Post has attachment

Post has shared content
'Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos.

Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. ’ SENHOR JESUS CRISTO

Post has shared content
Quantas vezes você tem mirado nos olhos dos seus filhos para sentir-lhes as realidades intimas, pelas “janelas da alma”?

Post has attachment
UA CHAMADA / TU LLAMADA

Tu me chamas e ainda não é minha hora,
tu me invocas estremecendo minha alma
como vento que traz palavras
penetras agudo o meu pensamento

Sabes como medir o tempo?
O teu viaja sem alforje de carne,
o meu também respira teu amor
mas meus pés ainda pisam o barro

Oh, esta eterna paixão,
mora além da lua e do sol
e vive no silêncio do universo
ali onde te sinto cada noite

Minha casa são teus sonhos inspirados
meu corpo já não pesa, apenas palpita
ao ritmo que teu coração lhe marca
teu olhar, metrônomo do meu ser

Seria melhor não te ver, não te sentir
ouvir calada o som da tua memória
reconhecer essa lei das estrelas
mas, por que cegar o meu espírito?

Sofro porque a noite demora
porque teus lábios já não me beijam,
minhas mãos não acalmam tua sede
nem tua voz sacia minha fome de ti

Se pudesse amanhecer em teus braços
aligeirando meu caminhar entre pedras,
vivo entre sombras de dois mundos
e tu és o guardião da minha fronteira

Tu me chamas e ainda não é minha hora,
tudo chega, anjo de brancas asas
brilhe tua luz, veste-me de clareza
meu tempo é morrer no teu amor

TU LLAMADA

Me llamas y aún no es mi hora,
me invocas cimbrando mi alma
como viento que trae palabras
penetras agudo mi pensamiento

¿Sabes cómo medir el tiempo?
El tuyo viaja sin alforja de carne,
el mío también respira tu amor
pero mis pies aún pisan el barro

Oh, este eterno enamoramiento,
mora más allá de la luna y el sol
y vive en el silencio del universo
allí donde te siento a cada noche

Mi casa son tus sueños inspirados
mi cuerpo ya no pesa, solo palpita
al ritmo que tu corazón le marca,
tu mirada, metrónomo de mi ser

Sería mejor no verte ni sentirte
oír callada el son de tu memoria
reconocer esa ley de las estrellas
pero ¿por qué cegar mi espíritu?

Sufro porque la noche se demora
porque tus labios ya no me besan
pues mis manos no calman tu sed
ni tu voz sacia mi hambre de ti

Si pudiese amanecer en tus brazos
aligerando mi caminar entre piedras,
vivo entre sombras de dos mundos
y tú eres el guardián de mi frontera

Me llamas y aún no es mi hora
todo llega, ángel de blancas alas
brille tu luz, vísteme de claridad,
mi tiempo es morir en tu amor

2018 © José Manuel Fernández
2018 © Foto: Jarylle Adriane
Photo

Post has attachment
Novela espírita VIDAS INACABADAS III (58) Tragédias íntimas

Novela espírita VIDAS INACABADAS III (58) Tragedias íntimas

http://www.entreespiritus.community/2018/11/vidas-inacabadas-iii-58-tragedias.html

Post has shared content

Post has shared content
SENHOR JESUS CRISTO
(Não vos desvieis do Caminho Reto. O SENHOR JESUS é o ÚNICO Caminho. Não existe nenhum outro. Portanto , não vos deixais enganar... )

Post has attachment
“Todos somos filhos de Deus, pela fé em Cristo Jesus”. – Gálatas 3:26.

Ismael de Almeida

Hoje
eu quero ser o amor que transborda do coração, a voz que enternece às almas sofredoras, a paz em toda à Terra.

Eu quero
ser a bênção, e a cura para os corpos enfermos, a mão que ergue o caído, a luz que ilumina, a ternura de irmão, para as almas sofredoras.

Eu quero
levar o amor no pensamento, para iluminar toda obscuridade, inundar de carinho todas as crianças, ser a amizade pura, para os idosos que estejam em solidão.

Eu quero
abençoar a brisa, para que ela leve a ternura de mãe, para todo recanto do planeta.

Eu quero
orar pelos doentes, abençoar o alimento de todos os lares, enternecer o coração solitário.

Eu quero
curar a dor do mundo, levar afago aos corações sofridos, inundar o planeta do amor de Deus, pedir ao Pai Celestial piedade, para todos que trazem na alma, uma dor sem cura.

Paz e luz.

Photo

Post has shared content
Muitas enfermidades com diagnostico difícil, pela variedade da sintomas, têm suas raízes em distúrbios da mediunidade de prova, isto é, aquela que se manifesta com a finalidade de convidar o espírito a resgate.

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded