-das-drogas.html

Post has attachment
VÍDEO MOSTRA IMAGENS CHOCANTES DO QUE A NOVA DROGA KROKODIL FAZ!
Seus efeitos colaterais são bizarros! A droga krokodil apodrece a carne no local onde é aplicada a droga, expondo ossos e músculos. Veja o vídeo chocante que mostra imagens do que a Krokodil faz!
http://www.sossobriedade.com.br/2015/07/video-droga-krokodil.html

Post has attachment
Só por hoje

Novas idéias 23 de dezembro

“Reavaliamos as nossas velhas idéias, a fim de conhecermos
as novas idéias que levam uma nova maneira de viver.”

Texto Básico, p. 102

Aprender a viver um novo modo e vida pode ser difícil. Algumas vezes, quando a caminhada fica especialmente dura, ficamos tentados a seguir o caminho mais fácil e viver regido por nossas velhas idéias novamente. Esquecemos que nossas velhas idéias estavam nos matando. Para seguir uma nova maneira de viver, precisamos abrir nossas mentes a novas idéias.
Trabalhar os passos, assistir às reuniões, partilhar com os outros, confiar em um padrinho, essas sugestões podem encontrar nossa resistência e até mesmo nossa rebeldia. OP programa de NA requer esforço, mas cada passo do programa nos traz mais perto de ser as pessoas que verdadeiramente queremos ser. Queremos mudar, crescer e nos tornar alguma coisa a mais do que somos hoje. Para fazer isso, abrimos nossas mentes, experimentamos as novas idéias que encontramos em NA e aprendemos a viver um novo modo de vida.

Só por hoje: Eu abrirei minha mente para novas idéias e aprenderei a viver minha vida de uma nova maneira.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1535362156711808/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com

Post has attachment
Só por hoje

22 de dezembro Uma nova maneira de viver

“Todos nós enfrentamos o mesmo dilema quando chegamos no fim da linha e descobrimos que não conseguimos mais funcionar como ser humano, com ou
sem drogas... ou continuar; da melhor maneira possível, até o amargo fim,
(prisão, instituição ou morte), ou encontrar uma nova maneira de viver.”

Texto Básico, p. 95



Qual foi o pior aspecto de nossa adicção ativa? Para muitos de nós não era a possibilidade de que poderíamos morrer algum dia de nossa doença. A pior parte era a morte em vida que experimentávamos todo dia, a interminável falta de sentido da vida. Nós nos sentíamos fantasmas ambulantes, e não partes vivas e amorosas do mundo à nossa volta.
Em recuperação, viemos a acreditar que estamos aqui por uma razão: nos amarmos e amarmos aos outros. Trabalhando os Doze Passos, aprendemos a nos aceitar. Com esta auto-aceitação vem o respeito próprio. Vimos que tudo que fazemos tem um efeito nos outros, somos parte das vidas daqueles à nossa volta, e eles da nossa. Começamos a confiar em outras pessoas e tomar conhecimento de nossa responsabilidade para com elas.
Em recuperação, voltamos à vida. Mantemos nossas novas vidas contribuindo para o bem estar dos outros e buscando cada dia fazer isso melhor... é aí que o Décimo, o Décimo-Primeiro e o Décimo-Segundo Passos entram. Os dias de viver como um fantasma passaram, mas só enquanto desejamos ativamente ser saudáveis, amorosos, partes contribuintes em nossas próprias vidas e nas vidas dos outros à nossa volta.



Só por hoje: Descobri uma nova maneira de viver. Hoje, procurarei servir aos outros com amor e amar a mim mesmo.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1535049750076382/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com

Post has attachment
Só por hoje

Aceitação e mudança 21 de dezembro

“A liberdade de mudar parece vir depois da aceitação de nós mesmos”.

Texto Básico, p. 63


Medo e negação são o contrário da aceitação. Nenhuma de nós é prefeito, nem a nossos próprios olhos: todos nós temos certos traços que, dada a oportunidade, gostaríamos de mudar. Algumas vezes ficamos espantados ao constatar como estamos longe de nossos ideais, tão espantados que tememos não ter a chance de nos tornarmos quem gostaríamos de ser. Aí é que entra nosso mecanismo de defesa da negação que nos leva ao extremo oposto: nada em nós precisa ser mudado, nós nos dizemos, então para que se preocupar? Nenhum dos dois extremos nos dá a liberdade de mudar.
Se somos um membro antigo de NA ou novo na recuperação, a liberdade da mudança só é adquirida pela prática dos Doze Passos. Quando admitimos nossa impotência e falta de controle de nossas vidas, desativamos a mentira que diz que não temos que mudar. Vindo a acreditar que um Poder maior que nós pode nos ajudar, perdemos o medo de que temos males irreparáveis, viemos a acreditar que podemos mudar. Nós nos entregamos aos cuidados de Deus de nossa compreensão e obtemos a força que precisamos para fazer um exame cuidadoso e honesto de nós mesmos. Admitimos a Deus, a nós mesmos e a outro ser humano o que encontramos. Aceitamos o bom e o mau em nós mesmos: com esta aceitação, nós nos tornamos livres para mudar.



Só por hoje: Eu quero mudar. Trabalhando os passos, anularei medo e negação e encontrarei a aceitação necessária para mudar.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1533577166890307/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com

Post has attachment
Só por hoje

20 dezembro Superando a auto-obsessão

“Ao vivermos os passos, começamos a abrir mão da auto-obsessão.”

Texto Básico, p. 105



Muito de nós viemos ao programa convencidos de que nossos sentimentos, nossas vontades e necessidades eram da maior importância para todos. A vida toda tínhamos praticado um comportamento de egoísmo e egocentrismo e acreditávamos que essa seRia a única maneira de viver.
O egocentrismo não cessa só porque paramos de usar drogas. Talvez, ao assistirmos nossa primeira reunião de NA, fiquemos certos de que todos na sala estão nos observando, nos julgando e nos condenando. Podemos exigir que nosso padrinho esteja à mão para nos ouvir na hora que quisermos... e ele, por sua vez, pode, gentilmente sugerir que o mundo não gira em torno de nós. Quanto mais insistirmos em ser o centro do universo, menos satisfeitos estaremos com nossos amigos, nosso padrinho e tudo o mais.
A liberdade da auto-obsessão pode ser encontrada através da concentração maior nas necessidades dos outros do que nas nossas. Quando os outros tiverem problemas, podemos oferecer ajuda. Quando recém-chegados necessitarem de carona para as reuniões, podemos levá-los. Quando os amigos estiverem se sentindo sós, podemos passar um tempo com eles. Quando nos sentirmos não amados, mas sim ignorados, podemos oferecer o amor e a atenção de que necessitamos a outra pessoa. Doando, nós recebemos muito mais em retorno – e essa é uma promessa em que podemos confiar.



Só por hoje: Partilharei o mundo com os outros, sabendo que eles são tão importantes como eu sou. Fortificarei meu espírito me doando.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1533576380223719/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com

Post has attachment
Só por hoje

Fazendo o que falamos 19 de dezembro

“As palavras nada significam até que as coloquemos em ação”.

Texto Básico, p. 63


O Décimo-Segundo Passo nos lembra de “praticarmos esses princípios em todas as nossas atividades”. Em NA temos exemplos vivos dessa sugestão à nossa volta. Os membros mais experientes, aqueles que parecem ter uma aura de paz os rodeando, demonstram as recompensas de terem aplicado este pouquinho de conhecimento em suas vidas.
Para receber as recompensas do Décimo-Segundo Passo, é vital que pratiquemos os princípios espirituais de recuperação, mesmo quando ninguém estiver olhando. Se nas reuniões falamos de recuperação, mas continuamos a viver como fazíamos na época da adicção ativa, nossos companheiros pensarão que não estamos fazendo nada mais do que citar frases de pára-choque de caminhão.
O que passamos para membros mais novos procede mais de como vivemos do que daquilo que dizemos. Se aconselharmos alguém a “entregar-se” sem haver experimentado o milagre do Terceiro Passo, provavelmente a mensagem não atingirá os ouvidos do recém-chegado para quem ela foi dirigida. Por outro lado, se “fazemos o que falamos” e partilhamos nossa experiência genuína de recuperação, a mensagem certamente será evidente a todos.



Só por hoje: Praticarei os princípios de recuperação, mesmo quando sou o único a saber.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1531886620392695/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Só por hoje

18 de dezembro A mensagem de nossas reuniões

“O fato de nós, em todo e qualquer grupo, nos concentrarmos na
mensagem, proporciona consistência; os adictos podem contar conosco”.

Texto Básico, p. 73



Os casos de nossas maluquices na adicção ativa podem ser engraçados. As histórias de nossas reações bizarras à vida, na época em que estávamos usando, podem ser interessantes. Mas elas tendem a passar mais confusão do que mensagem. Discussões filosóficas sobre a natureza de Deus são fascinantes. Argumentos sobre controvérsia correntes têm o seu lugar – no entanto, não numa reunião de NA.
Àquelas horas em que ficamos desgostosos com reuniões e nos vemos reclamando que “eles não sabem compartilhar” ou “foi outra sessão choramingante”, provavelmente são uma indicação de que temos que dar uma boa e dura examinada em como nós compartilhamos.
A mensagem verdadeira de recuperação é compartilharmos como chegamos e como permanecemos aqui através da prática dos Doze Passos. Isto é o que procuramos quando vamos a uma reunião. Nosso propósito primordial é levar a mensagem ao adicto que ainda sofre, e o que partilhamos nas reuniões pode tanto contribuir significativamente para este esforço como desvalorizá-lo enormemente. A escolha e a responsabilidade são nossas.



Só por hoje: Eu compartilharei minha recuperação numa reunião de NA.

https://www.facebook.com/1434828433431848/photos/a.1434994050081953.1073741827.1434828433431848/1531885280392829/?type=1&relevant_count=1

Fornecido por Como: http://www.como.com
Wait while more posts are being loaded