Profile cover photo
Profile photo
Rita Alves
About
Rita's posts

Post has attachment

Post has attachment
Tempo intemporal
Há tanta coisa intemporal o próprio tempo não tem tempo se ele o tivesse de certeza que não perdia tempo com coisas temporais Há tanta memória sem tempo perdida num tempo, guardada noutro  Hoje é dia lamecha... 

Post has attachment
Questionário Trabalhos Para Casa (2017)
Como sabem a minha luta dos TPC já vai longa. Os resultados são poucos mas isso não é novidade... para ninguém. Apesar de tudo não desisto e para dar o próximo passo preciso da vossa ajuda enquanto pais (filhos no 1º e 2º ciclos).  Gostava que chamassem os ...

Post has attachment
Manifesto-me Por uma Escola Diferente #porumaescoladiferente
Por Uma Escola Diferente (Rita Alves) O meu manifesto  Por uma Escola Diferente  começa por dar voz a quem me mostrou ao longo da vida que a escola é uma parte da vida, e que a vida é a maior escola. Agradeço à minha professora primária, Maria do Céu, nunca...

Post has attachment
AmorEcológico . Ecolove . Biolove . Glutenfree for sure
Amor ecológico  Ecolove... Biolove...  Glutenfree for sure Tendência dos tempos que correm, o Amor quer-se Sustentável, conscientemente Eco e de preferência embebido na cultura da Permacultura. Um pedido de inscrição num Amor Sustentável pode ser a chave pa...

Post has attachment

Post has attachment
Para 2017
  2016 quebrou muito... quebrou laços de amor, laços de amizade, laços de confiança e ilusão. Que 2017 seja o ano de reconstrução, aproveitando todos os cacos e regenerando o Jardim de cada um. Quando quebramos ou partimos nunca mais voltamos a ser como ant...

Post has attachment
Recomeça...
"Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E ...

Post has attachment
Há palavras que tocam numa boca e se transformam em armas nucleares.
Há palavras que tocam numa boca e se transformam em armas nucleares. Palavras que seguem disparadas e quando tocam a pele do outro desarmam-no. Palavras que nos deixam perdidos do centro.  Queria dizer-te todas as palavras que guardo mas que, na realidade, ...

Post has attachment
Roubei-te um beijo...
As memórias constroem-se, constroem-nos As saudades constroem-se, desconstroem-nos  Limpam-se com o tempo. Demoram tempo. Vagueiam por entre ventos quentes,  por cima de nuvens,  raspam-se entre as rochas,  colam-se ao rótulo de uma garrafa,  a infinitos gr...
Wait while more posts are being loaded