Profile cover photo
Profile photo
Mário A. Câmara
96 followers -
"O primeiro clérigo foi o primeiro astuto que conheceu ao seu primeiro tonto" (Voltaire)
"O primeiro clérigo foi o primeiro astuto que conheceu ao seu primeiro tonto" (Voltaire)

96 followers
About
Posts

Post has attachment
Intensas Paixões
Ouço o grito do egoísmo É tanto amor pra dar Que sai sonoro adentrando os ouvidos Tal qual uma canção de ninar Não se engane, amigo Quero-te muito mais E qualquer silêncio inaudito É o que faz soar esse canto de puro desencanto O peito ressente, encolhe e c...

Post has attachment
anseios
de feitos e não-feitos limitações e capacidades não defeitos e qualidades ora parco ora farto ora casto ora pático de bruteza humana e animalesca doçura preguiça insana insânia sem cura caminha por trilhas desemboca em rios e barco navega o mar e não soube ...

Post has attachment
Posibilidades
Si eres capaz de ver Sólo ver Mi tristeza Entonces me sientes Y mi dolor que es sólo mío Te pertenece un poco Si puedes sufrir conmigo Es que lo puedes todo Y ser feliz Conmigo Es una posibilidad Si ambos seguimos nuestros caminos Y nos encontramos en el mi...

Post has attachment
A Um Conto De Annie Proulx
A morte invadiu-me a vida Longe ficaram os risos E o pranto desesperado e conciso Rompeu-me a represa inundando O pranto em ríade derramando Tão triste, tão tristonho Quando já vai longe o outono E o inverno é minha vida agora Ou o que dela resta das aresta...

Post has attachment
Essa Tão Cara Recordação
Tudo voltou como do nada Recorrentes e inerentes e indeléveis Os mesmos sentimentos que eu crera sepultados Cá tão vivos como estou estupefato  E por sabê-los e senti-los agorinha Minh'alma vive e definha E toda a paz (essa que sim, agora jaz sepulta em mim...

Post has attachment
Teus Olhos Claros
Tão castanhos como o rio depois da forte chuva Quando as núvens se dissipam e o sol tudo ilumina Teus lindos olhos claros me prometem vida Alimentando-me de sonhos e me acalentando a alma E nem sequer uma palavra que mo digas Nem um pequeno pensamento que t...

Post has attachment
Mais Que Tudo
Não me importa muito todo o resto E me esqueço mesmo de mim mesmo, de fato Eu me olvido da visão e da razão Eu me olvido do tato e do olfato Ouvindo eu me olvido da audição, e não Eu não me esqueço de ti, realmente não E onde quer que eu olhe eu vejo tua fa...

Post has attachment
Formigas
Pequeninos seres que constroem juntos seus lares sem qualquer ciência Instintivamente caminhando sem saber em direção da natural sapiência E é bem verdade que mais sábios que os formigueiros humanos sobre a terra De um saber que não se sabe o porquê, onde a...

Post has attachment
Do Gozo Que Gozo (Que Gozamos)
Os meus sentidos em cada poro são sentidos, em cada orifício Nessa embriagante volúpia que me surta todo o sentido como um vício Essa incessante busca e encontro de alívio que só me proporciona esse ofício Que é indo ao encontro dos mais baixos instintos qu...

Post has attachment
Ânimo Funesto
Eu me alimento de ilusão De tanta estou macérrimo E em busca de um arrimo qualquer Um rumo, um grito mudo me sai da boca pelo pé Sorvo a umidade pluvial na calada noite Bebo o sereno, plácido, cândido, puro Eu sou vampiro e me alimento de pulgas E adormeço ...
Wait while more posts are being loaded