Profile cover photo
Profile photo
Paulo Robson de Souza
187 followers
187 followers
About
Paulo Robson's posts

Post has attachment
MANHÃ INDECISA
Sol e nuvens brincam de esconder e, sem querer, me revelam uma
lembrança perdida, um poema da Cecília que ouvi tantas vezes na minha infância,
na voz doce da professora carinhosa cujo rosto se apagou da minha memória... Ou
Isto ou Aquilo, é o nome. Da rede ...

Post has attachment
CORAGEM!
― Paaaaaaaaaaaaaaiiiiiii! Venha
aquiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Corri para o
quarto, pensado que fosse um daqueles ratos que vez em quando aparecem no
quintal, ou um carrapato do Morfeu, cão que encontrei na rua há três dias, mais
infestado de parasitas que toca d...

Post has attachment
NA CIDADE DE PELOTAS
Em Pelotas o
prumo é diferente. A sombra é diferente. Como disse minha mãe aqui certa vez,
Dona Santinha, há algo no ar que não se explica, mas que nos dá a sensação de
estarmos no estrangeiro. O sol aqui
se põe mais tarde, muito mais tarde. Jantar de dia é...

Post has attachment
DO ARCO DO PLEISTOCENO
Desde ontem não para de chover
nesta cidade de Pelotas, úmida por definição. Chuva fina, dengosa, ornada de
pássaros cantantes... Enfim, daquelas que brotam do bocejo de Morfeu. Um paradoxo, em meio a tanta
nebulosidade e umidade relativa saindo pelo ladrão...

Post has attachment
UM CAÇUÁ DE FOTOS
Tenho um outro caçuá de
lembranças perdidas. Fotos, milhares de fotos feitas na pressa do fim do raiar
do dia e da meia noite, tempo morrendo no contar do meu desespero. Coisas de
ansiedade, produzir mais que a capacidade de organizar, classificar, rever......

Post has attachment
ANIVERSÁRIO DE BETH
Hoje minha amada atingiu uma importante marca da maturidade,
mas com corpinho de 30, disposição de 20, alegria de 15; vontade de viver, de
ajudar e de ser feliz (ajudando): a cara de todas as idades saudáveis. A cara
de Beth. Bom demais, termos compartilhad...

Post has attachment
ATEMPORAL, MEU MAL
― Lucimara aqui é o Paulo Robson
como vai você tem um tempinho para me atender estou no Sul não estou
conseguindo sacar dinheiro o cartão está bloqueado ― falei assim de supetão,
vício do tempo da ficha telefônica, em que um ponto de interrogação determinav...

Post has attachment
PRÉ-TEXTOS VIII (BOCA SECA DE ASCO)
Acordei
com a boca seca de asco, olhos inchados de pesadelos e uma ausência de
temeridades em todos os poros. Hoje não estou nem para mim. *  *  * Há um bentevi no meu quintal que todo dia me chama. Parece que clama por uma tigela d’água. Qual de nós terá m...

Post has attachment
PRÉ-TEXTOS VII (SOBRE A INTUIÇÃO)
Tinha cochilado no finzinho de tarde
e minha filha me achou “com cara de bravo”. Algo muito estranho, ter pesadelos
durante um cochilo. Agora só me resta dormir. *  *  * Há algum tempo li um desses artigos
acadêmicos. Argumentava sobre a tendência que os pe...

Post has attachment
NA BUCHA
Necas de pitibiribas é uma daquelas expressões que nunca
soube o pleno significado, mas que sempre as empreguei com reverência e zelo. *  *  * Ser aeroplano é o sonho de todo
teco-teco. *  *  * Guimarães disse que viver é correr
perigo. E não viver? É o téd...
Wait while more posts are being loaded