Profile cover photo
Profile photo
Floriano Martins
120 followers
120 followers
About
Floriano's posts

Post has attachment
Agulha Revista de Cultura | Fase II | Número 26 | Editorial

A LÍNGUA, A REDE & O DOMÍNIO DA IMBECILIDADE Não é mais
a fé que nos pesca, mas a própria rede. Ester Fridman E sta
edição de ARC elege um duplo editorial, pelo encontro coeso casual dos textos
assinados por Floriano Martins e José Ángel Leyva, dois poeta...

Post has attachment
FLORIANO MARTINS | Ana Mendoza: el arte en movimiento
A verdade de uma obra está em seu corpo. Eis
uma máxima fabulosa que nos envolve a todos. Em grande parte porque acreditamos
que um corpo é só corpo. Um corpo, quando belo, não necessita alma. Mas há também
os que defendem que a forma é a única porta de ace...

Post has attachment
SUSANA WALD | En busca de Laurette Séjourné (Inicio de un primer borrador)
L a de Laurette Séjourné es una imagen de madre para
las mujeres de mi generación. Nace en 1911; Violeta Resinger, mi madre pianista,
en 1908, al igual que Simone de Beauvoir. Otra figura materna es Remedios Varo,
también de 1908. Esa generación de mujeres ...

Post has attachment
NICOLAU SAIÃO | A realidade do livro
N o seu excelente
ensaio de divulgação “O Homem e o Livro”, publicado pelo Prof. Bento de Jesus Caraça
na saudosa “Biblioteca Cosmos”, conta-nos M. Iline que, na longa caminhada para os
tempos modernos, o livro foi precedido pelo objecto simbólico e mesmo p...

Post has attachment
MARIA LÚCIA DAL FARRA: Um serviço de poesia: o Ofício e as Servidões de Herberto Helder
A ssumo aqui, como leitora assídua de Herberto
Helder, o meu direito à incompreensão – prerrogativa de que me invisto no rol das
turbulências a que fico exposta diante das inebriantes vertigens dessa obra errática,
escorregadia e encantadora. A simultânea l...

Post has attachment
MARIA LÚCIA DAL FARRA | Novas Cartas para as Damas. Leitura de A Dama e o Unicórnio, de Maria Teresa Horta e de Vozes, de Ana Luísa Amaral
N os Dispersos de Cecília Meireles, publicados pela primeira vez em 1997,
no Rio de Janeiro, lê-se um longo e tocante poema que começa apontando abruptamente
que, na prisão, se encontram quatro mulheres. E, à medida que o poema avança, o
número de mulheres ...

Post has attachment
LEDA CINTRA CASTELLAN | A saga dos autores falecidos, seus herdeiros e editores
O mercado editorial brasileiro está parado,
mais do que parado: está estagnado, complicado, por vezes até inadimplente, retratando
a frase de Tom Jobim: “O Brasil não é para principiantes”. Mas isso não é de agora; nem o mercado, nem
a frase de nosso maior ...

Post has attachment
JACOB KLINTOWITZ | Quantas vozes tem a humanidade?
E u
assisti os praticantes-artistas – muitos deles que pela primeira vez em suas
vidas – se debruçarem sobre papéis ou telas, inventarem as suas imagens,
moldarem as suas formas, escolherem cores, relações cromáticas, gestos
expressivos. Pessoas intensament...

Post has attachment
FLORIANO MARTINS | Max Harris e os pinguins mais irados da terra
I vor Francis foi um
pintor australiano nascido na Inglaterra em 1906. Tendo vivido a maior parte de
sua vida na Austrália, ali conheceu, às vésperas de 1940, o jovem poeta Max
Harris, atraído por seu envolvente ânimo surrealista. A amizade de ambos foi
bas...

Post has attachment
ESTER FRIDMAN | Viagem através da linguagem - uma genealogia dos opostos
P ara a filosofia
tradicional todos os opostos estão separados, não tem a mesma origem, e não
podem nascer um do outro. Os filósofos utilizam as oposições bem e mal, falso e
verdadeiro, certo e errado, supondo que as coisas “boas” têm uma origem e as
coisas...
Wait while more posts are being loaded