Profile cover photo
Profile photo
Mírian Maranhão
14 followers -
Autora de "Feminino, arte & revolução: um aporte psicanalítico"
Autora de "Feminino, arte & revolução: um aporte psicanalítico"

14 followers
About
Mírian's posts

Post has attachment
Não empoderemos Rihanna!: sobre os riscos de usar arbitrariamente o significante
 Não é tão polêmico assim, como parece. Começo trazendo Lacan  para me justificar e, mais que, isso, me embasar: O que, com efeito, constitui o fundo da vida, é que, para tudo que diz respeito à relação entre os homens e as mulheres, o que chamamos de colet...

Post has attachment
Não empoderemos Rihanna: sobre o problema de considerar o significante arbitrário
 Não é tão polêmico assim, como parece. Começo trazendo Lacan  para me justificar e, mais que, isso, me embasar: O que, com efeito, constitui o fundo da vida, é que, para tudo que diz respeito à relação entre os homens e as mulheres, o que chamamos de colet...

Post has attachment
Vergänglichkeit ou o relato verdadeiro de um péssimo passeio numa paisagem de verão
"Tudo o mais que, de outro modo, ele teria amado e admirado, lhe parecia despojado de valor pela transitoriedade que era o destino de tudo" O passeio de Freud e seus amigos serviu para fazer a humanidade entender sobre luto e sobre perda. O pretexto para a ...

Post has attachment
12 provas inquestionáveis de que Los Hermanos foram influenciados pela Psicanálise
Quem é fã de Los Hermanos
certamente se identifica muito com as letras da banda. Segundo Maria Ribeiro,
diretora do documentário “Esse é só o começo do fim das nossas vidas” (2014), a
banda foi responsável por espalhar um discurso amoroso entre as pessoas, ...

Post has attachment
As Solteironas (por Carmen da Silva, fevereiro de 1974)
Solteirona é uma palavra pesada, com uma conotação precisa, às vezes
amarga, às vezes maliciosa, que ecoa socialmente como uma punição à mulher que
vive sozinha. Carmem traça três perfis distintos, três maneiras de uma mulher
enfrentar esta situação: aceita...

Post has attachment
Je suis lacanianne-fajute, mon amour!
Em seu texto "Lacan elucidado" Jacques-Alain Miller nos relembra do fato de que o desejo neurótico equivale à felicidade, uma felicidade nunca atingida, e por isso mesmo, tão almejada.  A questão central do neurótico, nos relembra Miller, será sempre o "Che...

Post has attachment
E nos começos era o amor , de antes?
" Passadista, indiferente ao novo, alguém que perdeu toda a capacidade de se admirar, eu protesto: não, nem tudo era agradável antes , nem tudo é abominável hoje. Isso não me impede de comparar, e toda comparação implica sempre o risco de contrapor o bom ao...

Post has attachment
O amor aonde não se pensa
Ultimamente não são raras as abordagens sobre como a contemporaneidade tem destruído e solapado os ideais e tradições pelos quais o homem tanto lutou e dos quais a História vem a ser o discurso testemunhal mais verossímil. Podemos dizer que os tempos de hoj...
Wait while more posts are being loaded