Profile

Cover photo
Helder Renato
Lives in Carcavelos
30 followers|16,585 views
AboutPostsPhotosVideos+1's

Stream

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Um certo caminho...(pela objetiva de João Delgado).
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
A locomotiva e eu. 
A ideia de movimento rápido traduzido pelo rasto de luzes mas agora congelado num momento.
A locomotiva transmite a ideia de impulsionar uma coisa, um objeto ou uma pessoa que por si só não consegue alterar o seu movimento pela resistência ou inércia.
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
A lembrança do dia
é leve de se ter:
garganta dum jardim,
só aroma ao descer.
(Eugénio de Andrade)
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Nunca vi um céu tão bonito nem tanto sossego, enquanto acabo o meu café no meio da cidade quase vazia, a não correr para apanhar o correio que já sei que não vou apanhar, sem saber que mais dizer-te, porque a minha alma está sempre a interromper-me, a chamar por ti.
(Miguel Esteves Cardoso, "O amor é fodido")
 ·  Translate
2

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Bairro da Graça e o miradouro da Senhora do Monte, Lisboa. 
 ·  Translate
3

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Linhas/vidas paralelas, por mais que se prolonguem nunca se hão-de encontrar.
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
campo de papoilas
3
Isilda Gallois Albuquerque Costa's profile photoHelder Renato's profile photo
2 comments
 ·  Translate
Have him in circles
30 people
Antonio Simoes's profile photo
Círculo Artur Bual (Núcleo Fotografia)'s profile photo
Anabela Varela's profile photo
José Marques's profile photo
judite carimo's profile photo
Nuno Diogo's profile photo
Ana Paula Cordeiro's profile photo
João Vasco Santos Ribeiro's profile photo
Rui da Fonseca e Castro's profile photo

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Um sopro quase, 
esses lábios.

Lábios? Disse lábios,
areias?
Lábios. Com sede
ainda de outros lábios (...)

(Eugénio de Andrade, "Mar de Setembro")
 ·  Translate
3
Isilda Gallois Albuquerque Costa's profile photo
 
o Grande Eugénio de Andrade!

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Bela, 
como na pedra fresca
da fonte, a água
abre um vasto relâmpago de espuma,
assim é o sorriso de teu rosto,
bela.
(Pablo Neruda, Os Versos do Capitão)
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Lisboa
2

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
O que eu queria dizer-te nesta tarde
Nada tem de comum com as gaivotas.
(Sophia, "No tempo dividido")
 ·  Translate
1

Helder Renato

Shared publicly  - 
 
Duas vezes em menos de dois meses assisti a dois concertos no Meo Arena. Duas vezes em menos de dois meses, tenho a sensação de que me dou mal de cada vez que ali vou. Ou porque nada correu como planeado ou apenas imaginado, o que aconteceu da primeira vez, ou porque foi um dia de cão. O último foi um dia de cão. Senti-me, pela segunda vez, sozinho no meio de uma multidão ululante, que saltava e esbracejava furiosamente, que gritava também furiosamente cada acorde dos músicos que passavam no palco. Na primeira primeira parte, um tipo solitário, de guitarra, enfrentou uma plateia que se começava a animar. Quinze minutos bastaram para a criatura apresentar uns temas, dizer umas banalidades sobre o público e a cidade onde estava. Depois, na segunda primeira parte, dois tipos que caminhavam aos saltos, que percorriam o palco de um lado ao outro numa forma estranha de locomoção, e eu sempre com esperança que eles chocassem um contra o outro de modo a que a coisa pudesse terminar por ali. Não, a coisa estava bem ensaiada, e gritavam e pulavam e gesticulavam e o público nas bancadas gritava, saltava, levantava os braços... O público todo, não, eu estava com as maiores trombas que alguém poderia estar num momento musical, num concerto, melhor dizendo. Parecia-me mais, até pela música e pelos gestos dos cantantes, que estava num ginásio numa daquelas aulas em que os tímpanos sofrem mais do que os corpos, não pelo exercício, mas pelas qualidades auditivas que se vão perdendo.
Finalmente, a segunda parte, aquela que supostamente mais interessava, chegou e os meus receios confirmaram-se. Ao meu lado, na fila abaixo, na fila por detrás, gritos, braços no ar, telemóveis apontados para o ar...um massacre! Um momento de terror foi quando o vocalista da banda resolveu passear-se por entre o público, o que fez com que as jovens, filha minha incluída, se precipitassem para o Daniel (Deniele, em estrangeiro). Ao meu lado, à distância de apenas uma cadeira vazia, uma cinquentona ou quarentona, enfim, uma não-propriamente-jovem, de ventre um bocadinho proeminente e seios ligeiramente avantajados, avança na minha direção, pisou-me e perguntou (não sei se para mim se para alguém que estava de costas na fila de cima à procura do Deniele, com um ar alucinado como quem procurava a virgem no alto da árvore "onde é que ele está? onde é que ele está?". Tive medo, claro!, de ser atropelado, ou de levar com uma mama no olho, e tentei afastar-me para a deixar passar para procurar a sua virgem Maria no meio do balcão. Quando regressou, depois de se ter enfiado em duas filas diferentes, lá acertou e ao passar por mim, pergunta-me "não está a gostar?" e eu, com receio de ser agredido se dissesse toda a verdade apenas respondi "sabe, tive um dia de cão"...
Porém, o que verdadeiramente me incomodou no meio de todo aquele espetáculo a que, com dor, assisti, foi ao casalinho sentado na fila da frente, melhor, abaixo da minha, que passou o tempo com os braços no corpo um do outro, beijando-se voluptuosamente, apaixonadamente, ao som da música, à sombra dos efeitos de luzes. Aquilo foi verdadeiramente insuportável, se alguém tinha o dever ou o direito, de não assistir a tamanho deboche, era eu, não merecia, não, não merecia aquele amor todo na minha frente, perante milhares de pessoas, e ali estavam como se estivessem sozinhos, e eu ali, a ver, a suportar aquela atividade que me causava inveja...É assim, uns têm, outros não, cada um tem o que merece. Concluo, portanto, que não mereço, por isso resolvi hoje, entre outras coisas, não voltar ao Meo Arena.
PS: o dia de cão não terminou com o final em apoteose dos rapazes que gritavam e pulavam e das meninas novas e menos novas e até velhas que dançavam. Cheguei ao restaurante com a minha filha esfomeada, aliás ambos esfomeados, cinco minutos depois do restaurante encerrar.
 ·  Translate
1
Isilda Gallois Albuquerque Costa's profile photoHelder Renato's profile photo
2 comments
 
+Isilda Gallois Albuquerque Costa Acho que o rapaz se chama Danny e não Daniel, como a Mafalda me transmitiu inicialmente essa informação, vocalista dos The Script.
 ·  Translate
People
Have him in circles
30 people
Antonio Simoes's profile photo
Círculo Artur Bual (Núcleo Fotografia)'s profile photo
Anabela Varela's profile photo
José Marques's profile photo
judite carimo's profile photo
Nuno Diogo's profile photo
Ana Paula Cordeiro's profile photo
João Vasco Santos Ribeiro's profile photo
Rui da Fonseca e Castro's profile photo
Basic Information
Gender
Male
Work
Occupation
Procurador da República
Places
Map of the places this user has livedMap of the places this user has livedMap of the places this user has lived
Currently
Carcavelos
Links
Helder Renato's +1's are the things they like, agree with, or want to recommend.
Radio online Portugal, ouvir radios online
www.radioonline.com.pt

Radio online (ícones). Seu rádios FM/AM do Portugal. Todas as rádios online em uma página. Super fácil e 100% gratuito.