Profile cover photo
Profile photo
Barbara Silveira
About
Barbara Silveira's posts

Post has attachment
**
É a sua mania de querer ser profundo em tudo. De querer engolir um engarrafamento interminável, de pintar rostos na carne viva e olhos esbugalhados. Orelhas que são olhos, bocas que são olhos. É a sua mania de querer achar que suas mãos tudo vê, que a perce...

Post has attachment
**
como uma mulher no alcoice passando pela mão de muitos a palavra. como uma garota tirada do bordel e agora pertencente somente à um a interpretação. como um homem, escrever. avec plaisir. (me pergunto se você entenderia o simbólico sem que eu te explique)

Post has attachment
interpretações
eu sussurrei ao teu ouvido meus lábios ressecados, e sussurrei a tua pele meu corpo cansado. escondido na tua cor tem declarações sinceras de eternidade, mon cher.  todo dia é um eu procurando ser dono de si.  mas ontem às dez eu me encontrei você. de todas...

Post has attachment
**
eu não estou eu sou                       instável.

Post has attachment
Dentro: uma anotação epifânica
Um dia você vai doer e chorar e então vai entender tudo. Tudo bem doer, tudo bem chorar. O mundo está aqui, está lá também. É sobre você e as coisas emaranhadas, enroladas, entranhadas. Tudo em tudo. Tocando suas mãos, olhos e bocas. Falam, falam, falam. Ta...

Post has attachment
**
o problema é que você quer uma palavra melhor pro mundo mas a palavra é o mundo que passou e você não viu ou viu de raspão sem entender o que é. será que todos os poemas são isto ? espero que sim.

Post has attachment

Post has attachment
**
- Já está ficando tarde. - Aham. - Boa noite. São 4h15 da madrugada, Cat Power quase me convence que eu também sou uma boa mulher tentando fazer um bom homem e, que as coisas eternas são as que se vão. E pensar que a gente queria o maior amor do mundo. E pe...

Post has attachment
**
A traição das coisas que eu escrevo, e as coisas que eu escrevo não querem ser lidas por olhos rasos, ma belle: foi o que eu pensei enquanto o céu acima das nossas cabeças se exibia e Clarisse estava longe do outro lado da sala pedindo pra ler meus antigos ...

Post has attachment
**
Me absorveu seus olhos, cogitei, por um instante, que me olhava pela primeira vez, então disse que pensaria em mim, pensaria no meu nome e também em outro nome que me daria. Sorriu, quase triste, tocou minhas mãos. Eu continuava sentindo seu pesado e profun...
Wait while more posts are being loaded