Profile cover photo
Profile photo
CENSIPAM
6 followers -
Amazônia, proteção, sustentabilidade, sensoriamento remoto, combate aos ilícitos, cartografia, meteorologia.
Amazônia, proteção, sustentabilidade, sensoriamento remoto, combate aos ilícitos, cartografia, meteorologia.

6 followers
About
CENSIPAM's posts

Post has attachment

Post has attachment
Censipam divulga informações de 1,3 milhão de km² de áreas especiais na Amazônia Legal

As informações relacionadas ao monitoramento de áreas desmatadas e antropizadas em 13 Unidades de Conservação e 16 Terras Indígenas nos estados do Acre, Mato Grosso e Rondônia foram disponibilizadas pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia – Censipam/Centro Regional de Porto Velho. Esses dados, de mais de 1,3 milhão de km², foram gerados no âmbito do Programa de Monitoramento de Terras Especiais (ProAE). Gravado em mídia digital-DVD, o arquivo de informações foi encaminhado hoje (30) às instituições parceiras, como Secretarias de Meio Ambiente, Defesas Civis, Ibama, ICMBio e Funai.

Os dados contribuem para identificar atividades irregulares nas áreas especiais, que são as Unidades de Conservação (UC) e Terras Indígenas (TI). “A partir do ProAE, que é uma ferramenta de monitoramento detalhada, é possível identificar processos de  desmatamento, como extração de  madeira, formação de carreadores e pátios de estocagem”, afirmou o gerente regional do Censipam em Porto Velho, José Neumar. As informações do ProAE possibilitam gerar relatórios com estimativas de áreas desmatadas e com uso dos dados georreferenciados os órgãos parceiros planejam as operações de monitoramento e fiscalização com mais precisão. 
Photo

Post has attachment
Cartas de suscetibilidade serão produzidas em 42 municípios da Amazônia

Uma parceria entre o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Exército e Força Aérea Brasileira (FAB) auxiliará no mapeamento de áreas suscetíveis a deslizamento de terra, enxurrada e inundações em 42 municípios da Amazônia. O objetivo é produzir cartas que identifiquem áreas próprias para a ocupação humana, diminuindo o surgimento de novas áreas de riscos e contribuindo para o planejamento urbano. O mapeamento será realizado a partir de maio, mas técnicos do Censipam e da CPRM estão desenvolvendo um trabalho piloto no Centro Regional de Belém. O Piloto será replicado nos Centros Regionais do Censipam em Manaus e Porto Velho. O trabalho ficará disponível no portal eletrônico da CPRM para a sociedade e entidades.

Os municípios contemplados com a carta de suscetibilidade são: Acre (Rio Branco), Amazonas (Manaus, Iranduba, Manacapuru, Manicoré, Tefé e Urani), Amapá (Macapá e Santana) Maranhão (Imperatriz, São Luiz, Bacabal, Grajaú, Pedreiras, Trizelda do Vale, Vitória do Mearim), Mato Grosso (Água Boa, Comodoro, Nova Bandeirante, Nova Canaã do Norte, Peixoto de Azevedo, São José do Rio Claro), Pará (Belém, Marabá, Porto de Moz, Rurópolis, Santana do Araguaia, Santarém, Alenquer, Almeirim, Altamira, Baião, Gurupá, Itaituba, Monte Alegre, Oriximiná, Prainha, São João do Araguaia e Tucuru), Rondônia (Porto Velho) e Roraima (Bom Vista)
Photo

Post has attachment
O Centro Regional de Belém completou 10 anos, dia 4/04. A comemoração contou com as instituições parceiras, que foram homenageadas.  
Photo
Photo
2014-04-08
2 Photos - View album

Post has attachment

Post has attachment

Durante três dias, as coordenações e a diretoria do Censipam se reuniram, em Brasília, para o workshop de Planejamento 2014. O resultado é o Plano de Ação 2014, que prevê as atividades que o órgão desenvolverá ao longo do ano. Além disso, já foi alinhava a proposta orçamentária de 2015 e o balanço das atividades 2013. 
Photo
Photo
2014-02-05
2 Photos - View album

Post has attachment
 Sipam alerta para cheia do Rio Madeira em Porto Velho

O pico de cheia do Rio Madeira, em Porto Velho, deve alcançar a cota de 58 metros até o final deste mês. Historicamente, esse é o maior nível, no mês de janeiro, registrado na capital rondoniense. A área inundada compreenderá principalmente os bairros São Sebastião, nas proximidades da Avenida Farquar e o bairro Triângulo, ou Baixa União, que terá a área de várzea do Igarapé Santa Barbara invadida pelas águas do Rio Madeira. As áreas comerciais, no entorno do terminal pesqueiro, devem começar a sentir os efeitos da cheia em poucos dias.

A previsão é do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), elaborada a partir do Modelo de Previsão do Nível do Rio Madeira, análise de informações de sensores satelitais e dados da “Rede hidrométrica para registro dos níveis, vazão, chuvas e qualidade das águas dos rios”.  “As cheias são consequência direta do escoamento das chuvas que também se apresentaram acima da média histórica na bacia do Rio Madre de Dios (Peru) e Mamoré (Bolívia)”, esclarece a coordenadora de Operações do Centro Regional do Sipam de Porto Velho, Ana Strava. 
Photo

Post has attachment
Vídeo institucional do Censipam

Post has attachment
Censipam participa da Operação de desintrusão na terra indígena Awá Guajá, no Maranhão. 
Photo
Wait while more posts are being loaded