Post has attachment
6/13 P’TIT QUINQUIN (2014). O realizador Bruno Dumont, habitué de cenários místicos e desolados, dá um passo em direcção ao burlesco macabro com esta mini-série de 4 episódios passada no Norte de França. A adolescência em bruto, longe dos corredores da escola, é o guia para um universo simultaneamente hiper-realista e surrealista, reverso da ruralidade idealizada e espelho da desagregação contemporânea. "On est au cœur du mal."

Post has attachment
5/13 MISFITS (2009-2013). Cinco jovens têm de cumprir serviço à comunidade por actos de pequena delinquência quando uma tempestade eléctrica lhes confere inexplicáveis superpoderes. Pérolas a porcos: que uso vão fazer os marginais desses dons? Engraçadíssima e envolvente, a história revela as desigualdades da sociedade inglesa em pano de fundo. "You lot, superheroes? No offence, but in what kind of fucked-up world would that be allowed to happen?"

Post has attachment
4/13 THE WIRE (2002-2008). Nas ruas de Baltimore, dealers e polícias lutam pelo território, num confronto físico e tecnológico. As instituições mais diversas jogam um xadrez cínico que condiciona a vida de toda a gente e decide do futuro dos mais jovens. A quarta temporada segue um grupo de miúdos na escola pública, e de repente somos nós. “Trick them into thinking they aren't learning, and they do.”

Post has attachment
3/13 FREAKS AND GEEKS (1999-2000). A série tem a originalidade de navegar entre dois micro-cosmos marginais mas contrários, e de remeter a normalidade para (notáveis) personagens secundárias. Certamente, o fascínio da temporada única também advém de ter conseguido sobreviver ao esquecimento anunciado. “I’m never gonna care ’bout my bad reputation.”

Post has attachment
2/13 BUFFY, THE VAMPIRE SLAYER (1997-2003). Buffy Summers só quer ser uma rapariga normal, mas tem de defender a humanidade dos vampiros. Crescer é aceitar esse poder sem se trair, e Buffy aceita sacrificar os sonhos de adolescente, rejeitando posturas de super-heroína. Tal como a sua protagonista, a série mais genial ainda hoje tem de enfrentar todos os preconceitos para mostrar o seu valor. “- They will find out, you know? About you. / - Don’t have time to think about that. You know I have all this homework to finish.” 

Post has attachment
1/13 TWIN PEAKS (1990-1991). Esticamos o conceito de “série juvenil” para nele incluir a obra-prima de David Lynch e Mark Frost. O mistério da morte de Laura Palmer, 17 anos, revelava pela 1ª vez na TV o lado obscuro da adolescência, potenciado pela colisão com as perversidades dos adultos. “I’ll see you in 25 years”.
Wait while more posts are being loaded