Profile cover photo
Profile photo
ana barbara santo antonio
337 followers -
pena a pena palavra a palavra um dia terei um par de asas com versos...
pena a pena palavra a palavra um dia terei um par de asas com versos...

337 followers
About
ana barbara's posts

Post has attachment
A CASA DA VIDA
A CASA DA VIDA Tiveramos que inventar Um novo mundo E outros modos Outros verbos E empilhar as palavras Como castelos de cartas Atrevendo-se a suportar Acimentados sentidos De alicerces inseguros Férreas lágrimas Barrento sentir E a trave-mestra da alma Tij...

Post has attachment
NAS COXAS DA LIBERDADE
NAS COXAS DA LIBERDADE Na inocência das palavras havia versos por desflorar Um corpo inteiro de portas cerradas Havia gestos censurados e cadeias a abarrotar No silêncio das esquinas as mulheres escondiam meninas E tinham lágrimas no olhar Nas bocas a fome ...

Post has attachment
ÍNTIMA LIBERDADE


Adivinhando dois Cravos querendo

Dividir em que fica o amor à liberdade

Dois seios nos olhos do desejo crescendo

Como se o verso fosse a mão tocando intimidade


Discreto o decote rubro gozo escondendo

Segredos em duplicado e doido sentido

Que a boca já o tem como prometido

A língua em círculos a flor lambendo


Que a poesia do olhar rima com excitação

E a liberdade quer-se poema com algum prazer

Poder-se escrever com os olhos da mão


Dois Cravos de liberdade em loucura sensual

A encarnada saudade do seduzido viver

A livre intimidade tão louca tão carnal



musa 
Photo

Post has attachment
ESCREVI-TE UM POEMA DO MEU AMOR
ESCREVI-TE UM POEMA DO MEU AMOR Se voltei a amar Esta Primavera triste Dos beijos que conheci na tua boca A sonora gargalhada linda e louca O sorrir do teu olhar A ausência que insiste Florir dos dias tanto silêncio Uma quietude a naufragar No aroma dos fen...

Post has attachment
VIVER ASSM - dueto com ANTERO DE QUENTAL
VIVER ASSIM - dueto com ANTERO DE QUENTAL “Viver assim: sem ciúmes, sem saudades, Sem amor, sem anseios, sem carinhos, Livre de angústias e felicidades, Deixando pelo chão rosas e espinhos; Poder viver em todas as idades; Poder andar por todos os caminhos; ...

Post has attachment
DAS ESCADAS AO MAR
DAS ESCADAS AO MAR São negras tão negras as escadas ao mar Negras as pedras do lodo e do sal E as ondas labaredas a arder o olhar Vagas de lume de um ciúme fatal E sem que percebas nele vais te afundar Beija-lhe o sossego degrau a degrau a escadaria Batem a...

Post has attachment
ESQUECER-TE
ESQUECER-TE Preciso esquecer-te Esquecendo-me Enlouqueço Loucura que inebria Impreciso esquecimento Vibra as veias de poesia E descontentamento Grito profundo a desmoronar As palavras erguidas Do imponente olhar Das razões esquecidas Das lágrimas caídas Do ...

Post has attachment
PER FULGURANTE SILÊNCIO
PER FULGURANTE SILÊNCIO Insiste o rumor repetido Do palpitar do relógio antigo O soalho estremece Um amor abandonado Cintila a dor no olhar Perfulgurante Há no silêncio um castigo A tarde desfalece Tão distante Apetece gritar Um gemido atravessado Desvenda ...

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo
Wait while more posts are being loaded