Profile cover photo
Profile photo
Rosangela Ataide
1,657 followers
1,657 followers
About
Rosangela's interests
View all
Rosangela's posts

Post has attachment
Viés
pouco sei do nada, pouco sei do oco ou da vida que segue. não sei tudo, não sei do quanto basta. sequer do cheio ou do vazio. só sei do morno, o meio gasto... do soslaio que aprendi. sei quase nada do que preso, perco ou relevo. e não quero saber, é verdade...

Post has attachment
para uma vida
uma vida cabe outra vida e mais outra e outra e quantas outras possíveis vidas uma vida cabe ao corpo que pendura ao ar sua matéria e se sustenta sobre os pés andantes e caminha e segue até que te baste este corpo aste e gasto fique quando os calos não se f...

Post has attachment
amar, amor...
ah esta saudade! esta palavra que tanto significa e nada diz. eu não me entendo muito bem com a palavra dita, vociferada... é verdade. (eu não sei o que dizer às vezes, por possuir esta mania de poeta que tantas possibilidades me oferece) penso no significa...

Post has attachment
artilharia
se acaso a palavra me bastasse não miraria teu peito alvo minha mira é um fracasso mas enxergo bem, obrigada minha artilharia é pesada ...a respiração é que me trai a cada sílaba disparada e você, perverso não pára quieto em minha reta abordagem rosangela a...

Post has attachment
Alentejo
Loble sei da noite o blue sei do dia, vertigens  e não me abalo por nenhum conto canto ou choro sei do seio o aperto no peito e da minha cinta a liga que se soltou sei de você saudade... e não quero saber do mar que te leva para o Sul enquanto parto para o ...

Post has attachment

Post has attachment
so cruel
temo em mim esta verdade mais crua do que nua nunca dita, é verdade mas explicita, posta a mesa do jantar ela, tão crua vandaliza minha razão não se desvenda nua não se despe ou fica a mostra como realmente é, ou significa uma verdade meio dita escondida mu...

Post has attachment
aos meus amigos
Hoje ao passar por uma crise, vejo vocês que sempre foram peças fundamentais na minha vida (alguns sangue do meu sangue), se tornando evasivos, distantes, alguns até ficando com certo rancor, vocês intimamente ligados a eu e minha família. Sei que em nenhum...

Post has attachment
tarde efêmera
no vazio a tarde silencia o  absurdo e minha surdez agoniza murmurinhos insanos mais vazios  que a tarde no oco da caixa LED é domingo o meu pensar desertor vaga perdido parte sem deixar vestígios rosangela ataíde

Post has attachment
bla bla bla
cortar laços romper os liames para não adulterar a alma nem abater a carne não destroçar os músculos nos ósculos das tardes se esvaziar daquilo que não se crê resíduos fragmentos de mentiras no ranger dos dentes salivares que nos contém seja aos berros! ou ...
Wait while more posts are being loaded