Post has attachment
CARLOS AUGUSTO COLLACIO
________________________________________
Rua: Carl Willian Cooper, 435 Vila Amorim
08610-070 - Suzano – SP
11 47425876 - 11 956379009
CCOLLACIO40@GMAIL.COM
42 Anos - Brasileiro - Divorciado
________________________________________
OBJETIVO: Professor de filosofia com habilitação em história conteúdo interdisciplinar
________________________________________
SÍNTESE DAS QUALIFICAÇÕES

• Ministração de aulas de filosofia e história para o ensino fundamental e médio, transmitindo os conteúdos em explicações, dinâmica de grupo e outras técnicas didáticas para desenvolvimento das competências e habilidades necessárias à formação integral do aluno no que diz respeito à educação básica.
• Atuação na área de Docência, com experiência na orientação a aprendizagem do aluno, participação do planejamento das atividades da escola e organização do processo de ensino, contribuindo com o aprimoramento do processo de ensino aprendizagem.
• Experiência na promoção de aprendizagem que favoreçam a inclusão dos alunos no mundo da cultura, ciência, arte e trabalho. Participação de reuniões pedagógicas para avaliação das práticas educativas e discussão da organização e utilização dos espaços, equipamentos, materiais e recursos disponíveis.
• Qualificação anterior a educação: formação técnica escola Senai, eletroeletrônica experiência industrial de 12/88 a 12/97
________________________________________

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Graduação em filosofia com habilitação em história – concluída em 2009
Didática e metodologia do ensino superior – UMC
Licenciatura em matemática – em andamento – Anhanguera
PUC – matriculado no segundo semestre de 2016 - Pedagogia
Idiomas – inglês intermediário

________________________________________
FORMAÇÃO COMPLEMENTAR
• Governo do Estado de São Paulo :
• Programa Currículo e Prática Docente - Filosofia - 2014 - 13/07/2014
09/11/2014

• Oficinas Virtuais Currículo+ - 2a edição/2014 –16/09/2014
30/11/2014
• Programa Formação de Tutores - ProForT - 8ª Edição/2014 - 28/09/2014
22/10/2014
• Mecanismos de Apoio ao Processo de Recuperação da Aprendizagem: Articulação pedagógica e práticas de intervenção 30/09/2014
29/10/2014
• Estudos Autônomos: Introdução à Educação Digital - 1a edição/2014 21/10/2014
30/12/2014
• Mecanismos de Apoio ao Processo de Recuperação da Aprendizagem: Recursos metodológicos e superação de defasagens 26/10/2014 26/11/2014
• Informática Conhecimentos em Pacote Office e Internet
• EJA – Mundo do trabalho - Estudar como se aprende
• Introdução aos Direitos Humanos e ECA para Educadores - 2ª Edição 2015 - Turma 24

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

28/01/2014 – Governo do Estado de SP – Escolas:
E.E Anderson da silva soares – filosofia e história – ensino médio
E.E. Dr. Anis fadul – filosofia – ensino médio
E.E. Davi Jorge curi – filosofia e história – ensino fundamental e médio

28/01/2015 – Governo do Estado de SP –

E.E Professora Angela Sueli Pontes Dias – História e filosofia – Ensino médio e fundamental
E.E. Sebastião Pereira vidal – filosofia – ensino médio
E.E. Batista Renzi – filosofia – ensino médio – EJA

03/08/15 SESI 240 Ferraz de Vasconcelos – História – Empreendedorismo - Ensino médio e fundamental
Qualificação Técnica:
• Professor Mentor de Robótica
• Professor Empreendedorismo
• Planejamento e ministração de aulas, estabelecendo mecanismos de avaliação, organizando registros de observação dos alunos e participando de atividades.
• Vivência na elaboração do calendário escolar, respeitando a carga horária anual e planejamento de aulas, além de acompanhar e avaliar projetos desenvolvidos pela escola.




segue em anexo meu currículo bem como me coloco a inteira disposição para uma possível aula expositiva
Att Prof° Carlos Augusto Collacio


Post has attachment
PhotoPhotoPhotoPhoto
18/04/16
4 Photos - View album

Post has attachment
ERRO NA COLUNA DE ALCANCE DOS FOGUETES DA IX MOBFOG
Conforme e-mails já enviados, infelizmente a gráfica imprimiu data de nascimento no lugar da coluna dos ALCANCES DOS FOGUETES. Então escola que participou da IX MOBFOG, por favor, veja no site da OBA, www.oba.org.br/extranet para ver se todos os dados dos alcances dos foguetes dos seus alunos estão corretos. O sistema permanecerá aberto só até 13 de setembro. Depois disso iniciaremos a distribuição das 6.000 medalhas da IX MOBFOG.
ECLIPSE TOTAL LUNAR DIA 27 DE SETEMBRO DE 2015
Em 27 de setembro de 2015 teremos um eclipse lunar total o qual iniciará cerca de 21h12min e terá máximo (Lua mais escura) por volta de 23h47min. A Lua estará alta o tempo todo o que facilitará a observação. O eclipse terminará por volta das 02h22min. Não há nenhum perigo para a vista esta observação, ao contrário dos eclipses solares. Os horários dados são para observações a partir de Brasília. O eclipse será visível em todo o Brasil, com ligeiras diferenças de início e término conforme o local. Recomendamos a todos que incentivem seus alunos e aos familiares deste a fazerem as observações do eclipse.


Post has attachment
Photo

Post has attachment
PhotoPhotoPhotoPhotoPhoto
17/04/16
7 Photos - View album

Post has attachment
PhotoPhotoPhotoPhotoPhoto
17/04/16
9 Photos - View album

Post has attachment
OMNIA VENCINTI
Quanto mais elevado é o espírito mais ele sofre.
As religiões, assim como as luzes, necessitam de escuridão para brilhar.
A honra é, objetivamente, a opinião dos outros acerca do nosso valor, e, subjetivamente, o nosso medo dessa opinião. Não nos deixar cair em tentação, é o mesmo que dizer: não nos deixar ver quem realmente somos.
Existem alturas da alma, de onde mesmo a tragédia deixa de ser trágica; e, se as dores do mundo fossem juntadas numa só, quem poderia ousar dizer que a visão dela nos iria necessariamente seduzir e obrigar à compaixão, e desse modo à duplicação da dor? Minha alma esta doente, me sinto em coma, coma induzido pela tristeza profunda que sinto. Uma profunda tristeza mas sei que, quando o sol se por, ele vai lavar minha alma, levar minha angústia e trazer um pouco de felicidade.
. O dinheiro é a coisa mais importante do mundo. Representa: saúde, força, honra, generosidade e beleza, do mesmo modo que a falta dele representa: doença, fraqueza, desgraça, maldade e fealdade.
A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. A árvore quando está sendo cortada, observa com tristeza que o cabo do machado é de madeira. O meu amor eu guardo para os mais especiais. Não sigo todas as regras da sociedade e às vezes ajo por impulso. Erro, admito. aprendo, ensino. Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. Conservar algo que faça eu recordar de ti seria o mesmo que admitir que eu pudesse esquecer-te.
Não pode haver couraça mais potente, do que um coração limpo; está três vezes armado quem defende a causa justa; ao passo que está nu, ainda que de aço revestido, o individuo de conciência manchada por ciúmes e injustiças. O amor é o objetivo último de quase toda preocupação humana; é por isso que ele influencia nos assuntos mais relevantes, interrompe as tarefas mais sérias e por vezes desorienta as cabeças mais geniais.
https://www.youtube.com/watch?v=FBFc3OggIzA PARAFRASES COLLACIO

Post has attachment
PhotoPhotoPhotoPhoto
18/04/16
4 Photos - View album

Carta de repúdio ao Governo Federal “ Brasil, Pátria que destrói a Educação”
(...) Educar os educadores. Mas os primeiros devem começar... - Por se educar a si próprios.
O governo federal deveria promover formação que dê conta das novas competências dos professores. As novas orientações para o ensino consistem na proposta de articulação entre competências e conceitos estruturadores de cada disciplina, um trabalho interdisciplinar deve buscar unidade em termos da pratica docente, porque as orientações curriculares constituem um processo que demanda ajustes na formação permanente do professor e diminuir essa arbitrariedade pode ser apenas outra forma de pratica-la. Mas como poderiam os professores realizar esta grandiosa tarefa, se eles próprios não haviam sido “iniciados” em uma cultura nobre e superior? - Lamento o abandono do projeto principalmente na proposta de formar os MESTRES- PARFOR – PUC-SP. Em lugar de utilitarismo, educação e aprimoramento pessoal. A forma que o Estado encontra para unificar a nação é através do processo educativo, tornando a escolarização compulsória; educar todo povo torna-se o ideal “escolas populares x pão e circo”, A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo. Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. Tenho que me advertir contra meus aforismos, a sentença, nos quais quero ser mestre, são formas de «eternidade»: a minha ambição é dizer em dez frases o que outro qualquer diz num livro -, o que outro qualquer «não» diz nem num livro inteiro... (Nietzsche). A educação passa a ser considerada útil apenas se serve aos interesses do Estado, a hiper-especialização esta tendência prega a divisão do trabalho nas ciências e a especialização do erudito em determinada área; especialização que “conduz à superficialização do espírito, ao entorpecimento do impulso crítico, emancipatório e criadoionários e nos torna sujeitos modernos ultra informados, transbordantes de OPINIÃO, hiperativos e nisso coincidem os médicos, engenheiros, políticos, professores etc. Nestas condições é claro que a mediação entre conhecimento e vida não é outra coisa que a apropriação utilitária, a utilidade disto que nos apresenta como conhecimento “métodos antinaturais de educação”. uma visão utilitária da cultura pois está dominada por critérios quantitativos: procura-se estender a educação à maior quantidade de pessoas possível, pois o mercado necessita delas. O Estado moderno percebe que se financiar a produção e a difusão da educação, pode utilizá-la para seus fins dá lugar a uma formação massificada que uniformiza a todos a partir de características comuns, medíocres. “tornar utilizável, explorável ao serviço do Estado uma legião de jovens com uma perda de tempo tão mínima quanto possível. Além desta necessidade de formar produtores para o mundo do trabalho, baseada numa lógica econômica e não com o intuito de elevação cultural, interesse do Estado que, consciente de seu poder, outra tendência, de redução da educação formando um determinado público medíocre, distante da verdadeira cultura, que terá na internet seu ponto de confluência. O mundo virtual, “o senhor do momento”, acaba substituindo os verdadeiros mestres da cultura os chamados eruditos (especialistas) irão divulgar seus pretensos saberes para o público. a situação desanimadora da educação de meu tempo pode ser percebida pela leitura dos pedagogos, escolas servem apenas aos interesses do Estado que vincula, assim, a formação com a obtenção de cargos.

Mestres como modelos...
Os grandes gênios do passado não tiveram estabelecimentos de ensino,
instituições poderosas que contribuíssem com sua formação, por isso tornaram-se GRANDES. Assim, também, como os grandes mestres, quem estivesse disposto a lutar pela verdadeira educação, deveria preparar-se para a resistência de seus contemporâneos; a “resistência do mundo estúpido”.
Se a educação do meu tempo se esforça em formar uma quantidade cada vez
maior de pessoas comuns, consumidores de uma cultura medíocre, onde, buscar uma verdadeira formação? Quem seriam os mestres e guias ?
- Indo em direção contrária à tendência de dar autonomia aos educandos...
O Estado, que incentiva a difusão de uma cultura para o maior número possível de pessoas unicamente para servir-se delas em suas instituições e usá-las
como jogos, ele utiliza a imagem de um moinho, em que poderosas correntes de água são desviadas para fazê-lo, girar. O Estado, que constrói os diques para utilizar toda esta energia que do contrário poderia ser perigosa para sua sobrevivência. - O velho ditado .... pão e circo ... melhor que educação.
- Não poderia achar, mas, minha instrumentalização de utopia proprõe uma educação baseada no modelo dos grandes mestres, que com sua grandeza e genialidade fariam com que toda sociedade se elevasse culturalmente. Contra esta idéia de elevação cultural em prol da vida existem os interesses, do Estado e das pessoas, que vêem a educação apenas como um meio para a obtenção de seus fins.
Por vezes, não quis ouvir a verdade porque não queria que minhas ilusões fossem destruídas... (...) Mas, agora sou despedaçado como nínguem mais poderia sê-lo - que sobre a educação para mim a mais comum deficiência do nosso tempo ;
nínguem aprende, nínguem aspira, nínguem ensina-a suportar a solidão de não Se ter educação
SAPIENTIA OMNIA VENCINTI
Curtir
Curtir
Amei
Haha
Uau
Triste
Grr
Comentar
Wait while more posts are being loaded