¿Algún chico de México para sexo escrito? 3:)

¿Algún chico de México para sexo escrito?

Confissões de uma professora
Conto erótico, uma fantasia de uma amiga.
Dou aula em uma escola particular no interior do PR, tenho 36 anos. 1,59 de altura, dizem que sou atraente, que meu rosto é bonito e que meu corpo é curvilíneo, pelo que me recomendaram ir dar as aulas com roupas discretas, a fim de evitar comentários entre os alunos. Tenho tido muito cuidado com minhas roupas, pois meus seios são firmes e, embora não muito grandes, se salientam. Minha cintura é fina e meu bumbum é um pouco maior que a média, o que faz que chamem a atenção. Por isso tenho usado roupas de cores neutras. Costumes com as saias lateralmente abotoadas até em baixo e blusas abotoadas até em cima.
Sempre achei errado alguém mais velho se envolver com pessoas dessa idade, mas venho sentindo muito tesão por alguns dos meus alunos. Não tinha isso, mas recentemente comecei a ter muito tesão por meninos novinhos. Vejo caras mais velhos e não tenho desejo, mas com os novinhos penso 1001 besteiras. E por isto não vou dizer o meu nome e nem do rapaz.
Na sala de aula já vi vários segurando o pau duro por cima do shorts, enquanto assistem a aula e com a mão por baixo (provavelmente será masturbando), e essas coisas estão me deixando louca.
Aconteceu que outro dia, um aluno tirou o pinto para fora e ficou batendo uma punheta, eu fiz que não vi e continuei a aula, evitando olhar o que ele estava fazendo. Como não fiz nada em relação ao que estava acontecendo, isso se tornou uma rotina e ele sempre fazia isso. Mas o pior é que ele tem um tremendo pinto e isso me deixa extremamente excitada. Quando eu chego em casa praticamente estuprando meu marido.
E para me dar ainda mais vontade de ceder a esse desejo que acho errado, o mesmo moleque conseguiu meu WhatsApp e me mandou uma foto do pau. Me masturbei muito com a imagem na minha cabeça daquela foto.
Este aluno, está sempre atento à aula, que não tira os olhos de mim, o tempo todo. Ele me desconcerta, até porque é um rapaz muito bonito, ele é alto e moreno, braços fortes acho que faz musculação.
Certa manhã, quando eu ministrava a última aula, ele me procurou perguntando se eu poderia, quando terminasse, esclarecer algumas dúvidas. Obviamente eu me dispus. Encerradas as aulas, todos saíram e eu fiquei na sala sozinha com o rapaz. Ele apresentou dúvidas efetivamente relevantes. Eu entusiasmada com as questões formuladas, comecei a prestar os esclarecimentos com euforia. Foi quando, de repente, ele me abraçou e me beijou. Beijou-me de novo e não o impedi, pois, naquele momento percebi que eu estava irremediavelmente fascinada por ele. Não resisti e aconteceu o que não poderia ter acontecido.
Eu, naquele momento, pensei em empurrá-lo. Mas instintivamente acabei por corresponder ao beijo. Não havia como conter aquele desejo. Ele começou por desabotoar minha blusa, beijou meus seios, depois desabotoou minha saia até em cima e correndo os dedos pela parte interior das minhas coxas, a suspendeu. E dizendo que eu era muito gostosa começou a me encoxar, agora encostada na parede, eu permitia que ele levantasse minha saia, ele arrancou minha calcinha com força, eu já estava gozando só com a situação, então me encostei na mesa e empinei minha bunda oferecendo-me, ele enfiou seu pinto duro rocha na minha xota que estava piscando de tesão e claro muito molhadinha, e apesar de novo era bem dotado para a idade, sem querer soltei um suspiro quando senti a penetração, ele foi bem fundo e violentamente foi arremetendo para dentro de mim. Minhas pernas amoleceram na hora, e para não cair apoiei as duas mãos na mesa, ele estava puxando minhas ancas para trás, sentia ele estocando bem forte e logo estava gozando feito louca, e senti ele esporrando dentro de mim ele gozou e eu cheguei junto com mais um orgasmo. Senti a sua porra escorrendo da minha buceta pelas minhas pernas. Não houve como evitar. Transamos ali mesmo na sala.
Coloquei a calcinha fechei a saia e a blusa sai correndo para minha casa, ao chegar, tirei minha calcinha ela estava molhada pela esporra dele, não resistir passei a língua no fundo e esfreguei nos meus lábios, e comecei a me masturbar, enfiando o dedo dentro de mim e depois colocando na minha boca pra sentir o sabor do esperma, o dele era bem mais grosso e em maior quantidade que o esperma do meu marido, muito mais gostoso, mais doce e menos salgado, que por ser mais grosso e maior quantidade também tinha um cheiro mais forte, e que cheiro bom!!! O cheiro que saía de mim me dava mais tesão
Estava no cio, queria mais, queria chupar ele, queria dar de novo para ele, não resisti passei um zap chamando ele para vir em casa, ele disse que não tinha dinheiro, falei que sem problemas podia pegar um Uber que pagava.
Neste meio tempo fui tomar um banho, penteei meus cabelos, passei perfume e fiz uma coisa que jamais tinha feito em minha vida, depilei minha xaninha por completo, coloquei um vestido solto só de calcinha. Meia hora depois ele chegou,
Ao entrarmos não perdi tempo, peguei as alças do meu vestido e as soltei, deixando meu vestido cair no chão, ficando em pé na frente dele só de calcinha, com os meus seios de fora para fora e os mostrei para ele é disse, “quer chupar quer? “, balançou a cabeça respondendo que sim eu disse: "então vem chupar "
Ele veio e acariciou meus seios e colocou a boca devagar neles, chupou e eu pedi que ele de mordesse suavemente meus bicos, eu peguei no pênis dele, estava duro, bem duro mesmo, passei a mão nele inteiro para sentir e já o tirei para fora e chupei.
Na hora que estava chupando ele, senti que ele gemeu diferente e de repente senti ele gozando na minha boca. Como eu sempre fiz nesse caso, esperei ele terminar de gozar e segurei tudo na minha boca, e como era acostumada a engolir, que delícia! Eu queria mesmo que ele gozasse na minha boca, confesso que engoli com um pouco de dificuldade pois o esperma era grosso e abundante, mas muito gostoso, eu queria ele dentro de mim agora, o bom de estar transando com um rapaz novinho é que logo depois que ele goza ele já está pronto e duro de novo.
Tudo isto tinha rolado na sala, peguei ele pela mão, levei para o quarto, deitei na cama e chamei ele, ele veio, com tudo já querendo enfiar antes de eu tirar minha calcinha, eu pedi para ele me chupar, mas ele não sabia como fazer, estava todo atrapalhado, com muita paciência e também tesão, fui ensinando a ele passo a passo. Ensinei ele a chupar, entre muita baba e dentadas que ele me deu até eu consegui fazer ele me dar prazer, fizemos um 69; eu chupei ele só um pouquinho para que ele não gozasse rápido de novo, e na posição papai mamãe chamei ele para ele me penetrar
E enfiou com força e com tudo, aí ele deu só mais uma bombada e de repente deu um gemido alto, quando eu senti ele gozando dentro de mim. Eu fiquei muito desapontada com aquilo, não demorou nem 1 minuto e já gozou dentro de mim. Deitamos um do lado do outro e eu disse para ele: " agora precisa aprender a controlar esse gozo ai!! ".
Tomamos banho e decidimos continuar, fizemos mais uma vez, eu ensinei ele a dar uma paradinha quando ele sentir ia gozar e funcionou. Eu fui por cima onde eu controlo melhor a situação, nas não aguentei muito tempo assim, cai de boca sem pena, coloquei a rola todinha na boca, ficamos assim por +- uns 10 min., depois de me deixar com mais vontade, já não aquentava mais, minha bucetinha estava pedindo, tive que pedir para ele enfiar logo, eu fiquei de 4, ele foi colocando na entradinha da minha xotinha, e gemendo muito, quando ele colocou a cabeça da pica, me segurando pela cintura colocou o resto, tudinho de uma vez, dei um grito muito auto, mas foi uma das melhores estocadas de todo a minha vida, mandei ele puxar meu cabelo, e dar tapa na bunda, ele me chamava de vagabunda. Dessa vez ele se controlou eu gozei muito.
Depois de uns vinte minutos ele me disse que ia gozar, dei uma chave de buceta, apertando o máximo que pude e gozamos juntos, tomei de novo um banho, ele foi embora, e depois de tanta gozada dele dentro de mim até depois do banho ainda sentia o esperma dele escorrendo.
Agora eu quero dá o cuzinho para ele, sei que não certo que estou fazendo, mas não tenho força pra resistir, amo meu marido, mas o meter com este boy é muito bom!

Post has attachment
Hola! En http://www.relatoseroticosiria.com encontrareis gran variedad de relatos definidos por categorías! Espero os gusten y si queréis podéis publicar los vuestros! Bss

Post has attachment
hizo a un lado las pelotas de billar y me sentó a la orilla de la mesa, continuo besándome y tocándome hasta que por fin me bajo las bragas, se agacho y ........

Post has attachment
Photo
Photo
14/12/16
2 Photos - View album

Post has shared content
¡¡MUY BUENOS DIAS, FELIZ VIERNES Y FIN DE SEMANA AMIG@S!;♡♡
Animated Photo

Que tarde mi gente

Un momento de sumisión

Atada a la silla te encuentras totalmente desnuda, indefensa y sometida para este momento de placer. El aroma de tu perfume me embriaga, y me hago detrás de ti y mis labios se posan a un lado de tu cuello recorriéndolo lentamente acompañado de mi lengua moviéndose con sigilo hasta el lóbulo de tu oído deteniéndose allí, mientras ahora las palmas de mis manos se dirigen a tus pezones rozándolos con finos movimientos, mientras siento como tu respiración va en aumento y tu piel se estremece. Poco a poco una de mis manos va bajando hasta tu sexo moviéndose lentamente, mientras los dedos índice y pulgar de mi otra mano presionan tu pezón suavemente y ahora tu respiración se agita cada vez mas dejando escapar unos leves gemidos. Lentamente me pongo frente a ti, y besándote en los labios voy bajando por tu cuello pasando por tu pecho hasta llegar a uno de tus senos y lo beso delicadamente, mi lengua lo recorre en su totalidad para que luego mi boca lo succione acompañando con suaves mordiscos y luego me paso al otro seno y hago exactamente lo mismo. Sigo mi camino hacia abajo, y mi lengua se desliza por tu abdomen hasta llegar a tu sexo y justo allí me detengo recorriéndolo suavemente concentrándome en tu clítoris mientras tu respiración cada vez aumenta más y tus gemidos son más sonoros.
Me detengo y tomo un vibrador, lo pongo en funcionamiento y lo paso por la parte interna de tus muslos suavemente acercándolo lentamente a tu sexo y alejándolo, aumentando el suspenso y la excitación que te tienen al borde de la locura. Finalmente llega a tu sexo, y me detengo allí mientras tu cuerpo se tensiona, tus piernas y brazos se quieren liberar, y mi boca ahora se posa en uno de tus pezones mientras tus gemidos aumentan sin parar. Mis labios ahora recorren todo tu cuello sin mover el vibrador de tu sexo, tu rostro se ruboriza, tus gemidos ahora son desesperados, hago más presión con el vibrador, estas a punto de entrar en delirio, y de repente estallas en un orgasmo intenso y delirante dejándote extasiada. Te desato y con un largo beso terminamos nuestro momento de lujuria y placer.

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded