Profile cover photo
Profile photo
Gláucia Cardoso
30 followers -
"Sem Jesus não dá para ser feliz!!"
"Sem Jesus não dá para ser feliz!!"

30 followers
About
Gláucia's posts

Post has attachment

"Carioca ou não, sou belo-horizontina. Belo-horizontina ou não, sou Paulista. Paulista ou não, sou Brasileira. Sendo negra ou branca, sou talentosa. Sendo gorda ou magra, sou carismática. Sendo pobre ou rica, sou filha de Deus! Não existe raças, nem classes sociais, nem divisões políticas... O que existe de fato são visões desviadas, condutas desenfreadas, cobiças desvairadas, jurisdições antecipadas, assim como, injustiças e perseguições!". Gláucia Cardoso

"O provérbio de que "não tenho tempo para nada", ou, "tudo se limita ao tempo", é nada mais que uma justificativa de culpa; um pretexto para se isentar das coisas pelas quais não queremos nos comprometer. Digo que o tempo, quem o faz, não é o próprio tempo, e sim, quem assim insiste em administrar a sua própria cronometragem!" Gláucia Cardoso

Post has attachment
Photo

"Saber falar não se trata simplesmente de um vício, de uma dádiva, de uma estratégia, ou mesmo, de um benefício! Saber falar é se ter coerência, se ter bom-senso, se ter disponibilidade e se ter equilibrio!
Falar bem é uma atitude digna... Saber falar é se socorrer na disciplina, no bom caráter, no juízo e na retidão!
Sabendo falar cria-se vínculos, apaga-se desafetos e cultiva-se amigos! Se, pois, não se há diálogos saudáveis, então tudo morre, tudo se apaga, tudo se danifica, tudo se vai para o espaço; eliminando, assim, aqueles que nos seriam bons!
Falar manso é preciso; falar difícil é complicado; falar sincero é sensato, mas, falar altivo, é demasiado!
A mansidão no falar é proveitosa, é benigna, é perfeita, e de longa duração! Uma frase mal falada destroi o homem, quebra harmonias, arrasa cidades, danifica sentimentos e ativa brigas!
Para ser sincera, saber falar é simplesmente saber falar! Não se há outro adjetivo, nem outro pronome, nem outro substantivo ao qual possa ser substituído! Qualquer um aprende sem nenhum esforço ou sacrificio; basta, apenas, soltar a voz, aproveitar o momento e querer se harmonizar! A diferença do saber falar é que não se há riscos e nem perdas, nem será preciso se adestrar para se exercer este maravilhoso ofício!
Se, porém, a socialização depende disso - da maneira de se falar - então já é tempo de nos sintonizar, de nos agrupar, de nos assemelhar, e então, saber falar! Do resto, tudo se dará um jeito!..." (Gláucia Cardoso) 

Post has shared content
"Se as amizades fossem perfeitas, não seria necessário ter criado o perdão!" (Gláucia Cardoso)

"Se as amizades fossem perfeitas, não seria necessário ter criado o perdão!" (Gláucia Cardoso)

PODEMOS SER CHAMADOS DE CORRUPTOS, OU, SIMPLESMENTE, DE MORALISTAS!

Não sei dizer se a corrupção nos seja um ato isolado, singular, uma causa perdida somente para alguns, ou seja, para classes separadas de nós, que se regozijam nos plenários judiciais, que se fartam de nossos impostos, nas câmeras dos deputados, nas arrecadações ilegais, no desvio de dinheiro público, ou mesmo, aos que vivem pregando um Brasil farto, revigorado, quando, na verdade, tem se mostrado doentio, fraco, pobre, esgotado, cheio de conflitos e sequelas.
É verdade que temos indiferenças com esses indiferentes padrões sociais de uma raça corrupta, excessiva e pungente, assentados em seus tronos palaciais, em volta de suas mesas fartas arrotando magistraduras!... E não é por menos que agimos assim!
"Todavia, se temos direitos à reivindicações, temos deveres a se cumprir também!".
Ao que tudo indica, o Brasil, do jeito que está caminhando, leva-nos a não acreditar em mais ninguém, devida ilegalidade e abuso político se expandindo como lepra.
Digo que não é preciso correr mundos ou percorrer canais televisivos para nos confrontar com àqueles publicamente chamados de corruptos. Isso é muito fácil, e muito óbvio também; pois esses devassos estão em toda parte nos circunferenciando!
No entanto, na verdade, não somos tão inocentes assim quanto transparecemos ser, tendo a nossa parcela de culpa também! Não adianta apontarmos defeitos nos outros, quando, os nossos, já estão cheirando mal há muito tempo!
Digo que a corrupção não é um ato isolado, e sim, coletivo! Ela está na população em geral, em cada um de nós, em nossos atos diários! Exemplo disso são os apressadinhos furando filas nas repartições. Os simuladores fingindo-se distração só para não ceder assento ao necessitado, as mulheres grávidas, aos idosos e aos portadores de necessidades especiais. Os famosos fraudadores da internet, visando seu próprio consumo e vaidade. Os espertalhões, que não devolvem as coisas que lhes foram repassadas à mais. Os afobados, que não respeitam as leis de trânsito. Os vingadores, que ensinam seus próprios filhos a revidarem uma ofensa inocente. Os maliciosos, que visam obter vantagem em cima do chamado "gato" elétrico. Os aproveitadores, que compram coisas de pessoas suspeitas, sabendo que foram roubadas. Os endividados, que pedem dinheiro emprestado já intencionados de nunca pagar... E aí se vai um mundo de vantagens consideradas saudáveis e inocentes, levados pelo dito popular no que diz respeito ao "todo mundo assim faz", delegado aos "aproveitadores das oportunidades!"
Esse é o nosso Brasil, minha gente! Um Brasil que temos alimentado noite e dia! Assim por dizer, concluo que não somos vítimas de coisa alguma, estando a corrupção inserida em nossa sociedade também - uma classe menos poderosa que esses tais maiorais da república.
Vamos, então, aprimorar nosso caráter, nossa dignidade, nosso respeito e a nossa impressão zelosa de amor uns para com os outros, deixando de sermos moralistas e reclamões no que diz respeito a essa raça corrupta engravatada, ao qual faze-nos esquecer de nossas próprias corrupções!
Quem sabe assim, tendo conhecimento de nós mesmos e de nossos atos Corruptos, é que, certamente, contribuiremos para um Brasil renovado, transparente, dígno e livre de contaminações! (Gláucia Cardoso)



A satisfação de estarmos vivos desenvolve nossa felicidade, multiplica nossa alegria e reduz nosso sofrimento! (Gláucia Cardoso)

"Dizer que o mundo não presta é uma desculpa esfarrapada de querer inocentar-se a si mesmo... Pois, as artimanhas do mundo não se refere ao próprio mundo, mas sim, às pessoas nele contidas!" (Gláucia Cardoso)
Wait while more posts are being loaded