Profile cover photo
Profile photo
Marina Ferraz
"Acredita em mim, acredita em ti, acredita em nós mas, acima de tudo, acredita comigo" (Marina Ferraz
"Acredita em mim, acredita em ti, acredita em nós mas, acima de tudo, acredita comigo" (Marina Ferraz
About
Marina Ferraz's posts

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#(a)mar


«Mar. Como a-mar. Há mares no teu nome. E identidades frouxas entre os teus dedos por não os dares a ninguém.» (Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/08/amar.html

Post has attachment
#segredosdeummonstro
Texto novo: http://kkadreamsland.blogspot.pt/2017/08/em-nome-da-nossa-mae.html

"A nossa Mãe não deixou de o amar. Ainda é dela a respiração que lhe permite subir aos tronos onde se cultivam guindastes e se semeia betão. Ainda é dela o ar que faz vibrar as cordas vocais, permitindo que chovam torrentes de detrito orgânico que não servem nem os fins da fertilização dos campos agrícolas." (Marina Ferraz)

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#emnomedanossamae


«Ela fez-me olhar a distância. Perder as contas das estrelas e dos rasgos de luz no mar. Esquecer a mágoa nas clareiras das árvores. Aprender a cantar juntamente com as cotovias simplesmente porque amanhece. E, abrindo-me os olhos com uma suavidade só sua, respondeu. “Não semeies ódio, esperando que te cresça amor”. E eu aprendi, aos pouquinhos, (…) a não o odiar.» (Marina Ferraz)


Texto completo em: http://kkadreamsland.blogspot.pt/2017/08/em-nome-da-nossa-mae.html

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#umbigo


«As pessoas fazem um reality show dos seus umbigos e é para eles que olham a tempo inteiro. Às vezes, sem mesmo precisarem de levantar as camisolas interiores e exteriores e os casacos. Descobrem-no e fascinam-se com ele. Torna-se um vício. Olhar para ele. E só.» (Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/08/o-umbigo.html

Post has attachment

Texto novo!
#segredosdeummonstro
#passosretos


«Sentado na cela de paredes lisas, ele contou os dias. Traços retos. Quatro a quatro, cortados. Muitos. À espera da justiça. Cada um dos seus passos era agora um traço. E mais um, que fez sobre as palavras dos seus pais: "Faz o bem e bem te virá".»(Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/07/passos-retos.html

Post has attachment
"Tenho coração. Ele é espada. Tenho feito, com ele, cortes irreversíveis e nomeações reais. Não em igual número. Não em igual medida. Matei muitos. Distingui um. Tu. Porque nunca ninguém me viu o coração. Mas tu viste. Porque os outros me fizeram rir ou chorar, mas nunca ambas. E porque és o único que consegue arruinar-me a maquilhagem com beijos e lágrimas e, ainda assim, fazer-me sentir a mulher mais bonita do mundo.
Tenho coração. Tinha coração. Tive coração. Ele era espada.
Hoje é teu."
- Marina Ferraz

Completo em: http://kkadreamsland.blogspot.pt/2017/07/numero-e-medida.html

Post has attachment
«Ele costumava chamar os meus olhos de “Les étoiles”. Dizia que eles cintilavam, de uma forma muito própria, no centro da escuridão da vida. E queria ser astrónomo, para poder olhar as estrelas eternamente. Essas dos meus olhos, aos quais chamava “Les étoiles”.»
-Marina Ferraz

http://kkadreamsland.blogspot.pt/2017/07/les-etoiles.html

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#numeroemedida


«Tentei ir. Mas batalhaste. Lutaste. Por mim. E bateu forte no peito, como a saudade, mas em forma de gente. Em forma de monstro. Em forma de nós.»(Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/07/numero-e-medida.html

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#lesetoiles


«Ele costumava chamar os meus olhos de “Les étoiles”. Dizia que eles cintilavam, de uma forma muito própria, no centro da escuridão da vida. E queria ser astrónomo, para poder olhar as estrelas eternamente.» (Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/07/les-etoiles.html

Post has attachment
Texto novo!
#segredosdeummonstro
#nometro


" O metro travou numa estação. Quando o fez, a mão dele resvalou levemente. Acidentalmente. Escorregando pelo metal e encontrando a dela. Um toque envergonhado de segundos. Podia ser uma história de amor. Ele soltou um “peço desculpa”. Envergonhado e simpático. De olhar laço e perdido. Ela moveu a mão, como se o toque fosse um choque elétrico. Tinha auriculares nos ouvidos. Não deverá ter escutado. Se ouviu, não respondeu. Não o olhou. Limitou-se a afastar do toque.” (Marina Ferraz)


Texto completo em: https://kkadreamsland.blogspot.com/2017/07/no-metro.html
Wait while more posts are being loaded