Post has attachment
"ANTES DO NASCER DO SOL"
Poesia 09-12-17


Sentimentos que se perdem na escuridão
A noite revela suas sombras
Ocultas sem estrelas, sem luar
Pelos becos de uma vida e sua sofreguidão

Noite sem brilho, olhos sem cor
A madrugada avança rumo ao alvorecer
Os olhos cansados teimam em não se fecharem
Triste noite sem um amor

Antes do nascer do sol
Juntam-se a noite, amarguras e insonias
Angustias, tristezas e magoas
Sem estrelas e sem lua, só as sombras

Mais uma noite triste de tormentas
Os desenganos que abastecem a alma
Nesta odisseia noturna, e suas agonias
As sombras tornam-se rotina

Antes do nascer do sol
A alma solitária vaga sem destino
Por entre as vielas gélidas das sombras
De um amor que na escuridão se perdeu


Poeta do Nordeste
A Voz do Sertão
Photo

Post has attachment
"A FELICIDADES DO AMOR EM UM OLHAR"
Poesia 25-11-17


Meus pensamentos vagam,
Em busca de seu olhar
Te vejo em meus sonhos a sorrir
Por um instante estive a seu lado

Meu corpo estremeceu
O meu olhar cruzou com o seu
Teus lábios, teus seios
A sinto ansiosa ofegante a me desejar

Os pensamentos mergulham na imensidão
Nossas mãos, por um momento os abraços
Nossos corpos a flutuar
O perfume da pele carinhos sem fim

Dois corações a bailar noite a fora
O paraíso, caricias nosso intimo a se tocar
O poder do amor mergulha em eterno orgasmo
Corpos estremessem nos lembrando o paraíso

Mergulhados na enluarada noite
Vagamos embriagados nos braços da paixão
Meus olhos a te contemplar nua,
O sorriso denuncia, à felicidade em seu olhar


Poeta do Nordeste
A Voz do Sertão
Photo

Post has attachment

Post has attachment
"SOMENTE EU E VOCÊ"
Poesia 20-11-17


Venha me de as mãos
Vamos caminhar
Conversar
Quero ouvir sua voz

Vamos sair por ai
Sorrir e sonhar
Venha vamos nos amar
A luz do dia, ao luar

Na praia de frente ao mar
Quem sabe a lua
Possa no encher de brilho
Venha dei-me suas mãos

A orla, areia úmida
Ondas a tocar nossos pés
O mar e sua fúria
Águas e ondas indomáveis

Quem sabe a noite
Nos ofereça seus segredos
Seus mistérios
O universo sem resposta

Venha para que se negar
A felicidade de amar
Te quero assim
Como a um anjo querubim

Tocando os lábios em mim
Numa noite de luar
Tocaremos o céu, as estrelas
Nos momentos mais sublimes

A sede voraz da paixão
Que vem para nos queimar
Venha se saciar em meu corpo
Venha leve como a brisa

Sobre a luz de um novo amanhecer
A lua se recolheu
Deixe-me sentir o amor em seu olhar
E tão somente sonhar


Poeta do Nordeste
A Voz do Sertão
Photo

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
"BRUXINHA DO AMOR"
Poesia 09-11-17


Venha com amor me hipnotize
Me faça de seus carinhos prisioneiro
Prenda-me nas grades de seus braços
Oculta-me em seu coração

Torna-me seu escravo
Quero me escravizar
Em seu corpo
E me exaurir em seu prazer

Aprisiona-me em seus braços
Enfeitiça-me
Com a poção de seu feitiço
Faça-me em seu íntimo entorpecer

Te quero toda minha
Seu corpo escultural bela bruxinha
Em forma de mulher
Hipnotiza-me com suas caricias


Poeta do Nordeste
A Voz do Sertão
Photo

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo
Wait while more posts are being loaded