Profile cover photo
Profile photo
Zöy
Fuck Me. Fuck The Thoughts. Fuck You. Fuck The Feelings. Fuck The Hypnos.
Fuck Me. Fuck The Thoughts. Fuck You. Fuck The Feelings. Fuck The Hypnos.
About
Zöy's posts

Post has attachment
Zöy commented on a video on YouTube.
Oh My God... Having sex with the replay!

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Zöy commented on a video on YouTube.
SINTO CHEIRO DE GRAMMY! 

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Photo

“Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.”
— Charles Chaplin.

“Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão. Um dia me disseram que os ventos às vezes erram a direção, e tudo ficou tão claro, um intervalo na escuridão. Uma estrela de brilho raro, um disparo para um coração. A vida imita o vídeo, garotos inventam um novo inglês. Vivendo num país sedento, um momento de embriaguez. Somos quem podemos ser. Sonhos que podemos ter. Um dia me disseram, quem eram os donos da situação, sem querer eles me deram as chaves que abrem esta prisão, e tudo ficou tão claro, o que era raro ficou comum. Como um dia depois do outro. Como um dia, um dia comum A vida imita o vídeo, garotos inventam um novo inglês. Vivendo num país sedento, um momento de embriaguez. Somos quem podemos ser. Sonhos que podemos ter. Quem ocupa o trono tem culpa, quem oculta o crime também, quem duvida da vida tem culpa, quem evita a dúvida também tem. Somos quem podemos ser. Sonhos que podemos ter.”
— Engenheiros do Hawaii

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded