Post has attachment
Lista de relacionados do São Paulo tem sete meias e um centroavante

Hernanes durante treino no CT do São Paulo

Saiu a lista de relacionados do São Paulo para o confronto com o Flamengo, marcado para às 17 horas (de Brasília) desse domingo, no estádio do Pacaembu, na capital paulista. Dorival Júnior terá sete meias e apenas Lucas Pratto para a função de centroavante à disposição. Na zaga, Lugano não ficará nem no banco de reservas.



O zagueiro, que ainda não foi utilizado pelo técnico tricolor, faz processo de transição após contratura na panturrilha direita e está vetado. Além do camisa 5, Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Bruno (cervicalgia) e Gilberto (contratura na coxa esquerda), além de Brenner (disputa o Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira) são desfalques para a partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O último treino da equipe no CT da Barra Funda foi fechado à imprensa, mas a tendência é que o São Paulo entre em campo com: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares (Edimar); Petros, Marcos Guilherme, Hernanes, Cueva e Maicosuel; Lucas Pratto.



Fonte: ESPN

http://app.footballreal.com/news/spfc/31461
Photo

Post has attachment
São Paulo x Flamengo: prováveis times, desfalques, onde ver e palpites

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

São Paulo e Flamengo se enfrentam neste domingo, às 17h, no Pacaembu, tentando não se complicar em seus objetivos neste Brasileiro. O Tricolor, que cedeu o Morumbi para show do U2, iniciou esta 30ª rodada em 15º lugar, com 34 pontos, a duas posições e dois pontos da zona de rebaixamento, e precisa abrir distância. O Rubro-Negro, sexto colocado com 46 pontos, mira uma vaga direta na Libertadores - está a quatro pontos dessa faixa da tabela.



Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 22/10/2017 - 17h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (ambos do PR)
Onde ver: TV Globo (para RJ, RS, ES, GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF), Premiere e tempo real no LANCE! (assista também no L! Sports Bar, na rua Professor Milton Rodrigues, 100, em São Paulo)

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar (Júnior Tavares); Petros e Hernanes; Marcos Guilherme, Cueva e Maicosuel (Lucas Fernandes); Pratto. Técnico: Dorival Júnior
Desfalques: Lugano, Gilberto, Bruno, Morato e Wellington Nem (problemas físicos) e Brenner (Mundial Sub-17)
Pendurados: Rodrigo Caio, Lucas Fernandes, Jonatan Gomez, Hernanes, Renan Ribeiro, Bruno, Petros e Pratto

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Juan, Réver e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Éverton Ribeiro (Berrío), Everton e Lucas Paquetá. Técnico: Reinaldo Rueda
?Desfalques: Guerrero e Vinicius Junior (problemas físicos)
Pendurados: Willian Arão, Éverton Ribeiro, Márcio Araújo, Berrío, Gabriel, Réver, Mancuello, Rodinei e Cuellar

PALPITES: Na redação do LANCE!, 25% das pessoas que responderam à pesquisa apostam na vitória do São Paulo, enquanto 50% acreditam que o Flamengo vai ganhar e outros 25% creem no empate.

Fonte: LANCE!Net

http://app.footballreal.com/news/spfc/31459
Photo

Post has attachment
Instável, São Paulo tenta se afastar do Z4 contra o embalado Flamengo

Sob pressão, São Paulo pode ter mudanças na escalação diante do Flamengo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A luta do São Paulo contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro ganhará um novo capítulo neste domingo. A partir das 17 horas (de Brasília), o time tricolor enfrentará o embalado Flamengo no segundo jogo da série de cinco como mandante no Pacaembu.



Vindo de derrota para o Fluminense, o São Paulo só não chegará mais pressionado para o confronto porque não retornou à zona da degola ao final da 29ª rodada – equipe caiu para o 15º lugar, com 34 pontos, apenas dois acima do grupo de descenso. Com mais uma chance de se afastar dos últimos colocados, o Tricolor tem o Pacaembu como trunfo para deter o rival carioca.

“Contra o Atlético-PR, a nossa torcida jogou com o time e nos ajudou em busca da vitória. E que a gente consiga repetir isso contra o Flamengo. Precisamos vencer e fazer valer o nosso mando de campo. Será um jogo difícil, mas temos que pontuar para subir na tabela”, projetou o zagueiro Arboleda.

Insatisfeito com a apática atuação do São Paulo na última quarta, o técnico Dorival Júnior deve realizar mudanças na escalação. O meia Lucas Fernandes, apagado nas últimas partidas, pode ceder espaço a Maicosuel ou Shaylon. Na lateral esquerda, Júnior Tavares corre riscos de perder a titularidade para Edimar após ter cometido pênalti infantil contra o Fluminense.

O São Paulo fez um mistério total para o duelo. Dorival fechou os portões do CCT da Barra Funda durante os treinos de sexta e sábado. A imprensa não teve acesso nem sequer para realizar as tradicionais entrevistas coletivas. Tudo para manter o elenco blindado e esconder possíveis novidades para o embate com o Rubro-Negro carioca.

Já o Flamengo, na sexta posição com 46 pontos, ganhou fôlego após a goleada de 4 a 1 sobre o Bahia e visa atingir a sua terceira vitória consecutiva para ficar mais próximo de uma vaga na Copa Libertadores de 2018. Esse desejo de embalar no Campeonato Brasileiro é antigo no Rubro-Negro e, na visão do técnico colombiano Reinaldo Rueda, pode ser este o momento oportuno.

“O Flamengo tem uma mística de não aceitar derrotas e precisamos e estamos procurando recuperar isso. Ganhamos bem do Bahia e tem um jogo complicado com o São Paulo, mas que devemos encarar como se a vitória fosse o único resultado realmente interessante”, disse o treinador.

A necessidade de triunfo e a campanha irregular do rival não anima os flamenguistas, no entanto. “O São Paulo tem um time que vem conseguindo somar os pontos em casa e por isso conseguiu deixar a zona de rebaixamento. O time deles é qualificado e poderia estar em uma situação melhor na tabela de classificação. Assim, teremos que fazer um grande jogo e encontrar alternativas para penetrar na defesa deles. Estamos confiantes, mas sabendo que será complicado”, avaliou o zagueiro Réver.

O Flamengo ganhou um desfalque de última hora para o confronto. Com dores na coxa esquerda, o centroavante Paolo Guerrero nem sequer viajou para São Paulo. O substituto do peruano será Lucas Paquetá, meia que vem jogando improvisado no ataque do time comandado por Reinaldo Rueda.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X FLAMENGO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 22 de outubro de 2017, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (ambos do PR)

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares (Edimar); Petros; Marcos Guilherme, Cueva, Hernanes e Lucas Fernandes (Maicosuel ou Shaylon); Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão, Diego e Everton; Berrío e Lucas Paquetá
Técnico: Reinaldo Rueda

Fonte: Gazeta Esportiva

http://app.footballreal.com/news/spfc/31460
Photo

Post has attachment
Sub-17 vence o Santos na abertura das quartas do Paulista

Foto: Igor Amorim / saopaulofc.net

Abrindo as quartas de final do Campeonato Paulista Sub-17, o São Paulo foi ao litoral Paulista enfrentar o Santos. Jogando no CT Rei Pelé, os são-paulinos conseguiram uma vitória por 2 a 1, gol feitos por Ed Carlos e Antony, e levam vantagem para a disputa de volta.



O Tricolor começou com tudo e não deu espaço para o rival nos primeiros minutos de jogo. Antony, pela esquerda, infernizou o rival, e o São Paulo teve diversas oportunidades. Aos dez minutos, o meio-campista foi derrubado na área e na cobrança, Ed Carlos converteu, colocando o Tricolor na frente.

Ainda melhor na partida, os são-paulinos tiveram duas grandes oportunidades com Vitinho. Na primeira, Antony lançou o atacante, que ficou na frente do goleiro e finalizou, mas à direita do gol, muito perto das redes. Na segunda, Antony cruzou da esquerda e ele finalizou na área, novamente rente à trave direita. 

Apesar das chances desperdiçadas, os jovens tricolores conseguiram ampliar ainda no primeiro tempo, e com Antony, que brilhou na etapa inicial. Ele recebeu a bola na esquerda e acertou uma bomba em chute cruzado, que passou entre o goleiro e a trave esquerda: 2x0 São Paulo.

Em desvantagem, o Santos veio atrás do gol e dificultou o início do segundo tempo para os tricolores. Aos 12 minutos, pênalti para o rival, mas o goleiro Eduardo apareceu e impediu o gol santista. Em seguida, Orlando mudou o ataque: saiu Vitinho, entrou Taylor.

O jogo seguiu pegado, com o Santos tentando diminuir e o Tricolor arriscando os contra-ataques. Aos 35, mais duas mudanças no São Paulo com as entradas de Miguel e Gilson nos lugares de Lucas Fasson e Paulinho. Em seguida, veio Antônio Falcão na vaga de Antony. Nos minutos finais, na pressão, o Santos diminuiu.

A partida de volta está marcada para o próximo domingo (29), às 15h, em Cotia. Para avançar à semifinal, o São Paulo pode perder por até um gol de diferença. O jogo tem entrada gratuita para os torcedores que quiserem apoiar o futuro do Tricolor.

São Paulo: Eduardo; Sena, Hiago, Felipe e Wellington; Marcos Júnior, Lucas Fasson (Miguel, 35min/2ºT), Ed Carlos, Antony (Antônio Falcão, 38min/2ºT), Paulinho (Gilson, 35min/2ºT) e Vitinho (Taylor, 16min/2ºT)
Técnico: Orlando Ribeiro

Sub-15

No ABC Paulista, o Tricolor Sub-15 somou nova vitória no Estadual. Diante do São Bernardo, os garotos da equipe infantil enfrentaram um jogo pegado, mas conseguiram voltar para Cotia com vantagem no marcador: 3x2, gols de Cachoeira, Luizão e Marquinhos. O jogo de volta as quartas de final está marcado para o sábado (28), às 9h, no CFA, com entrada livre para os torcedores.

Fonte: Site Oficial

http://app.footballreal.com/news/spfc/31457
Photo

Post has attachment
Tricolor defende tabu contra o Flamengo

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Na briga para subir na tabela do Campeonato Brasileiro de 2017 e, consequentemente, se afastar da zona do rebaixamento, o Tricolor entrará em campo para encarar o Flamengo neste final de semana com um único objetivo: conquistar um resultado positivo. Como mandante – cenário do confronto deste domingo (22) -, o São Paulo defenderá um tabu diante dos cariocas.



Nos últimos dez anos, o time são-paulino foi derrotado apenas uma vez pelos flamenguistas: no dia 2 de outubro de 2011, no Morumbi, por 2 a 1, no jogo que marcou a reestreia do atacante Luis Fabiano. Neste período, foram cinco vitórias, quatro empates e apenas este revés no reencontro do Fabuloso com a torcida tricolor.

Como mandante, o São Paulo tem amplo retrospecto favorável sobre o adversário: 32 triunfos, 21 empates e 16 derrotas, em 69 partidas. Historicamente, no duelo geral entre os clubes, a vantagem também é do São Paulo. Em 128 partidas, foram 50 vitórias, 37 empates e 41 derrotas (213 gols marcados e 171 sofridos).

Pelo Campeonato Brasileiro, torneio que colocará frente a frente as equipes no Estádio Paulo Machado de Carvalho, os paulistas também levam a melhor: venceram 22 dos 56 duelos, além de 16 empates e 18 derrotas.

Fonte: Site Oficial

http://app.footballreal.com/news/spfc/31451
Photo

Post has attachment
Gilberto e Lugano vão a campo, mas ainda desfalcam São Paulo por lesões

Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Dorival Júnior não perdeu nenhum jogador por suspensão para enfrentar o Flamengo, às 17h deste domingo, no Pacaembu. Mas não recebeu nenhum reforço do departamento médico do São Paulo. Nem Gilberto e Lugano, que já até trabalham no gramado do CT da Barra Funda, porém seguem como desfalques.



Gilberto completa o seu quarto jogo consecutivo como ausência - a última partida em que foi relacionado ocorreu no dia 1º, diante do Sport. O atacante trata uma contratura na coxa esquerda e iniciou a transição do Reffis para o campo nessa sexta-feira, realizando os primeiros exercícios no gramado desde que foi constatada a lesão. Mas segue sob cuidados dos fisioterapeutas.

Lugano está em fase um pouco mais avançada. O zagueiro recebeu uma pancada na panturrilha direita no aquecimento do treino do último dia 6 e acabou tendo uma contratura na região. O uruguaio está em fase de transição para o gramado e, de acordo com imagens divulgadas pelo São Paulo do treino fechado deste sábado, fez atividade física com os colegas.

Apesar de não ter condições de entrar em campo, contudo, Lugano deve estar no Pacaembu neste domingo. Ele já viajou com o elenco para os jogos contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, e o Fluminense, no Rio de Janeiro, mesmo vetado pelo departamento médico, e, no fim de semana passado, esteve nos vestiários na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, no Pacaembu.

Os outros desfalques de Dorival Júnior são o lateral-direito Bruno, com dores cervicais, e os atacantes Brenner, que disputa o Mundial sub-17 na Índia, Morato e Wellington Nem, que passaram por cirurgia em seus joelhos direitos e não atuarão mais neste ano.

Na lista de relacionados, Dorival escolheu 24 jogadores, e será obrigado a cortar um. É bem provável que seja um dos goleiros, já que o técnico optou por levar três da posição - deve escolher entre Renan Ribeiro e Denis para ficar na reserva de Sidão.

Fonte: LANCE!Net

http://app.footballreal.com/news/spfc/31454
Photo

Post has attachment
Tricolor vence novamente o Red Bull e avança às quartas do Paulistão Sub-20

Foto: Renata Lutfi/saopaulofc.net

Após vencer por 4 a 0 o jogo de ida, com dois gols de Toró, um de Geovane e um de Bissoli, o São Paulo reencontrou o Red Bull pela segunda e decisiva partida das oitavas de final do Campeonato Paulista Sub-20, na manhã deste sábado (21). O Tricolor venceu novamente, por 2 a 0, gols de Gabriel Sara e Caíque, cravando a classificação para às quartas de final. 



Mesmo com a ampla vantagem, Jardine optou novamente por um time ofensivo. Sem poder contar com Rodrigo, Rony e Pedro, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o São Paulo foi escalada com Lucas Paes, Belão, Walce, Neves e Liziero; Cássio, Paulinho e Gabriel Sara, Igor, Marquinhos Cipriano e Toró.

Com melhor campanha na fase anterior, o São Paulo poderia até perder por quatro gols de diferença no duelo em Cotia. Mesmo com ampla vantagem, o Tricolor já começou no ataque. No primeiro lance, Cássio colocou Marquinhos na cara do gol, mas o atacante perdeu a disputa para o goleiro. Depois foi a vez de Liziero cruzar para Marquinhos, que não conseguiu finalizar para o fundo do gol.

Toró chegou em velocidade na linha de fundo e cruzou, mas o zagueiro do Red Bull afastou pela linha de fundo. A insistência se transformou em gol aos 28 minutos. Em jogada individual na entrada da área, Gabriel Sara dominou, passou para a melhor perna e finalizou, 1 a 0.

Com mal-estar, Belão não voltou do intervalo, entrando Tuta. O time de Cotia se mantinha ofensivo, e em boa jogada de Gabriel Sara e Liziero, Marquinhos finalizou, mas a bola saiu rente a trave. Saíram Cássio, Marquinho e Toró, entrando Luan, Bissoli e Caíque. Aos 23 minutos, a nova dupla de ataque já funcionou. Bissoli passou para Caíque finalizar, 2 a 0. Nas duas últimas substituições, entraram Bruno Dip e Geovane, saindo Liziero e Igor. 

Com a vaga garantida, o São Paulo volta a campo provavelmente no próximo sábado, dia 28 de outubro, às 15h, porém, só conhecerá seu adversário no final da tarde deste sábado (21), ao término da rodada das oitavas de final.

Fonte: Site Oficial

http://app.footballreal.com/news/spfc/31456
Photo

Post has attachment
Muricy: problema do São Paulo é 'acomodação' após período de glórias

Muricy acredita que o São Paulo tem o melhor elenco entre as equipes que lutam contra o Z-4 (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O drama do São Paulo em 2017 nada mais é que o resultado de uma “acomodação a que o clube escolheu se submeter depois do último período de glórias do time, que terminou em 2008”. A avaliação é do ex-técnico Muricy Ramalho, que comandou a equipe tricampeã brasileira em 2006, 2007 e 2008 e que acredita que o sufoco deste ano vai ser decisivo para que o São Paulo volte a ser o que era.



Ao Estado, ele diz que a queda do time tricolor no Campeonato Brasileiro seria uma grande surpresa, já que, em sua avaliação, o clube tem o melhor plantel entre as mais de 10 equipes que lutam para ficar na Série A em 2018.

Aposentado como técnico desde o ano passado, Muricy Ramalho foi acionado recentemente para atuar como coordenador de futebol do São Paulo. Negou por ter contrato assinado com uma emissora de TV, mas se colocou à disposição a ajudar como consultor informal da comissão técnica. Considera a possibilidade de retornar a algum clube, como coordenador, após a Copa do Mundo de 2018.

Para Muricy Ramalho, o equilíbrio do Brasileirão, com tantos times brigando na parte de baixo da tabela de classificação, revela um grande problema: o maior campeonato do País piorou tecnicamente. Entre os principais motivos estão a venda de bons jogadores para o exterior e a falta de competência das diretorias em repor as peças.

Muricy Ramalho falou sobre a briga pelo título do Brasileirão. Disse que o Corinthians tem vantagem, mas vê Grêmio e Santos ainda como possíveis candidatos a tirar o título do clube alvinegro. Sobre a seleção brasileira, fez um alerta: apesar do bom momento, o time do técnico Tite precisa medir forças contra selecionados europeus.

Como o São Paulo vai evitar o primeiro rebaixamento de sua história?

Não conseguir uma sequência de vitórias faz a diferença, mas vejo uma melhora na equipe. Dorival Junior conseguiu pontos importantes e o time está empenhado para sair desse momento. O São Paulo tem um plantel melhor do que os outros que estão brigando para não cair. Seria uma surpresa se um time com o plantel do São Paulo fosse rebaixado.

O que fez a temporada do São Paulo ser tão dramática?

O time mudou muito. Os jogadores que o Rogério (Ceni) tinha, alguns tiveram de ser vendidos, o treinador também mudou. Isso tudo prejudica muito até que o grupo consiga se estabelecer em uma nova filosofia de trabalho.

Como tem sido sua relação com a comissão técnica do São Paulo?

Expliquei ao (presidente) Leco e ao (diretor executivo de futebol) Vinicius Pinotti que não poderia assumir o cargo de coordenador de futebol, e que só poderia ajudar com palavras e com minha opinião, caso a comissão quisesse. Sou muito amigo do Dorival e sempre antes dos jogos conversamos, desejo boa sorte e força. Falei para ele que o treinador tem de ter tranquilidade e confiar no trabalho dos jogadores. Uma palavra amiga ajuda, passa confiança.

Ter sido acionado para ajudar o time fez você repensar sobre a aposentadoria como técnico?

Está fora de cogitação voltar a ser treinador. Fui convidado várias vezes, por vários times grandes, mas não quero. Em outro cargo, sim. Outros times já me procuraram para ser coordenador de futebol. Expliquei que não posso até o fim do meu contrato com a TV (é comentarista do SporTV), em 2018. Depois da Copa, é possível.

Você estava no São Paulo no primeiro retorno do Kaká ao Morumbi, em 2014. O que pensa da possível volta do meia em 2018?

O São Paulo tem que investir nesta possibilidade. Vale a pena por tudo. O Kaká é diferenciado, um baita jogador e um exemplo para o grupo. O time precisa de um cara como ele, faria uma diferença também no ambiente, então valeria muito a pena.

O São Paulo só conquistou um título de 2008 para cá (a Copa Sul-Americana, em 2012). O que aconteceu?

A boa fase de 2006 a 2008 fez o São Paulo achar que sempre iria ganhar tudo. Por isso, se acomodou. Isso acontece com os seres humanos. Aí, os adversários que sempre viam o São Paulo na frente não perdoaram. O time se acomodou e agora precisa retomar o que era naquele momento. O São Paulo saía na frente em tudo, nas contratações, na tecnologia, e agora a diretoria sabe que precisa retomar o crescimento. Tem de voltar a pensar em títulos mesmo e para isso tem de se organizar, pensar novas ideias, fazer bons negócios e voltar a ser o que era.

O rebaixamento seria o preço mais caro que o São Paulo pagaria por essa acomodação?

O São Paulo não vai cair e a coisa vai mudar. O susto está muito grande. O sofrimento está muito grande. Jogadores e dirigentes sofrem muito, não podem andar na rua... Este ano vai fazer o São Paulo dar uma volta por cima, pode ter certeza. Ninguém gosta de sofrer.

O que esperar da reta final do Campeonato Brasileiro?

O campeonato continuará emocionante, mais na parte de baixo do que na parte de cima. Mas um torneio em que mais de dez times lutam para não cair não é um campeonato bom. Tecnicamente, este ano está sendo muito ruim. As equipes estão oscilando demais, não tem uma equipe com futebol marcante, de uma característica só. Os últimos colocados ganham dos primeiros, tudo está muito parecido e nivelado, e o equilíbrio entre os times é reflexo da queda na qualidade técnica.

O que causa essa queda na qualidade do torneio?

Nossos principais jogadores estão fora do País. Isso faz o nível técnico ir lá para baixo. Toda vez que a gente revela um bom jogador, como foi com o Gabriel Jesus, ele já vai embora. E não tem como segurar esses jogadores. Eles querem ir embora. Eles sonham em jogar lá fora. Não tem como competir com o dinheiro de fora. O que as diretorias têm falhado é na reposição desses jogadores. Essa reposição não está sendo boa. O dia em que o planejamento e a questão econômica dos times melhorarem, aí talvez melhore.

A disputa pelo título nacional está aberta?

Tudo pode acontecer, mas o Corinthians tem muita chance. O time fez um grande primeiro turno e agora, mesmo tendo caído em rendimento, continua na frente. O Grêmio e o Santos tiveram outras competições e largaram um pouco o Brasileiro, mas os dois ainda têm chance. Outros que poderiam incomodar, como Palmeiras e Flamengo, estão muito irregulares.

Como você vê a quantidade de trocas de técnico durante este Brasileiro até aqui? Foram 21 até este sábado.

Muita troca de técnico significa que as gestões não têm convicção do que fazem. Os dirigentes precisam perceber que essas mudanças não resolvem nada. O que precisa é de análises e pesquisas para saber o tipo de técnico ideal para o planejamento da equipe. Os dirigentes precisam entender o que significa quando o time troca várias vezes de técnico e não sai do lugar.

A Seleção Brasileira está pronta para trazer o hexacampeonato no ano que vem?

O Brasil tem um time perto da perfeição tática, passa por um grande momento, mas não dá para achar que está tudo certo. Todo mundo estava feliz em 2013 depois da Copa das Confederações... A seleção precisa medir forças com seleções europeias. Estamos muito à frente na América do Sul e agora vamos colocar este grupo para enfrentar equipes que estão em outro patamar.

Fonte: Band

http://app.footballreal.com/news/spfc/31455
Photo

Post has attachment
Com trabalho tático, São Paulo fecha preparação para duelo deste domingo

por Felipe Espindola / www.saopaulofc.net 

Foi um sábado de trabalho intenso no Centro de Treinamento da Barra Funda. De olho no importante duelo contra o Flamengo, neste domingo, no Pacaembu, o elenco do São Paulo fez nesta manhã a última atividade antes do confronto com os cariocas, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Para começar o dia de trabalho o preparador físico Pedro Campos comandou um aquecimento movimentado, com os atletas divididos em grupos trabalhando manutenção e posse de bola. No meio da roda, sempre uma dupla tentava recuperar o controle.

Na sequência, o técnico Dorival Júnior comandou um longo trabalho tático, onde procurou ajustar o posicionamento da equipe, a marcação e a saída de jogo, além das jogadas de bola parada. Houve tempo ainda para os jogadores disputarem um recreativo, bastante disputado.

Após o treinamento o elenco entrou em regime de concentração no CT da Barra Funda, onde permanecerá até a saída para o estádio do Pacaembu.















Fonte: Site Oficial

http://app.footballreal.com/news/spfc/31452
Photo

Post has attachment
Relacionados para São Paulo x Flamengo

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O técnico Dorival Júnior relacionou 24 jogadores para o duelo com o Flamengo que será disputado na tarde deste domingo (22), às 17h (de Brasília), no Pacaembu, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017.



Para encarar os cariocas, o Tricolor não contará com Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Lugano (faz processo de transição após contratura na panturrilha direita), Bruno (cervicalgia) e Gilberto (contratura na coxa esquerda), além de Brenner (disputa o Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira).

Confira a lista com os atletas relacionados:

Goleiros: Denis, Sidão e Renan Ribeiro
Laterais: Edimar, Buffarini e Júnior Tavares
Zagueiros: Rodrigo Caio, Arboleda, Aderllan e Bruno Alves
Volantes: Petros, Éder Militão, Jucilei e Araruna
Meias: Maicosuel, Cueva, Hernanes, Thomaz, Shaylon, Lucas Fernandes e Jonatan Gomez
Atacantes: Lucas Pratto, Marcos Guilherme e Denilson

Fonte: Site Oficial

http://app.footballreal.com/news/spfc/31453
Photo
Wait while more posts are being loaded