Profile cover photo
Profile photo
Darlan Oliveira
35 followers
35 followers
About
Posts

Post has attachment

/// Pensamentos... Reflexões///
O maior mal desse tempo é a cegueira. Somos curados desse mal quando encontramos com aquele que pode nos fazer ver. (Jo:9).
O encontro com esse homem espiritual abre a nossa visão, nos conduz a uma vida proveniente do seu Espirito. (Jo:14;6)
Quando o Espirito é liberado na vida de uma pessoa, ela passa a enxergar. Seus olhos, ouvidos e coração são abertos. Desperta-se para uma nova realidade de vida e funcionamento. E impossível encontrar com esse homem espiritual e não ter os olhos, ouvidos e coração afetado. A ótica de como se enxerga as coisas e mudada, os ouvidos se tornam mais apurados em ouvir o que ele deseja e o coração se torna plenamente satisfeito N'Ele.
Ter uma vida imergida no Espirito e o que nos condicionará permanecermos ouvindo, sentido, e discernindo as coisas que o Espirito de Deus deseja que conheçamos e façamos. Sem uma vida no Espirito, não cumpriremos nosso destino, não honraremos ao Eterno, seremos para sempre cegos, surdos e frustrados. Precisamos passar pela experiencia de sermos movidos pelo sopro do Espirito ( o que me traz vida), envolvidos pelo vento ( o que me capacita para o desempenho da obra), libertos de cadeias emocionais que contemporizam todo o avanço.
Deseje ardentemente todos os dias um encontro com esse homem espiritual que o conduzirá para uma vida no seu Espirito, uma vida de ver, ouvir e sentir.
Add a comment...

Post has attachment
Como é incrível eu não consigo explicar
Como você consegue no meio
Do silêncio ao meu coração falar
Eu não preciso de palavras
Nem de grandes demonstrações
Apenas o teu olhar eu consigo ouvir que você me ama

E quando estamos a sós minha cabeça no teu peito
Faz silenciar, todos os medos dentro de mim
É no silêncio que o tu coração fala ao meu
Acalma a tempestade no meu interior
Minh'alma agitada que quer sempre atenção
E as ondas de dúvidas que vem como um turbilhão
E a quebra das ondas de encontro
Aos rochedos do meu coração
E a rebentação querem me assustar
No silêncio venha comigo falar

No silêncio venha me amar
É no silêncio que eu posso declarar
Acalma a tempestade no meu interior
Minh'alma agitada que quer sempre atenção
E as ondas de duvidas que vem como um turbilhão
E a quebra das ondas de encontro
Aos rochedos do meu coração

E a rebentação querem me assustar
No silêncio venha comigo falar
No silêncio venha me amar
É no silêncio que eu posso declarar
Que o meu coração é teu e pra sempre vou te amar!
Add a comment...

Post has attachment

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment

Temos fome de varias coisas. E sempre que temos fome corremos para saciá-la, seja com uma boa e saudável refeição, seja com uma fruta, uma bolacha, ou até mesmo com os super saborosos e calóricos lanches de redes de fast foods. Não importa como nem quando mais queremos matar quem nos mata, a fome!
 
Sem sombra de duvidas nos dias de hoje vivenciamos uma geração extremamente “faminta” por alimento, não somente físico mais também espiritual. Deus tem me concedido o privilégio de viajar pelo Brasil compartilhando e servindo a vários irmãos, e por onde eu passo algo me chama atenção. A fome das pessoas. Existe muita literatura, ensinos teológicos. Digamos que o estudo das escrituras nos dias de hoje se tornou algo de fácil acesso a todos.
Observamos inúmeras escolas (ministeriais, missionárias, proféticas, etc.) pelo Brasil, algumas serias outras nem tanto, algumas com muitos alunos, outras com não tantos. Mais o que quero destacar aqui e a FOME da nossa geração. Costumo dizer que existem pessoas se tornando Phd em escolas de “Avivamento”. Por onde passamos encontramos as mesmas pessoas, fazendo as mesmas escolas ou conferencias.
 
Diante disso tenho me perguntado com o que temos saciado nossa fome nos dias de hoje? Nessa manhã meditei no texto Mt:19;16-21 (O Jovem Rico). Observamos 3 atitudes desse jovem que demonstram sua fome em coisas erradas, ou que não o saciariam.
1) O que fazer para ser bom e alcançar a vida eterna?
 
-  O fazer e conseqüência em crer em Jesus Cristo, Ele e o bom. Ele sacia a nossa fome, ele e o verbo que se fez carne e por esse motivo ele fala a esse jovem “Guarde os mandamentos”.
 
2) Ele era um “observador” da lei, não um praticante dos mandamentos
 
- Ele conhecia a lei, porem não vivia a lei principalmente ao amar o seu próximo.
 
3) Esse jovem tinha fome, porem a supria em coisas que não o saciaria, mesmo tendo posses, ele queria algo mais a vida eterna, porem seu amor as coisas desse mundo o impedia de seguir a Jesus.
- Quando Jesus o aconselha a vender tudo dar aos pobres e segui-lo, toda a “fome” pela vida eterna, por ser um discípulo de Jesus se vai. Pois a real fome desse jovem ainda estava em seus bens e propriedades.
 
Bom o que podemos entender disso tudo nessa manhã? Nossa geração e faminta, porem onde temos suprido nossa fome?  Temos investido em uma alimentação saudável, ou somente alimentado de coisas como petiscos para saciar momentaneamente nossa fome? Em todo lugar se observa ensinamento das escrituras, mais onde observamos o manifestar desses ensinamentos nos dias de hoje?  Infelizmente observamos nesse tempo de FOME, muitos que tem se levantado como oportunistas, e oferecido Elma chips pra uma geração onde Deus deseja dar-lhes alimentos solido e saudável para que cresçam e testemunho dos oráculos das escrituras.
A todos meus amigos e leitores dessa nota, rogo que sejamos impactados pelo poder da palavra, pela virtude de Deus manifesta na sua palavra. E não mais pelas lindas ilustrações de cardápios de fast foods espalhados por ai. E tempo de maturidade e crescimento não só em observar a lei, mais sermos cumpridores dela em sua totalidade. Somente assim o sentido da nossa fome será o correto.
Um forte abraço

Darlan Oliveira
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded