Profile cover photo
Profile photo
Govinda Turismo
11 followers
11 followers
About
Posts

Post has attachment
Propomos peregrinar… Que vai muito além do olhar turístico tradicional.

Primeiramente, peregrinar significa sair de nossa “zona de conforto”. Quando falamos zona de conforto, não estamos nos referindo somente ao conforto de nossa casa, de nossas coisas, mas também a zona de conforto interna, sobre os nossos referênciais, nossos conceitos. A lógica é uma zona de conforto. A nacionalidade é uma zona de conforto.

Mas por quê deveríamos fazer uma peregrinação? Porque deveríamos explorar? Porque deveríamos exercitar a incerteza? Porque deveríamos ir para além de nossa zona de conforto? A principal razão é despertar ainda mais o divino que há em nós. Eis uma oportunidade de aprofundar a conexão com o sagrado que há dentro, e fora de nós.

E há lugares no mundo, em que essa possibilidade é aumentada. A Índia é um desses! Não por acaso a Índia é berço de tantos santos. Há algo de especial nestas terras, que a lógica ocidental, muitas vezes, não alcança compreendê-la.

Peregrinação, em sânscrito YATRA, significa fazer uma jornada a esses lugares sagrados. A locais de poder, que às vezes pode ser uma casa… um templo… uma montanha… um rio… uma cidade… um pais… O fato de seres elevados permanerem em certos lugares, faz com que a atmosfera do local eleve-se. O lugar adquire uma marca dessas pessoas. E para nós que estamos no caminho, respirar desses ares nos ajuda a seguirmos a nossa Jornada.

Meus caros, empreender uma jornada por estas terras abençoadas pelos pés de tantos iogues, exige um querer profundo de ir além das aparências. Porque podemos nos extasiar pela beleza do Taj Mahal, ou pela maravilha das montanhas nos Himalaias… Mas podemos também fechar os olhos e sentir a alta vibração dentro de um templo milenar, encoberto pela poeira do tempo, e permitir que algo mova-se internamente. Leia mais...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded