Profile cover photo
Profile photo
Flavia Alves
199 followers
199 followers
About
Flavia's posts

Post has attachment
Cosmos
(Foto: acervo pessoal) Por que a beleza da singela flor laranja da infância
acalenta o coração?  A resposta é um sussurro da alma... As pétalas foram
ingredientes da comida nas brincadeiras de casinha com os irmãos e amigos, suas cores contrastantes e vivas...

Post has attachment
Não há!
Não há espaço para a neutralidade se queremos um mundo melhor. (Flavia Alves)

Post has attachment
Não há
Não há espaço para a neutralidade se queremos um mundo melhor. (Flavia Alves)

Post has attachment
Alegria
(para Carol) Alegria do encontro, do respeito, do abraço. Alegria do sorriso, da risada, do afeto. Alegria do tempo, do aprendizado, do espaço. Alegria do amor, da amizade, da escolha. Alegria perene, crescente, real. Alegria do brilho no olhar, da cumplici...

Post has attachment
Luta
Mãos que tocam a terra A Terra Mãe Terra Pés que dançam em círculo Correm na mata ...floresta, rio Olhos que choram sangue Dor latente Pulsante Grito silenciado! Até quando? Até quando? Até quando? Cadê os direitos? Cadê? Cadê? Onde está a justiça? Cadê? Nã...

Post has attachment
Fragmentos
Lados, cores, muitas facetas. Somos caleidoscópios... Complexos. A luz nos revela a beleza. (Flavia Alves)

Post has attachment
Mãos sujas
Ecos mal escolhidos. Escuros. Disformes. Distorcidos. Olhar que provoca dor. Sofrimento. Desalento. Desamor. Distância que parece abismo. Silêncio. Hiato. Egoísmo. Simulação fatal. Teatro para quem? Crueldade como opção. Hipocrisia. Anulação. (Flavia Alves)

Post has attachment

Post has attachment
Arrival (A Chegada)
(foto do filme "A Chegada", de 2016) “- Come back to me.” Na minha opinião é o melhor filme que eu assisti em 2016. Talvez um dos melhores que eu já assisti na vida (ainda estou absorvendo o filme, para vocês terem uma ideia - assisti em dezembro). A narraç...

Post has attachment
Encontro II
O ar frio te cerca Minhas mãos tentam te salvar Como em um sonho confuso O tempo parece parar O calor do meu corpo te aquece Sinto teu murmúrio silencioso na pele Fixo o olhar nas tuas turquesas De inquestionável e rara beleza Quis libertá-la dali, salvá-la...
Wait while more posts are being loaded