Profile cover photo
Profile photo
ana barbara santo antonio
390 followers -
pena a pena palavra a palavra um dia terei um par de asas com versos...
pena a pena palavra a palavra um dia terei um par de asas com versos...

390 followers
About
Posts

Post has attachment
Photo

Post has attachment
DESAMOR

São azuis os meus olhos senhor
Mas tristes e solitários estes dias
Estas horas agoniadas e sombrias
Carregadas de desilusão e tanta dor
E impotentes e sozinhos
Desamparados e perdidos
Vagueando pelos caminhos
Desiludidos e entristecidos

Desamparo
Impiedosa lucidez
De uma forma desmedida
Abandono de vida
Sem reparo
Talvez
A mais destrutível agrura
A escura e negra tez
Que a noite agitada
Deixa cair
Loucura
Sentir
E na aurora demorada
De um doido amanhecer
Que a luz a consentir
Faz acontecer
Feixe multicolor
Dócil claridade
A solidão maior
Da eternidade

São negros cinzentos escuros
E húmidos frios vítreos
Pesados dolentes duros
Olhos viúvos de um azul roubado
Por um tempo tão marcado
Chagas de profundo desamor
De tragédia drama infortúnio calamidade
Que nos deixa a questionar a cor
Desta absurda humanidade
...
musa
Photo

AO PINHAL DE LEIRIA

"Perdoa-lhes Rei
Que eles não sabem o que fazem"

Verde
Que te quero verde
Ai esta sede
Esta sede de vingança
Esta verde esperança
Manto negro estendido
Do Pinhal assim ferido
Aprendido na infância
Agora todo em carvão
Uma a uma todo ardido

Verde
Que te quero verde
A deslumbrar a nação
Reino de tanta verdura
A reinar tanta loucura
Manto fogo escuridão

Verde
Que te quero verde
Fogo e fumo
Vidas não
...
musa

Post has attachment

Post has attachment
Eu...
Photo

Post has attachment
INFINITO E SERENIDADE
INFINITO E SERENIDADE Há um infinito sossego De silêncio serenidade Quase dor quase medo Uma medida eternidade Entre os dois a unir Tempo e sentir Saudade Um equilíbrio espiritual A rasgar por dentro Todos os sentidos E depois a cegueira De cal e sombria Do...

Post has attachment
PERDOA ESTE MEU CANSAÇO
PERDOA ESTE MEU CANSAÇO Estes dias de afagos em neblina A enganar as sombras Que tingem de silêncio A frialdade fina Do areal Perdoa este meu cansaço Em todo o corpo a estremecer Ferindo este sentir de aço Arranhando os ossos a arder Náufragos na carnal Sol...

Post has attachment
RUMOR
RUMOR Há uma vaga mais Uma onda logo ali Uma memória de ti Uma parte do cais E a longa travessia Por tanto mar Dois pontos desiguais Bruma e melancolia E lágrimas no olhar E partir nunca é regressar Nem do areal invadido O sal arde a ferida E a alma perde o...

Post has attachment
OUTRO RUMO
OUTRO RUMO A direcção é uma dor Por onde se vai ao engano Todo o corpo é uma rua estreita Um labirinto sem saída Escuro torpor Um caminho estranho Uma estrada que não se endireita E no ziguezague da vida Perdemos o rumo Na química apetecida Treva à deriva C...

Post has attachment
MEU REGAÇO DE AMOR
MEU REGAÇO DE AMOR Vieste para o meu colo de amor Embalar a tua dor Sossego de pedra por talhar O dique em rebentação do teu olhar Inundou o vale das minhas mãos a amparar-te Um frio liquido incolor Sombras de anjos tristes No seu eterno repousar Deitei-te ...
Wait while more posts are being loaded