Post has shared content
Só há uma espécie de Amor!
Se você o pratica, aceita até a existência daquilo que, eventualmente, mais o poderá prejudicar. Assim, se você vibra Amor, prova que já se descartou do ego - aquela parte da sua estrutura humana que lhe dificulta a expansão da consciência e lhe impede o reconhecimento das leis superiores.
O ego é o "vento contra" que o peregrino tem de enfrentar. Contudo, para quem está fora da terceira dimensão, como nós estamos, o Amor reconhece como funciona o"jogo" e sabe que nem sempre tudo fluí.
Quando vós, maioritariamente, pedis para serem amados, apenas pretendem activar essa capacidade dentro de vós mesmos.
Seria interessante encontrar outra designação para "Amor", para evitar a confusão com outras manifestações de Amor abaixo do véu, as quais não passam de reflexos distorcidos do Amor Matriz.
Na Terra, o Amor foi desvirtuado e subdividido em amor romântico, amor fraternal, amor familiar, enfim, vários tipos de amor que você manifesta direccionando-os para aqueles de quem gosta... enquanto reserva o ódio para direccionar para aqueles de lhe desagradam!
Uma das características desse amor terreno é a mutabilidade, independentemente da forma como os relacionamentos decorrem. Um sentimento de atracção, que rapidamente se transforma num sentimento de repulsão, não pode ser Amor. Pode ser muitas outras coisas, mas não Amor.
Mas, para você ter um ideia de como, genericamente, os Humanos estão longe dessa condição, basta reconhecer que, na Terra, ainda se considera o Amor como uma virtude! Considera-se o Amor uma coisa boa, nobre! Quando, dentro da polaridade, típica do lado do véu onde você se encontra, se aplica um adjectivo a qualquer coisa, tem de se pôr a possibilidade de o seu antónimo também poder ser aplicado.
Portanto, quando muitos Humanos acham que o Amor é uma virtude estão a reconhecer que ele não é a sua essência, não é o sumo imutável da sua unidade com a Fonte.
O Amor não é uma virtude, nem um defeito; é a base de sustentação do Universo!
Essa reacção humana, contudo, é típica da polaridade que, neste momento, vocês pretendem transcender através da ascensão. O Amor a que nos referimos caracteriza-se pela constância.
O que varia é, apenas, o grau de intimidade que se estabelece com os "mais chegados". Mas todos devem ser amados igualmente, mesmo que estejam do outro lado do mundo, ou sigam por caminhos reconhecidamente pouco aconselháveis e sejam até responsáveis por grandes tragédias.
O Amor nem sequer é algo que vocês possam "dar", porque, devido à polaridade, quando dão alguma coisa têm de pôr a possibilidade de não dar.
O Amor é a própria essência da vida e, portanto, não tem opostos.
Por isso é constante e incondicional!


O Amor incondicional é.... fica para os próximos capítulos....

Kalunguinha
Aquele abraço

Post has attachment
A ATUPOMI tem o prazer de convidar a todos para uma sessão aberta ao publico de Louvação simultânea a Pai Oxalá e Senhor e Senhor Omulu na Atupomi- Terreiro de Umbanda Pai Oxalá Mãe Iemanjá, no próximo sábado dia 17/12/2016 pelas 15:30h.

A todos os que queiram participar , informamos que :

Podem trazer flores e frutas de ambos os Orixás que serão neste caso flores brancas para ambos os Orixás e as frutas respetivas : Uvas brancas e Abacaxi (O Abacaxi deverá estar inteiro) . As flores e as frutas serão abençoadas junto ao altar, sendo as flores compartilhadas com os demais presentes e as frutas devolvidas para consumo em casa.

Para maior rapidez no registo de participantes, recomendamos que marquem a vossa presença em http://gestao.atupomi.pt com o vosso utilizador (email registado) e password respetiva.


PS: Mais informações sobre assuntos vários disponíveis no nosso sitio em http://www.atupomi.pt

Nossos maiores cumprimentos,

Desta vez trazemos aqui um trecho da obra "Evolução no Planeta Azul"

Obra mediúnica ditada pelos Espíritos Ramatís e Vovó Maria Conga
ao médium Norberto Peixoto



Livro 1 - Ramatis - Evolução no Planeta Azul.pdf


..."Esse inconsciente coletivo está continuamente sendo forjado pelo ferramenteiro do
carma, incansável em manipular o fogo do tempo para "moldá-lo" à nova mentalidade
planetária. Inevitavelmente estais caminhando para um "novo"entendimento da Unidade
Cósmica que vos envolve, e o sentimento religioso que está se firmando cada vez mais liberar-
vos-á das intolerâncias. Em pequena exemplificação: alguém que tivesse sido fiel inquisidor de
outrora, e hoje é destacado orador espiritualista, defensor das reencarnações; os ricos
alquimistas hereges de ontem, hoje a dar consulta para os doentes nos terreiros de Umbanda,
num perfeito mecanismo de retorno, já que esses enfermos "representam" todos aqueles que
foram prejudicados pelos rituais de magia utilizados por esses poderosos magos do passado; e
assim se resgata o equilíbrio com a Lei e todos evoluem.
Sois colocados em situações que vos contrariaram intensamente no passado remoto,
mas agora vos libertam dos ódios e sectarismos, preparando-vos para a convivência fraternal
imposta pela Nova Era. Essas decorrências cármicas retificativas num continuo tempo
inexorável, determinado pelo ciclo carnal, reencarnacionista, inquestionavelmente estão vos
conduzindo a um novo psiquismo em que preponderará a amorosidade, o que não quer dizer
opiniões igualitárias, mas convivência harmoniosa entre as diferenças, pois os pontos em
comum serão mais abrangentes que os divergentes. A igualdade na diversidade está no amor."

Lamentações
Aglutinam-se na massa humana as pessoas desesperadas.
Uma vaga de aflição paira ameaçadora no mundo, carregando os inquietos que perderam a direção de si mesmos, vitimados pelas circunstâncias dolorosas do momento.
A insânia conduz expressivo número de criaturas que estertoram ao sabor do sofrimento, buscando fugir da realidade dos problemas, com a aparência voluptuosa de triunfadores nos patamares dos prazeres alucinantes.
A desordem campeia, e ameaças desumanas transformam-se em torpe conduta nos países do mundo, destroçados por guerras impiedosas em nome de religiões fanatizadoras, de raças asselvajadas, de interesses mesquinhos...
Os governantes da Terra perdem as rédeas da administração e negociam com organizações criminosas, estabelecendo colegiados políticos abomináveis.
A corrupção adquire cidadania, e a imoralidade desfruta de status, perturbando os valores éticos e morais.
Nuvens borrascosas avolumam-se nos céus já escurecidos da humanidade. Tudo anuncia a chegada dos dias apocalípticos, convocando à razão, à renovação dos códigos, à interiorização espiritual.

Como conseqüência do período grave de transição, surgem o pessimismo, a desconfiança, as lamentações. De tal forma se vão arraigando no organismo individual e social, que os temas de conversação perdem os conteúdos ou se apresentam desconcertantes, caracterizados pelas sombras do desconforto, da mágoa, dos irrefreáveis desejos de vingança.
A lamentação grassa e perturba as mentes, impedindo a ação corretora do bem, como se não adiantasse produzir com elevação, laborar com honradez.
Lamentar não é atitude saudável. Pelo contrário, produz deterioração dos conteúdos bons que ainda remanescem em muitas vidas e movimentam-nas, sustentando os ideais de engrandecimento humano.
A lamentação, qual ocorre com a queixa sistemática, é morbo portador de destruição, de desalento e morte.
Antídoto aos males que infestam os dias atuais é ainda o amor, força única portadora de recursos salvadores.
Este é um ciclo que se encerra, dando início a outro, que se irradiará plentificador.
Os períodos de renovação fazem-se preceder por inumeráveis acontecimentos devastadores, nos mais diversos aspectos da natureza. O mesmo ocorre na área moral da humanidade.
Assim, não te desalentes, nem duvides do triunfo do bem. Não fiques, porém, inativo, aguardando que forças atavias operem miraculosamente sem a tua contribuição.
És importante no contato atual face ao que pensas e como ajas.
Produz, portanto, com esforço bem direcionado, oferecendo o teu contributo valioso, por menos expressivo te pareça.
Não cedas o passo aos aventureiros da desordem.
Permanece no teu lugar realizando o que podes, deves e te cabe fazer.

Multa falta fazem Jesus e Sua doutrina no mundo.
Fala-se sobre Ele, discute-se-Lhe a mensagem, mas não se vive o ensinamento que dela deflui.
Sê tu quem confia e faz o melhor.
Se cada cristão decidido resolvesse por viver Jesus, a paisagem atual se modificaria, e refloresceria a primavera no planeta em convulsão.
Assim sendo, ama e contribui em favor do progresso, sem lamentação de qualquer natureza, em paz e confiança.
* * *
Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos Enriquecedores.
Ditado pelo Espírito Joanna de ngelis.
Salvador, BA: LEAL, 1994.




Gostaria de dividir esta oração com todos vocês:
COMO DEUS REZARIA O PAI NOSSO

- Meu Filho, que estás na Terra, preocupado, solitário desorientado. Eu conheço perfeitamente o teu nome e o pronuncio santificando-o, porque te amo.
- Não, não estás só, mas habitado por mim e juntos construiremos este Reino, do qual tu vais ser herdeiro.
- Gosto que faças Minha Vontade, porque a Minha Vontade é que tu sejas feliz.
- Conta sempre comigo e terás o pão que saibas compartilhar com teus irmãos.
- Sabes que perdôo todas as tuas ofensas, antes mesmo que as cometas. Por isso, peço-te que faças o mesmo com os que te ofendem.
- Para que nunca caias em tentação, toma forte a Minha Mão e Eu te livrarei do mal.

Te amo desde sempre, TEU PAI.

DESEQUILÍBRIOS

"Não há nenhuma árvore que o vento não tenha sacudido."

Provérbio hindu

Pense no quanto você aprendeu com algum desequilíbrio que tenha vivido…

Temos por hábito acreditar que os desequilíbrios nos conduzem a um fracasso iminente, impedindo-nos de concretizar um sonho acalentado há muito tempo.

Se refletirmos um pouco, veremos que a fome é um sinal de desequilíbrio, é a manifestação do organismo dizendo-nos que é preciso ingerir alimentos para suprir a carência que se estabeleceu.

A sensação de frio é a manifestação do corpo em desequilíbrio, dizendo-nos que o calor que ele é capaz de gerar, é insuficiente para manter-nos aquecidos.

A sede indica-nos que há um desequilíbrio, pois o líquido existente no corpo não é o bastante, naquele instante, para o pleno funcionamento dos nossos órgãos.

E o que dizer do andar? Equilibramo-nos sobre as duas pernas, mas a locomoção só ocorre através do desequilíbrio, onde um membro sucede automáticamente outro.

Vemos assim, que a vida se manifesta numa sucessão de instantes de desequilíbrios, que possuem a finalidade de conduzir-nos a um novo equilíbrio.

Por que então fazermos do aparente insucesso um fracasso definitivo? Por que transformarmos uma iniciativa que não deu certo, em falta de ânimo para prosseguir tentando? Haverá alguém que nunca tenha errado em algum empreendimento, no juízo sobre uma pessoa ou numa impressão sobre um fato qualquer?

A história registra a saga de alguns grandes vencedores, que inicialmente experimentaram derrotas, mas que buscando suas forças interiores, tornaram-se ainda mais capazes, superando as próprias limitações.

Se nos pântanos e entre as pedras nascem flores, podemos nos meios das crises e do caos assimilarmos preciosas lições, mudando o foco dos nossos planos e ações, assumindo uma nova postura.

Tudo na vida contribui para a nossa evolução.

Muitas vezes os problemas não são tão grandes e complexos quanto parecem, mas a forma como estamos encarando-os pode não ser a mais correta. O nosso olhar é que precisa ser modificado.

Mudar a maneira de enxergar as coisas implica também em desiquilibrar-se, ir ao encontro de novos modelos, valores que nos permitam construir um jeito próprio de resolver os problemas, preservando-nos e respeitando o jeito de ser de cada um.

Os desequilíbrios podem também ser encarados como mediadores de uma nova situação.

Cada um de nós é convidado na sucessão dos desequilíbrios diários e naturais, a alcançar maior dose de equilíbrio interior, avançando sem cessar na conquista da própria iluminação.

Por isso ilumine-se a cada desequilíbrio!

Cezar Braga Said

(Do livro: "Meditando Com Você" - Editora: CELD)

A VONTADE DO GUERREIRO
Para vencermos as forças opostas que há em nosso interior - luz e
sombra -, é preciso desenvolver a vontade firme, dirigida para o crescimento consciente e que nos leva a dizer não aos nossos mais caros apegos

Queridos Filhos (as):

Às vezes me perguntam como podem conseguir mudar suas vidas para melhor, para a alegria e mais felicidade. E eu sempre respondo: custa tão pouco ser felizes filhos(as)! Esqueçam as pequenas miudezas de todo dia e foquem somente as grandes coisas: grandes idéias, grandes sonhos, grandes projetos!

Se perguntarem a si mesmos: vale a pena me aborrecer por isso?, verão que muito pouca coisa merece seu incômodo, a perturbação da sua paz interna. Buda dizia que todo dia é um novo dia, e, assim, todas as ofensas de ontem, hoje já não valem mais. Que bom viver desta maneira, sem levar queixas adiante, mágoas passadas, rancores sem fim. O inferno acaba sendo criado por vocês mesmos, ao esquecerem quão especiais, quão Divinos são e quanta Luz trazem dentro de si!

Foi há muito tempo atrás o contato com a Espiritualidade Maior. Vocês pensam que Ela se ausentou de suas vidas mas, esqueceram o fato de que nunca estão sós, de que sempre os Seres de Luz os acompanham, estejam onde estiverem.

Mesmo aquele que se desviou do Caminho, que olvidou sua Conexão Cósmica, sua Divina Presença EU SOU, permanece sendo protegido pelos Anjos Celestiais, seus Guardiões. A malha de Luz Divina está tocando todos os pontos, mesmo aqueles que se encontram na escuridão, uma vez que a Sombra faz parte do espectro da Luz.

Após várias encarnações, múltiplas experiências em todos os sentidos, iniciam vocês suas tomadas de decisões, utilizando com maior inteligência seu livre-arbítrio. As escolhas já obedecem a uma certa lógica, não seguindo somente o instinto. Sentimentos mais elevados, tais como ternura, proteção e carinho começam a percorrer seus caminhos no campo espiritual, emocional e mental.

O Corpo Mental Inferior vai se delineando, oferecendo área propícia para a formação do campo do Mental Superior que irá acompanhar pensamentos filosóficos e elucidações intrincadas, complexas. Começa o homem a espelhar sua origem Divina. Ainda irá percorrer muito espaço-tempo para aceitá-la conscientemente e trabalhar pela sua própria evolução, enquanto criatura de Luz.

Nesse estágio da consciência, começa agora a desenvolver-se a Vontade, que irá ajudá-lo a percorrer os difíceis encontros consigo mesmo. Aquele que se propôs a caminhar para a Luz com maior desenvoltura e ser responsável por seu projeto de vida, irá enfrentar o maior e o pior dos seus inimigos: ELE MESMO!.

As forças duais coexistem dentro do homem: Luz/ Sombra; Vontade/Apatia; Esmero/ Desleixo; Fluxo/ Refluxo; Ação/Estagnação. Poderíamos continuar enumerando todas as forças contrárias planetárias e, ainda assim, talvez esquecêssemos de algumas. Basta guardar as imagens de opostos puxando cada um para seu lado e terão uma visão exata do que se passa em seus interiores.

Como conseguir vencer tudo isso? Toda essa negatividade? Não basta somente querer, vocês dirão. Mas, certamente, é isso mesmo! É preciso desenvolver o querer, a própria vontade. Achar dentro de si A VONTADE DO GUERREIRO, aquela que vocês, queridos filhos (as) movimentam quando querem um carro novo, novo cargo, novo casamento, nova namorada...

A VONTADE DO GUERREIRO, porém, passa por critérios bem mais estreitos, mais justos e mais fortes. Ela é cuidadosamente trabalhada através dos tempos, nas diversas encarnações. Por isso é tão difícil uma alma jovem possuir uma vontade forte. A vontade, assim como a Paciência, é uma qualidade que vai sendo esculpida na alma do homem, através de suas experiências e caminhos percorridos.

Podem começar a fazer seus testes desde já, experimentando dizerem não a si mesmos: não a uma bebida, não a um passeio, não à compra de um objeto desejado. Verão como é difícil, no início. Porém, com a prática, aos poucos, vão aprendendo o desapego, a acalmar o desejo, a soltar o que os incomoda. Assim, vai a vontade sendo aperfeiçoada e, um dia, poderão abrir mão de algo há muito acalentado - mas que, agora, possuidores da VONTADE DO GUERREIRO, com facilidade irão libertar-se daquilo que antes lhes parecia tão desejável.

A prática, o exercício constante de tais ações, irá levá-los por caminhos novos, compreensões infinitas de como o mundo astral, o mundo dos desejos, funciona. Será lento ou rápido, me perguntarão vocês? Dependerá do apego de cada um. Muitas vezes, o apego é por um objeto, um conceito, uma idéia, um orgulho, um alguém. Mas volto a questionar-lhes: o que vale realmente a pena em perderem sua alegria, sua harmonia, sua certeza interna?

Deve A VONTADE DO GUERREIRO ser amorosa e conscientemente trabalhada, para que possam, filhos(as), chegar aos seus limites extremos com satisfação e certeza de que sabem para onde estão caminhando e que possuem a Consciência de Luz de tudo o que está se passando em suas existências, o que irá garantir-lhes a programação venturosa das próximas.

Podem aventurar-se em planos jamais imaginados, uma vez que dominam sua própria vontade e podem direcioná-la
da maneira que bem entenderem e não, ser conduzidos por ela. Iniciem imediatamente seu treinamentos e tenham um horizonte ilimitado à sua frente.

(Mensagem psicografada)

Post has shared content
Em setembro homenageamos as Crianças Espirituais, linha de Umbanda comummente designada por Cosme e Damião, Ibejada, Erês ou ainda Yori ! Neste dia de festa, traga flores de todas as cores e guaraná !
Como habitualmente vamos recolher neste dia donativos para entregar as crianças das aldeias SOS , traga material escolar, livros, calçado, roupa, brinquedos e alimentos não perecíveis!
Saravá as nossas Crianças!

Post has attachment
boas férias a todos!

Lembre-se, retomamos a nossa atividade em  10 de setembro!
Mantenha-se atento ao calendário de sessões em : http://atupomi.pt

Saudações fraternas

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded