Profile cover photo
Profile photo
Fernando Amorim
100 followers -
Nasci em Palmeira dos Índios, Alagoas, conhecida por ser a cidade na qual Graciliano enterrou parte da sua vida e da qual foi prefeito. Cresci numa época em que computadores eram obra de ficção. Não havia ciberespaço, e de computadores eu só conhecia o Hal 9000, do filme do Stanley Kubrick. Graduei-me em jornalismo e em direito. Estudei antropologia, fascinado que sou pela antropologia do imaginário de G. Durand e pela fenomenologia de Bachelard. Quis a vida que me tornasse professor de direito internacional privado! Interessei-me pelas relações entre direito e cultura. Como consequência, fiz um doutorado e mestrado em direito na UFPE. Contratos eletrônicos internacionais e proteção da diversidade cultural no comércio eletrônico foram os temas. Viraram livros. Faço agora Pós-Doutorado na Universidade de Montréal, Laboratoire de Ciberjustice. Este blog, tardio, traz reflexões sobre esses temas. Traz um pouco de mim e do que penso. Não creio que tenha muito a dizer, mas o que digo é reflexo de uma penosa trajetória intelectual. A despeito das funções administrativas que exerço em Alagoas, "terra que se ama, e dói", sou professor. E continuarei a sê-lo, espero.
Nasci em Palmeira dos Índios, Alagoas, conhecida por ser a cidade na qual Graciliano enterrou parte da sua vida e da qual foi prefeito. Cresci numa época em que computadores eram obra de ficção. Não havia ciberespaço, e de computadores eu só conhecia o Hal 9000, do filme do Stanley Kubrick. Graduei-me em jornalismo e em direito. Estudei antropologia, fascinado que sou pela antropologia do imaginário de G. Durand e pela fenomenologia de Bachelard. Quis a vida que me tornasse professor de direito internacional privado! Interessei-me pelas relações entre direito e cultura. Como consequência, fiz um doutorado e mestrado em direito na UFPE. Contratos eletrônicos internacionais e proteção da diversidade cultural no comércio eletrônico foram os temas. Viraram livros. Faço agora Pós-Doutorado na Universidade de Montréal, Laboratoire de Ciberjustice. Este blog, tardio, traz reflexões sobre esses temas. Traz um pouco de mim e do que penso. Não creio que tenha muito a dizer, mas o que digo é reflexo de uma penosa trajetória intelectual. A despeito das funções administrativas que exerço em Alagoas, "terra que se ama, e dói", sou professor. E continuarei a sê-lo, espero.

100 followers
About
Communities and Collections
Posts

Post has attachment

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded