Profile cover photo
Profile photo
Cristiano Rola
569 followers -
أنا لست صاحب العالم، ولكن نجله!
أنا لست صاحب العالم، ولكن نجله!

569 followers
About
Cristiano's interests
View all
Cristiano's posts

Post has shared content

Post has attachment

Post has shared content

Não é reforma trabalhista. É a maior retirada de direitos nunca vista no Brasil
Engana-se quem pensa que as propostas de reformas trabalhista, previdenciária, terceirização e prevalência do negociado sobre o legislado, do governo Michel Temer, tem como objetivo flexibilizar, modernizar a legislação e gerar mais empregos.
Os termos utilizados são até agradáveis aos ouvidos, mas extremamente prejudiciais ao trabalhador, uma vez que as reais intenções são de acabar com as proteções e direitos garantidos na Constituição, CLT e Convenções Coletivas de Trabalho, firmadas pelos Sindicatos.
Vale destacar que o movimento sindical não é contra a reforma trabalhista, até porque, desde a criação da CLT, há 73 anos, novas profissões surgiram e outras deixaram de existir, logo, existe a necessidade de se adequar aos avanços da tecnologia e a utilização da internet como ferramenta essencial de trabalho.
Dois novos tipos de contrato de Trabalho: Intermitente e Parcial
O governo já articula duas novas formas de contrato de trabalho: Intermitente – Onde o trabalhador fica à disposição da empresa, porém, só vai trabalhar quando o patrão chamar, com períodos determinados em dia e hora. O salário, 13º, férias e outros direitos, serão calculados de maneira proporcional ao período trabalhado, ou seja, se trabalhou 20 horas durante o mês, vai receber por 20 horas trabalhadas e nada mais. Parcial – A jornada ocorre em dias e horas previamente definidos, por exemplo, o trabalhador presta serviço somente aos finais de semana.
O Sindesporte juntamente com as Centrais Sindicais e Movimentos Sociais já se posicionaram contra os dois tipos de contratação, por entenderem que é um projeto nefasto para os trabalhadores. Na manhã de terça-feira (30/8), as Centrais se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), e um dos assuntos abordados, foi o repúdio das entidades sindicais com relação aos projetos que retiram direitos sociais e econômicos.
Um grupo com os 10 maiores empresários do país, se reuniu com o governo, em Brasília, no dia 10/8, para cobrar mudanças radicais para diminuir os custos com os trabalhadores. Eles exigem a aprovação de reformas que reduz salários; aumenta a jornada de trabalho para 80 horas semanais; reduz o horário de almoço para apenas 15 minutos; pagamento do 13º e férias em várias parcelas durante o ano; fim da multa de 40% na hora da dispensa; demissão e contratação com pagamento parcial dos direitos e substituição do registro em carteira por contrato de trabalho.
O Sindesporte alerta que caso estes projetos sejam aprovados, vai significar a criação de subempregos com salários cada vez mais baixos, perdendo o seu poder de compra. Em consequência, não havendo consumo, as empresas reduzem a capacidade de produção, o governo deixa de arrecadar e a economia não cresce, criando assim um círculo vicioso.
Lute pelos seus Direitos! O momento requer que todos os trabalhadores pressionem os deputados, senadores e os presidentes da Câmara e do Senado para votarem contra estas medidas. Para isso, utilize as redes sociais, e-mails e outros meios de comunicação.
Faça sua parte agora, amanhã poderá ser tarde demais!

Post has attachment
Será?????!!!!!!!!!!!!!!!!!

Post has shared content

Post has attachment
Dez mil cairão à sua direita mas você não será atingido!
Salmo 91:7.
Photo

Post has attachment
Cristiano Rola commented on a post on Blogger.
Muuuuuito bom mesmoooooo

Post has attachment

Post has shared content
O Barão Vermelho. Mais uma foto dessa moto fantastica!! Agora dá pra ver os detalhes do motor de avião e da pequena hélice no motor rsrs
Photo
Wait while more posts are being loaded