Profile cover photo
Profile photo
Lau Siqueira
897 followers -
Poeta
Poeta

897 followers
About
Posts

Post has attachment
MENTIRAS ÍNTIMAS
Perdi o medo dos abismos. Não pelo meu porte de asas de voos vencidos. Já não me cabem as penas. Aquele medo de ir na esquina e nunca mais voltar. Não voltar não muda nada. Somos semente germinada... Somos o que
trafega até o fim e depois continua firme. So...
Add a comment...

Post has attachment
Photo

Post has attachment
COMBUSTÃO
O que se mostra nu não é o corpo. Porque o corpo nu está sempre escondido debaixo da pele. O que se mostra nu é o avesso. O que não meço. O tropeço. O que não posso, mesmo quando imerso. O que se perdeu por dentro não pode ser exposto. A menos que a morte a...
Add a comment...

Post has attachment
DO TEMPO QUE DEVORA
o sopro da tua falta acaricia meus braços e esta sede é apenas a água que me basta
Add a comment...

Post has attachment
COMBUSTÃO
O que se mostra nu não é o corpo. Porque um corpo nu é o que a pele jamais revela. O que se mostra nu é o avesso. O que não meço. O tropeço. O que não posso e esqueço. (Eis a vida e seu endereço.) O que se mostra nu não é o espírito. Este nem de pele se ves...
Add a comment...

Post has attachment
RIDÍCULO
Sim, já fiz algumas loucuras na vida. Muitas, aliás. Quero fazer mais, inclusive. Já me senti ridículo muitas vezes e quero mais. Não me envergonho dos meus defeitos pois são pura revelação e algumas vezes, rebeldia. Já senti na pele a dor alheia e vou aind...
Add a comment...

Post has attachment
ÁSPERO
Seguinte: mergulho é mergulho. Em qualquer profundidade. É o voo mais vivo e veloz. Até mesmo com medo. Morto de medo. Cagado de medo. O medo é sempre a possibilidade de enfrentá-lo. Mergulhar é sempre mais que uma necessidade. É inevitável. É imprescindíve...
Add a comment...

Post has attachment
MARGEM ALGUMA
Sim, já fiz algumas loucuras na vida. Muitas, aliás. Quero fazer mais, inclusive. Já me senti ridículo muitas vezes e quero mais. Não me envergonho dos meus defeitos pois são pura revelação e algumas vezes, rebeldia. Já senti na pele a dor alheia e vou aind...
Add a comment...

Post has attachment
POUSO
Trocamos olhares. Falamos através dos nossos silêncios... Parei pra dizer olá. Depois fui embora. Essa vida passarinho... Nem tudo é voo. nem tudo é ninho. (lau siqueira)
Add a comment...

Post has attachment
COMO ERA DOCE SER RUDE
Lembro que no dia 3 de dezembro de 1977, em frente ao leito de morte do meu velho, abracei minha tia pensando que era a minha mãe. Elas eram muito parecidas. Minha mãe se chamava Maria Joanna. Assim mesmo, com letras repetidas. Minha tia se chamava Egídia. ...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded