Profile cover photo
Profile photo
Jorge Humberto
10 followers
10 followers
About
Jorge's posts

Post has attachment
O maier clube Nacional, 2ª eurrpeia e 3ª mundial que todas as semanas traz titulos intrnacionais para portugal e para o Sporting, continua na snda do desporto pela verdade a ganhar sempre... está tudo nos livros que fazem a história do Sporting Clube... de Portugal, vide quantas filiais do Sorting não praticam futebol e outras modiladodaes, ode tem igual? E em tudo, sempre os primeiros... apenas isto e basta ao deploráveis. Não se deixe abater presidente, e deixe ficar o Marco Silva

Post has attachment

Post has shared content
PROCURO O MEU JUSTO SUICÍDIO

Procuro o meu justo suicídio
sem culpas nem escusas junto à cruz
vaidades ou a presunção do martírio
se não há luz que traga luz aos olhos
como aos olhos o que neles foi e já não seduz?

Morre tudo quanto morre, resta nada
estátua esconsa caída no esquecimento
fatal como toda e qualquer porta fechada
onde as mãos são inúteis e corruptas
resta-nos assim aceitar o adormecimento.

Escassas flores das flores havidas outrora
azuis dos céus que nos azuis foram portos
quando os rios eram sem mais demora
que frio é o aço nas veias mil vezes ofendidas
teus lábios nos meus lábios, ei-los mortos.

Procuro o meu justo suicídio
brincam crianças na sua macia infância
mau é o homem que pratica homicídio
descansa amada, eu só irei deste
para esse outro lugar, onde não há distância.

Jorge Humberto
08/03/2013
 

PROCURO O MEU JUSTO SUICÍDIO

Procuro o meu justo suicídio
sem culpas nem escusas junto à cruz
vaidades ou a presunção do martírio
se não há luz que traga luz aos olhos
como aos olhos o que neles foi e já não seduz?

Morre tudo quanto morre, resta nada
estátua esconsa caída no esquecimento
fatal como toda e qualquer porta fechada
onde as mãos são inúteis e corruptas
resta-nos assim aceitar o adormecimento.

Escassas flores das flores havidas outrora
azuis dos céus que nos azuis foram portos
quando os rios eram sem mais demora
que frio é o aço nas veias mil vezes ofendidas
teus lábios nos meus lábios, ei-los mortos.

Procuro o meu justo suicídio
brincam crianças na sua macia infância
mau é o homem que pratica homicídio
descansa amada, eu só irei deste
para esse outro lugar, onde não há distância.

Jorge Humberto
08/03/2013
 
Wait while more posts are being loaded