Post has attachment
21 de Janeiro na História da Rússia

2014 - 90 anos sem Lenin

Há exatos 90 anos morria Vladimir Ilich Ulyanov, mais conhecido como Lenin

Vladimir Ilich Ulyanov - Lenin «Владимир Ильич Ульянов - Ленин» (★22/04/1870, Simbirsk, Império Russo - †21/01/1924, Gorki, União Soviética)

Líder revolucionário, político e estadista russo, continuador do Marxismo e fundador da União Soviética.

Lenin é responsável em grande parte pela execução da Revolução Russa de 1917, líder do Partido Comunista, e 1º presidente do Conselho dos Comissários do Povo da União Soviética. 

Influencia teoricamente os partidos comunistas de todo o mundo, e suas contribuições resultam na criação de uma corrente teórica denominada Leninismo (Ética de Estado).

Diversos pensadores e estudiosos escreveram sobre a sua importância para a história recente e o desenvolvimento da Rússia, entre eles o historiador Eric Hobsbawm, para quem Lenin teria sido o personagem mais influente do Século XX.

Até os dias de hoje ainda é um mistério a causa da morte de Lenin. Mas as prováveis causas são: morte por sífilis ou por causa de uma bala no pescoço que ficou incrustada desde a época em que sofreu uma das inúmeras tentativas de assassinato. Os médicos até hoje estão divididos quanto à causa, porque apesar de se saber por relatos médicos, que poderia ter tido sífilis, seu corpo não apresentava sintomas da doença.

Lenin sofreu vários acidentes vasculares cerebrais. O 1º em 26 de Maio de 1922, o 2º em 16 de Dezembro de 1922, o 3º em 10 de Março de 1923, vindo a falecer em 21 de Janeiro de 1924.

Lenin encontra-se até hoje sepultado no Mausoléu construído especialmente para ele por ordem de Stalin na Praça Vermelha, embora desde o fim da União Soviética exista uma discussão sobre o destino de seu corpo, alguns querem que ele receba um sepultamento cristão enquanto outros querem que ele permaneça onde está.

Principais obras:

• Que fazer? (1902)
• Um Passo a Frente, Dois Atrás (1904)
• Duas Táticas da Social-Democracia na Revolução Democrática (1905)
• Imperialismo, fase superior do capitalismo (1916)
• O Estado e a Revolução (1917)
• As Teses de Abril
• As Três Fontes e as Três Partes Constitutivas do Marxismo
• Capitalismo e Agricultura nos Estados Unidos da América
• Esquerdismo, Doença Infantil do Comunismo (1920)
• Sobre a Dualidade de Poderes

Para mais informações: http://ru.wikipedia.org/wiki/Ленин,_Владимир_Ильич

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

1775 - Morre Yemelyan Ivanovich Pugachov (★1742), rebelde russo, líder de uma revolta de cossacos. Executado por ordem de Yekaterina II na Praça Bolotnaya em Moscou. 

Para mais informações: http://ru.wikipedia.org/wiki/Пугачёв,_Емельян_Иванович

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

1869 - Nasce Grigory Yefimovich Rasputin (†1916), monge e místico russo, confessor secreto e favorito da família de Nikolay II. 

Para mais informações: http://ru.wikipedia.org/wiki/Распутин,_Григорий_Ефимович

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

1873 - Morre a Grã-Duquesa Yelena Pavlovna «Prinzessin Friederike Charlotte Marie von Württemberg» (★1807), esposa do Grão-Duque Mikhail Pavlovich, filantropa, governante e ativista social. 

Para mais informações: http://ru.wikipedia.org/wiki/Елена_Павловна_(Фредерика_Вюртембергская)

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Demais fatos marcantes do dia:

1698 - Pyotr I e os voluntários da Grande Embaixada chegam à Londres após deixarem a Holanda.

1701 - Decreto de Pyotr I cria a Escola de Matemática e Navegação de Moscou.

1827 - Nasce Ivan Mikheyevich Pervushin (†1900), matemático russo. 

1870 - Morre Alexandr Ivanovich Gertsen (★1812), escritor russo, revolucionário e filósofo.

1882 - Nasce Pavel Alexandrovich Florensky (†1937), padre ortodoxo russo, teólogo, filósofo religioso, cientista e poeta.

1925 - A União Soviética é reconhecida pelo governo do Japão. Tropas japonesas deixam os limites do Extremo Oriente.

1945 - Em Moscou é criado o Jardim Botânico Principal da Academia de Ciências da URSS.

1968 - Morre Alexandr Yerminingeldovich Arbuzov (★1877), químico, criador da escola russa de compostos organofosforados.

1979 - Morre Alexey Nikolayevich Leontyev (★1903), psicólogo russo, criador da Teoria da Atividade.
Photo

Post has shared content
                                 Сегодня день  чекиста.
Сегодня мы поздравляем наши органы безопастности с их профессиональным праздником !! Все чекисты в душе своей  всегда остаются коммунистами !! Пусть в это либеральное и мутное время оне  будут начеку и сохраняют свой профессионализм и  дисциплину. Ибо еще понадобится их безупречная выучка и дисциплина в борьбе не только с внешними, но и внутренними врагами Отечества нашего !! А врагов этих к сожалению, расплодилось неимоверно!! Но. можно не сомневаться в наших спец-службах. Когда потребуется, беспощадно и четко наши чекисты выметут, выкорчуют всю эту мерзость и гнусь !!Факт.
*
ВСЕ ЧЕКИСТЫ В ДУШЕ КОММУНИСТЫ !!
ЛОЖЬЮ ИХ НЕ  СОБЬЕШЬ  ЛИБЕРАЛЬНОЙ,,
НЕ ИСПАЧКАТЬ ИХ ПОМЫСЛОВ  ЧИСТЫХ,,
И РАБОТЫ   ПРОФЕССИОНАЛЬНОЙ !!
Photo

Post has attachment
16 de Junho de 2013 – 50 anos da 1ª mulher no Cosmos (VALENTINA TERESHKOVA)

Em 16 de Junho de 1963, Valentina, aos 26 anos, torna-se a 1ª mulher enviada ao Cosmos, a bordo da nave Vostok 6, lançada do Cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão.

Ela completou 48 órbitas ao redor da Terra, no total de 71 horas, quase 3 dias, aterrissou em 19 de Junho juntamente com a nave Vostok 5 que havia sido lançada pela URSS em 14 de Junho. Antes da partida teria dito citando Mayakovsky: "Ei, céu, tire o seu chapéu!" A frase original seria um pouco diferente: "Ei, você! Céu! Retire o seu chapéu! Eu estou chegando!"

Valentina nasceu numa aldeia em uma família camponesa, seu pai morreu na Guerra Russo-Finlandesa e sua mãe foi operaria numa fabrica têxtil, chegou a trabalhar no mesmo local além de uma fabrica de pneus enquanto estudava, em 1959 tornou-se pára-quedista e em 1962 foi chamada à fazer testes para o programa espacial soviético.

Condecorações (Algumas):

RÚSSIA: Herói da União Soviética, Ordem de Lenin (2x), Ordem da Revolução de Outubro, Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho, Ordem da Amizade dos Povos, Piloto-cosmonauta da URSS, Ordem de Alexandr Nevsky, Ordem da Amizade.

INTERNACIONAIS: "Estrela de Ouro" Herói do Trabalho Socialista (Tchecoslováquia), "Estrela de Ouro" Herói do Trabalho Socialista (Bulgária), Ordem de Karl Marx (Alemanha Oriental), Cruz de Grunwald 1º Grau (Polônia), Ordem da Bandeira Estado da Hungria, "Soyombo Dourado" Herói do Trabalho da Mongólia, Ordem da Bandeira Iugoslava, 
Ordem "para realizações na ciência" (Romênia), Medalha "para o fortalecimento da Irmandade em armas" (Bulgária), Ordem do Duque Branimir com a grande fita (Croácia)

Além do titulo de “A maior mulher do Século XX”, nome de cratera lunar, do asteróide 1671 Tchaika, nome na Calçada da Fama dos Cosmonautas além de monumentos, nome de ruas pela Rússia, escola, museu, filmes e musicas além de moedas e selos comemorativos. 

Valentina além de ex-cosmonauta e Major General da Força Aérea, atualmente é deputada na Rússia.

Valentina Vladimirovna Tereshkova «Валентина Владимировна Терешкова» (★6 de Março de 1937, Bolshoye Maslennikovo, Rússia) 1ª Cosmonauta, 1ª civil e 1ª mulher no Cosmos.

[Composição com 3 fotos de Valentina, representando-a civil, militar e cosmonauta, frase em russo que em tradução livre diz: "50º Aniversário do 1º vôo de uma mulher ao Cosmos", imagens de suas condecorações, assinatura, insígnia da missão além de moedas comemorativas]

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Demais fatos importantes do dia:

1822 - São Petersburgo inaugura um edifício circo na Ilha de Krestovsky, a primeira construção feita especificamente para um circo.

1865 - Tomada de Tashkent pelas tropas do General Chernyaev.

1907 - Ocorre um Golpe de Estado na Rússia, o Golpe de Stolypin.

1918 - A Rússia Soviética restaura oficialmente a pena de morte.

1938 - Falecimento de Anastasia Bitsenko (†1875), líder do movimento revolucionário na Rússia, uma proeminente revolucionária socialista.

1983 - Yuri Andropov torna-se Presidente do Presidium do Soviet Supremo da URSS.

1992 - A Rússia aprova uma lei sobre a "reabilitação dos cossacos".
Photo

Post has attachment
1º de Maio – Dia Internacional do Trabalhador!

A Rússia comemorou ‘ilegalmente’ esta data até a Revolução de Fevereiro de 1917 que permitiu a primeira celebração legal. No ano seguinte, após a tomada do poder bolchevique, as celebrações do Dia do Trabalhador foram boicotadas pelos mencheviques, socialistas revolucionários de esquerda e anarquistas.

Em 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional, exemplo seguido por muitos outros países. A data torna-se um importante feriado oficial da União Soviética, comemorada em todas grandes cidades da nação. A principal festa era tradicionalmente realizada na Praça Vermelha em Moscou, onde o Secretário-Geral do PCUS e líderes do governo, na tribuna acima do Mausoléu de Lenin, acenavam e discursavam à multidão.

Em seguida ocorria uma grande parada militar, comparada às do Dia da Vitória (09 de Maio) e Dia da Revolução (07 de Novembro) isto durou até o fim da URSS.

Desde 1992, o 1º de Maio é oficialmente chamado de "O Dia da Primavera e do Trabalho", e mesmo sem a parada continua a ser um grande feriado na Rússia.

História da data:

Em 1º de Maio de 1886, realizou-se uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago, EUA. Sua finalidade era reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação de milhares de pessoas, iniciou-se então uma greve geral naquele país.

A manifestação prossegue nos dias seguintes até que em 4 de Maio durante um distúrbio a polícia abriu fogo sobre a multidão, matando doze pessoas e ferindo dezenas. Estes acontecimentos passaram a ser conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Então em 1889 durante a II Internacional Socialista em Paris decidiu-se que anualmente haveria uma manifestação pró 8 horas de trabalho diário e a data seria 1º de Maio, em homenagem às lutas sindicais de Chicago.

Mais tarde em 1º de Maio de 1891 uma manifestação no norte da França é dispersada pela polícia resultando na morte de dez manifestantes. Isto reforça a data como um dia de luta dos trabalhadores e meses depois a Internacional Socialista de Bruxelas proclama esse dia como dia internacional de reivindicação de condições laborais.

Em 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica às 8 horas de trabalho diário e proclama 1º de Maio feriado.

Apesar de até hoje os EUA se negarem a reconhecer essa data como sendo o Dia do Trabalhador, em 1890 a luta dos trabalhadores estadunidenses conseguiu que o Congresso aprovasse que a jornada de trabalho fosse reduzida de 16 para 8 horas diárias.

Na Europa pagã a data are relacionada ao Festival Celta de Beltane e o Festival Germânico de Noite de Walpurgis. Pois caia exatamente na metade de um ano (contado a partir de 1º de Novembro), e era tradicionalmente uma ocasião para celebrações populares...

[Na foto acima a estatua do Trabalhador e Camponesa "Рабо́чий И Колхо́зница" símbolo do trabalho e a inscrição Мир, Труд, Май que quer dizer literalmente "Paz, Trabalho, Maio" e С Праздником Товарищи! que numa tradução livre quer dizer algo como "Feliz Feriado Camarada!"]
Photo

Post has attachment
9 de Maio - Dia da Vitória! (9 Мая - День Победы!)

O Dia da Vitória, marca a capitulação da Alemanha Nazista à União Soviética na Segunda Guerra Mundial (Grande Guerra Patriótica)

Em 8 de Maio de 1945 às 22h43min, horário de Berlim (00h43min, horário de Moscou, portanto 9 de Maio) o Marechal de Campo Wilhelm Keitel assinou a capitulação da Wehrmacht e rendição incondicional da Alemanha na presença do Marechal Georgy Zhukov na sede do Exército Soviético em Berlim-Karlshorst. Para comemorar a vitória na guerra, a cerimônia da Parada da Vitória de Moscou foi realizada na capital soviética em 24 de Junho 1945 (quatro anos e dois dias após o início da Operação Barbarossa - a invasão da União Soviética).

Durante a existência da União Soviética, o 9 de Maio foi comemorado em toda URSS e países do Bloco Soviético. Embora o feriado tenha sido introduzido em muitas repúblicas soviéticas entre 1946 e 1950, só se tornou um dia de não-trabalho na Ucrânia em 1963 e na Rússia em 1965. Na Russia é concedido um dia de folga (geralmente às Segundas-Feiras) caso o feriado caia no fim de semana (Sábado ou Domingo), isto começou a partir de 1966.

A celebração do Dia da Vitória prosseguiu nos anos seguintes. A guerra tornou-se um tema de grande importância no cinema, literatura, aulas de história, na mídia e artes. O ritual da celebração gradualmente obteve um caráter distinto, com um número de elementos semelhantes. Reuniões cerimoniais, palestras, conferências, recepções, fogos de artifício e paradas militares.

No período soviético, os desfiles militares de 9 de Maio na Praça Vermelha foram jubileus em 1965, 1975, 1985 e 1990.

Na Rússia, durante a década de 1990 o 9 de Maio não foi comemorado maciçamente, pois as manifestações em massa de estilo soviético não agradavam aos liberais que estavam no poder. (Yeltsin acabou com o desfile de tanques na Praça Vermelha). A situação mudou quando Vladimir Putin chegou ao poder. Ele começou a promover a história, feriados nacionais e comemorações tudo se tornou uma fonte de prestigio do regime e auto-estima nacional. Desde então, o Dia da Vitória na Rússia tem sido cada vez mais se transformando em uma alegre celebração em que a cultura popular desempenha um grande papel. A celebração do 60º aniversário do Dia da Vitória na Rússia, em 2005, se tornou o maior feriado nacional e popular desde o colapso da União Soviética. E a cada ano as paradas militares são mais grandiosas.

Cronica do Dia da Vitória:
1965 - Retorno das comemorações do Dia da Vitória, como feriado oficial (dia de folga).
1995 - 50º Aniversário da Vitória. A abertura do complexo memorial da Colina Poklonnaya e do monumento ao Marechal Georgy Zhukov na Praça Manezh. Marcha de veteranos e equipamento militar na Praça Vermelha e na Colina Poklonnaya.
2000 - 55º Aniversário da Vitória. Último desfile a pé dos veteranos na Praça Vermelha.
2005 - 60º Aniversário da Vitória. O desfile consistiu em duas partes: histórico e contemporâneo. O auge do desfile foi a passagem de 2.600 veteranos sobre o lendário caminhão GAZ. Foi iniciada a campanha da "Fita de São Jorge".
2006 - Decreto do Presidente da Federação Russa estabelece o título honorário de "Cidade da Glória Militar".
2008 - Durante o desfile deste ano pela primeira vez desde o fim da URSS voltaram a desfilar na Praça Vermelha veículos militares pesados como os de mísseis.
2010 - 65º Aniversário da Vitória. O desfile do Dia da Vitória foi realizado pela primeira vez em toda a Rússia.

9 de Maio pelo mundo:
O Dia da Vitória é feriado nacional na Rússia, Ucrânia, Belarus, Armênia, Azerbaidjão,  Bósnia e Herzegovina, Cazaquistão, Geórgia, Macedônia, Moldávia, Montenegro, Polônia, Quirguistão, Sérvia, Tajiquistão, Turcomenistão, Uzbequistão. Além de algumas partes do Reino Unido, Alemanha e Israel (não como feriado comercial).
Photo

Post has attachment
05 de Março de 2013 - 60 anos sem Stalin

Há 60 anos morria Iosseb Bessarionis dze Djuğashvili (georgiano) Ióssif Vissariónovitch Djugashvíli (russo) ou simplesmente o homem de ferro, "Guia Genial dos Povos" e "Pai dos Povos" Generalíssimo Camarada Stalin...

Stalin nasceu em 18 de Dezembro de 1879, numa pequena cabana na cidade de Gori na Geórgia, filho da costureira Ketevan Geladze (1858-1937) e do sapateiro Besarion Jughashvili (1849 ou 1850 - 1909), o jovem Stalin teve uma infância difícil e infeliz. Chegou a estudar em um colégio religioso de Tiflis, capital georgiana, para satisfazer os anseios de sua mãe, que queria vê-lo seminarista.

Após a morte de Lênin torna-se Secretário Geral do Partido Comunista e Comitê Central e Líder da União Soviética numa época onde os cargos de Presidente e Premier eram meramente decorativos e todo poder se concentrava em suas mãos

Stalin é até hoje uma das figuras mais controversas da história mundial, admirado por muitos e odiado por outros.

Seus inimigos atribuem a ele a morte de milhões de pessoas, o massacre de Katyn na Polônia, a fome na Ucrânia nos anos 30, além de inúmeros expurgos e criação dos campos de trabalhos forçados na Sibéria, os GULAGs, também o condenam pelo Pacto Germano-Soviético no qual ele e Hitler dividiram o Leste Europeu.

Porém não se pode negar que foi um dos responsáveis pela derrota Nazista, durante a II Guerra, os aliados Inglaterra e EUA chegaram a o elogiar inúmeras vezes neste período, Stalin foi capa da revista TIME e eleito 2 vezes por ela personalidade do ano em 1939 e 1942 e louvado no filme Mission to Moscow produzido por Hollywood em 1943

Também foi responsável pela industrialização e modernização da União Soviética, além de transformá-la numa potencia bélica e nuclear, a única nação que conseguiu rivalizar com os EUA por décadas.

Generalíssimo da União Soviética foi uma patente criada exclusivamente para Stalin em 27 de Junho de 1945 e jamais recebida por outro líder

Em 5 de março de 1953, Stalin morreu de hemorragia cerebral (derrame) em circunstâncias ainda hoje pouco esclarecidas. Avtorkhanov desenvolveu uma detalhada teoria, publicada inicialmente em 1976, apontando Beria como o principal suspeito de tê-lo envenenado. Todavia, outros historiadores ainda consideram que Stalin morreu de causas naturais. 

Em 2003, um grupo de historiadores russos e americanos anunciou a conclusão de que Stalin ingeriu varfarina, um poderoso veneno de rato que inibe a coagulação sanguínea e predispõe a vítima à hemorragia cerebral (derrame). Como a varfarina é insípida ela provavelmente teria sido o veneno utilizado. No entanto, os fatos exatos envolvendo a morte de Stalin provavelmente nunca serão conhecidos. 

Stalin foi sepultado no Mausoléu de LENIN STALIN e por lá permaneceu até o final do XX Congresso do Partido Comunista em 1956, quando foi então removido e sepultado ao lado da muralha do Kremlin e marcado por um busto.

Estima-se que 5 milhões de pessoas além de representantes e líderes mundiais como Mao Tse Tung compareceram à seu funeral na Praça Vermelha.

Stalin death and funeral
Photo
Wait while more posts are being loaded