Quero desabafar uma coisa trabalhei pra cooperativa Eysiker saúde e eles não mim pagaram .como faço pra poder receber por eles são todos mal educado quando eu ligo

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Bom dia!

Realizei uma compra há um ano atrás na Ricardo Eletro (Norte Shopping) e uma Vendedora me fez acreditar que eu estava levando um excelente aparelho e que o mesmo não precisaria de película de vidro pois o vidro do XPERIA Z2 não iria quebrar.

Em relação a o excelente aparelho, ela acertou. Mas, não posso dizer o mesmo em questão do vidro. O que mais me irritou, foi o fato de ela ter me feito aceitar a GARANTIA ESTENDIDA pelo seguinte motivo:

QUALQUER ARRANHÃO OU SE O VIDRO TRINCAR OU QUEBRAR... TRAZ NA LOJA QUE A GENTE TROCA!

Fui até a loja e infelizmente a vendedora não estava mais lá.

Falei com o Gerente e o mesmo disse que não podia fazer nada por mim, que a garantia não cobrava nada disso.

Enfim, estou com o celular trincado, o display não funciona direito e ninguém pode fazer nada por mim.

Acreditei na vendedora que eles colocaram lá como preparada pra desempenhar bem o seu papel, venderam um produto através da mentira e hoje eles não podem fazer nada por mim.
Compartilhe essa reclamação:
 
 
 
 
Resposta da Empresa
22/01/16 às 16h25
Esclarecemos ao Sr. Rodrigo via e-mail as informações sobre o seu caso.

Ressaltamos que a avaliação deste atendimento é muito importante para que possamos aperfeiçoar os nossos serviços e relacionamentos.

Atenciosamente,
Ouvidoria Ricardo Eletro.
Réplica do Consumidor
22/01/16 às 17h24
Assunto: Esclarecimentos
Mensagem:
Prezado Sr. Rodrigo,

Esclarecemos que o seu produto encontra-se na vigência da garantia estendida, sendo de responsabilidade da mesma o atendimento em caso de defeito. 
Entretanto, o vício relatado (aparelho trincado) não é coberto pela garantia, uma vez que caracteriza-se mau uso do produto, sendo de inteira responsabilidade do consumidor os custos do reparo.

Atenciosamente,
Ouvidoria Ricardo Eletro

Esta foi a resposta enviada para o meu e-mail. Continuam sem resolver o meu problema. Dizer que não cobrem a garantia por mau uso do produto? O Vicio vem de vocês, responderem a mesma coisa para todos os clientes que se encontram na mesma situação que a minha.
O meu celular escorregar de uma altura de 48cm (A altura do assento do meu sofá) e trincar o vidro, afetando o display, é esse o tal do GORILLA GLASS que a vendedora disse me deu certeza de que não quebraria?
Infelizmente eu não tenho nada por escrito, mas alerto a vocês (Clientes), que jamais saiam de uma loja se um vendedor afirmar e não ter por escrito.

  Bom, boa tarde! Realizei uma compra no dia 27/11/2015, e essa data mesmo e ate agora não me entregaram a mercadoria, lembrando que o valor total foi pago a vista, foi realizado o pedido gerado o pedido o boleto foi pago e não recebi a mercadoria.
   Enfim, fui enganado por uma empresa grande, de nome EXTRA.COM, lembrando o supermercado que tem o mesmo nome alegou que não tem vinculo com o site.
  E foda né, sem produto e sem dinheiro, parece piada mas não consigo resolver de jeito nem um, não tem ninguém e nem lugar de resolver.

Post has shared content
http://oglobo.globo.com/rio/prefeitura-vai-recorrer-de-decisao-da-justica-sobre-onibus-com-ar-18744642


NO CALOR DA SITUAÇÃO

Olá, cariocas!... 

E aí, tudo bom? Todos se abanando nesse calorão dos últimos dias? Bom, por mais que a propaganda na tevê tente vender a praia como a "cara" do Rio de Janeiro, não dá pra estar na praia todos os dias, não é mesmo? A gente tem que estudar, trabalhar, ir na rua resolver problemas, comparecer a compromissos, etc. Como os cidadãos aí embaixo na foto certamente estavam fazendo. 

Sabem, eu estava passeando na internet, num dos raros momentos em que tenho tempo disponível pra me distrair das obrigações do dia a dia, quando encontrei essa matéria no Globo on line. Chamo a atenção de vocês para o título: "Prefeitura vai recorrer de decisão da Justiça sobre ônibus com ar". 

Adiantando o assunto, o Ministério Público do Rio solicitou, e foi atendido pelo Tribunal de Justiça, que 100% da frota de ônibus da nossa cidade seja refrigerada até a data de 31 de dezembro desse ano (antes que eu esqueça, este cidadão passageiro agradece a ambas as instituições). E como o assunto envolve a mais brasileira de todas as indústrias - a indústria de recursos - a Prefeitura, com uma agilidade que os munícipes nunca veem em repartições e postos de saúde, já comunicou sua intenção de recorrer da decisão. 

Recurso sobre recurso, recurso sobre recurso, recurso e mais recurso... Recorrer e continuar recorrendo é uma tradição nacional. A indústria de recursos é mais brasileira do que o pão com ovo; é mais brasileira do que a feijoada. De tanto repetidas, até já conhecemos as desculpas invocadas para justificá-la. Uma delas, já usada e desgastada, é aquela de que "Não se pode tomar decisões no calor da situação". Cruz credo!!!... Falar em calor é uma redundância nesse caso. Só de ver esse pessoal aí embaixo já estou derretendo... 

E eu mesmo já cansei de derreter nesses ônibus-fornalhas que temos aqui no Rio. Mesmo ali, naquela situação, àquela temperatura escaldante, ainda conseguimos raciocinar um pouco. Nessas horas eu sempre soube da força das empresas de ônibus aqui no Rio (e quem não sabe?). Mas que elas mandam na Prefeitura, e que mandam no prefeito, aí já é demais... 

Pra encerrar, até porque se eu demorar muito esse pessoal aí do ônibus morre de tanto calor, só queria fazer três sugestões. A primeira vai ao Tribunal de Justiça, que corretamente impôs uma multa de 5 milhões de reais, em caso de descumprimento. Ao invés de punir "o município" - entidade sem nome e sem rosto, e cujos recursos são mantidos por todos nós - creio que seria mais interessante punir pessoalmente o próprio prefeito, o senhor Eduardo Paes, impondo a ele uma pesada punição pecuniária, como pessoa física. 

A segunda sugestão é dirigida ao Ministério Público do estado. Ninguém acha estranha essa tutela das empresas de ônibus sobre a Prefeitura? Quanto elas contribuíram para a campanha do prefeito? Essas contribuições foram regulares? Vale a pena puxar o fio da meada disso aí. 

A última sugestão vai para o próprio prefeito. Temos eleições municipais esse ano. Quer fazer seu sucessor? Peça votos aos empresários de ônibus. 

Abraços aos cariocas, e aos brasileiros. 

O Tamoio. 

Ola

Estou muito decepcionado com a motorola

outro dia deixei cair meu motox2014 e quebrou um cantinho do vidro, nada que me atrapalhe ou atrapalhe o funcionamento do smartphone, até ai tudo bem.

so que outro dia apareceu uma atualização pra min em meu celular da motorla e como de costume madei fazer a tal update, assim o fiz, mas na hora de ligar o celular simplesmente nao ligou mais, ficou numa mensagem la.

então falei com uma atendente via chat no site da motorola ela me mandou fazer uns procedimentos la que nao resultaram em nada, resumindo ela me orientou a mandar pra assistencia, e assim eu o ia fazer, mas por desencargo perguntei:

olha meu vidro esta com uma pequena trinca, isso nao me afeta em nada e muito menos ao celular, queria saber se isso interfere no reparo do sistema?

e a atendente disse que sim, que para fazer o reparo do sistema teria eu que fazer o conserto do vidro. COMO ASSSIIIMMMMMMMM?

ora: recebi uma atualização que tenho que confiar e por sua vez ferrou meu celular, ou seja foi um problema causado pela motorola, que se nao tivesse enviado essa update nao estara assim, e ainda querem me obrigar a consertar algo que nao esta me afetando em nada e eu muito menos me importo?

axei isso um absurdo. meio sem lógica, quer dizer que a garantia do motor de meu carro esta atrelado ao vidro do parabrisa trincado? 

muito embaraçoso isso

acho que sempre que comprarmos algo devemos observar seus termos de garantia, o que se pode e o que nao se pode. afinal o barato sai caro.
Wait while more posts are being loaded