Post has attachment

Post has shared content
Nos confins do Brasil: Exército reforça patrulhamento e faz reconhecimento de marcos na fronteira com a Venezuela

Equipe percorreu área fronteiriça e coletou informações com os indígenas da região que faz fronteira com a Venezuela

O Exército reforçou o patrulhamento na fronteira do Brasil com a Venezuela, ao Norte do Estado, para coibir a entrada de drogas, armas e criminosos pela região fronteiriça. Durante quatro dias, uma equipe do 5º Pelotão Especial de Fronteira (5ºPEF), localizada em Auaris, na Terra Indígena Yanomami, composta por nove militares, realizou um patrulhamento na faixa de fronteira roraimense no extremo Oeste do país.

Além de combater ilícitos transfronteiriços, eles patrulharam os marcos fronteiriços e estabeleceram contato com as comunidades indígenas lindeiras. A patrulha passou dois dias fazendo deslocamento a pé pela selva, no interior da terra indígena para chegar à fronteira com a Venezuela e percorrer os marcos.

“Cabe ressaltar que, apesar das dificuldades de deslocamento para chegar à localidade, por conta da distância e do terreno acidentado, os marcos daquela região foram reconhecidos, limpos, bem como a comunidade Ye'kuwana local passou informações da região aos militares”, explicou o major Rodrigo Luís, da comunicação do Exército.

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Mmm
Photo

Post has shared content

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo

Post has shared content
Wait while more posts are being loaded