has a new profile photo.

Shared publicly  - 
 
MedicinaNET
15
9
Brigida Oliveira's profile photoLucas Renato Oliveira's profile photoHeloísa Toledo's profile photoFrancisca matias de freitas silva Matias's profile photo
5 comments
 
  Srs (A) conhecedores do medicamento clozepam, gostaria de tirar uma dúvida. Sou o Franco, eu tinha muita dificuldade para domir e estava muito sentimental, até com cenas de televisão emocionantes eu queria chorar, dai tomei a metade de um comprimido de cozepam de 20 mg. a noite antes de dormir, eu dormir a noite inteira e fiquei bastante tranquilo durante o dia, Pois estou tomando doas as noite a metade de um comprimido de 20 mg. há quase duas semanas, minha ida melhorou muito, tanto com a minha convivência familiar quanto o meu desempenho profissional.
   Senhores (A) não estou sentindo nenhuma reação desagradavel , será que devo continuar administrando esse medicamento, enquanto estiver me fazendo bem.

 Franco
e-mail saecoexpresso@ig.com.br
Translate
 
Eu tomei um remedio para desempreguinar o biperidemo e eu tive as seguinte reacoes não falava coisa com coisa ,eu empurava a parede pemssando que era a porta ,eu estava emternado em um hospital em são paulo e eu tive que ser comtido e medicado com clonazepan e foi aferida a minha presão e tava 16,8 e a arteria da nuca pulssava muito forte e eu lenbro de uma coisa que eu em surto uma alciliar de enfermagem do pinel pirituba clinica nia com o nome de miriam filmou tudo e ria mas se eu tivese comsiemte eu dava na cara dela



Translate
 
+Brigida Oliveira Sr. Franco,  o efeito de todos os benzodiazepínicos (medicamentos da família do clonazepan) é semelhante ao do álcool em muitos aspectos:
Num primeiro momento dá uma enorme sensação de bem estar. Depois nem tanto. No fim, um único comprimido tem um efeito quase imperceptível para o usuário. Isso se chama efeito de tolerância. Devido a esse efeito existe um grande risco de os usuários fazerem uso abusivo do medicamento, algumas vezes com consequências desastrosas. 
Outra coisa em comum com o álcool, é a dependência física que provoca. Depois de algum tempo de uso, o organismo manda mensagens de que só vai funcionar com o medicamento. Se faltar, entra em síndrome de abstinência. Essa abstinência, dependendo do grau de dependência química, pode ser mais grave até do que o abuso da substância. Assim, começar é uma beleza! mas parar de tomar... é bastante complicado. Muitas vezes requer terapia especializada.
Por fim, quando o usuário de benzodiazepínicos faz uso prolongado dessas substâncias, começa a ter o que chamamos de "deterioração cognitiva", que traduzido para "lingua de gente", quer dizer perda progressiva da capacidade mental: primeiro a atenção, depois o raciocínio e por fim a memória. Também prejudica a capacidade motora (capacidade de movimentação): primeiro os reflexos, depois o equilíbrio e por fim a coordenação motora. Daí, como se diz na minha terra, "o sujeito vira um pé de planta". 
É claro que isso não acontece da noite para o dia. Leva muitos anos para se chegar a este ponto, e depende de várias coisas como a resistência de cada organismo, o tempo de uso e a dosagem do medicamento (quanto maior a dose maior o risco). 
Por isso, aconselho sempre a descobrir a CAUSA da sua insônia, e resolver o problema. É muito mais difícil do que tomar um comprimidinho todo dia, mas não tem contra indicação. Pelo contrário, só vai lhe trazer benefício.
Translate
Translate
Add a comment...