Post has attachment
Saúde e cuidados com a limpeza em condomínios



Quem gosta de viver em lugares bem limpinhos e sem muito lixo? A maioria das pessoas com certeza. Lugares limpos são agradáveis e trazem a sensação de bem-estar e equilíbrio

Quem gosta de viver em lugares bem limpinhos e sem muito lixo? A maioria das pessoas com certeza. Lugares limpos são agradáveis e trazem a sensação de bem-estar e equilíbrio, além disso, são fundamentais para a saúde física daqueles que compartilham esse ambiente. A limpeza evita o acúmulo de sujeira que pode atrair insetos ou bichos indesejáveis, causadores de doenças.

As pessoas são o recurso mais importante para se garantir um padrão ideal de limpeza dentro de um condomínio. Quem tem essa responsabilidade precisa ser treinado, preparado e atualizado com as inovações do mercado, em termos de produtos e procedimentos operacionais de higienização.

Os produtos adequados no processo de limpeza são fatores fundamentais e a maior arma contra os inimigos invisíveis, que se instalam nos poros dos pisos, cantos, vasos e plantas, paredes, tapetes, corrimãos, elevadores, luminárias, quadros, entre outros. É muito importante que os administradores e síndicos dos condomínios tenham esses esclarecimentos sobre a importância de um serviço profissional na área de limpeza, para uma melhor conscientização sobre a seriedade do processo com o uso adequado de produtos e ferramentas. Um bom trabalho nessa área preserva a saúde e o patrimônio dos condôminos.

Na limpeza interna dos prédios pode-se evitar um grande vilão chamado ácaro, que vive muito bem na poeira e causa uma série de problemas em pessoas com sensibilidade alérgica. E eles adoram tapetes, carpetes, cortinas e os sofás dos halls de entrada. Temos também os fungos, grandes causadores de irritação na pele e vias respiratórias, e que tem como grandes aliados os vasos que adornam os prédios. O condômino também deve contribuir com a manutenção da limpeza, com as suas atitudes, como por exemplo, não jogando lixo no chão ou em qualquer lugar, ensinando os filhos para não mancharem as paredes com as mãos sujas, manter o elevador limpo e não jogar pequenos objetos pela janela.

Para manter os diferentes ambientes do condomínio sempre limpos, é muito importante, além de bons profissionais, ter um bom planejamento. Confira três tipos de limpeza que otimizam o processo:

1. Limpeza Geral – Limpa praticamente todas as áreas, principalmente as áreas de maior circulação, como halls e elevadores. Alguns locais devem ser limpos todos os dias, outros semanalmente.
2. Manutenção – É uma limpeza mais leve, porém exige bastante atenção e pode ser feito até mais de uma vez por dia para atingir o objetivo e manter determinadas áreas sempre limpas.
3. Conservação - Limpeza que se faz no horário comercial, em que se conserva um ambiente por mais tempo limpo, como por exemplo, no recolhimento de lixo na área comum

Independente do tamanho do condomínio, sendo ele residencial, de apartamento ou casa, ou comercial, para manter a limpeza é preciso observação na rotina e corrigir o que não está funcionando corretamente. As soluções podem estar em medidas simples.

Não é complicado manter o condomínio limpo, porém demanda atenção e faz toda a diferença no dia a dia, quando os condôminos percebem que as áreas comuns estão bem cuidadas, e a retirada de lixo, tratada com zelo e responsabilidade. Além de valorizar o aspecto visual, bons hábitos de limpeza afastam doenças e ajudam a aumentar a durabilidade do patrimônio.

Até na área de limpeza terceirizar pode ser vantajosa, pois sana os problemas iniciais, em questões como treinamento, faltas, férias e substituições de funcionários. O sistema de transferência imediata de funcionários ausentes atende urgentemente às necessidades de manter o condomínio sempre limpo e bem cuidado.
Photo
Wait while more posts are being loaded