Profile cover photo
Profile photo
Rodolfo Lucena
17 followers -
Aposentado, machucado, dolorido, quer uma maratona para voltar a sorrir
Aposentado, machucado, dolorido, quer uma maratona para voltar a sorrir

17 followers
About
Rodolfo's posts

Post has attachment
Metade do caminho já se foi, agora é só morro abaixo!!!
“Agora toca uma das suas músicas”, pediu a garota, com
um sorriso aberto iluminando de juventude seu belo rostinho. Agarrado ao violão, que trazia abraçado ao torso nu, o
rapaz seguiu dedilhando as cordas, de olhos fechados, o rosto oferecido ao sol
primave...

Post has attachment
Reflexões sobre tombo de um corredor maior de sessenta anos
Ontem, pela primeira vez desde o último dia quatro de maio,
consegui amassar a banana de meu café da manhã usando a mão direita, quebrada
em uma queda quando recém passava da marca dos dez quilômetros em um treino que
deveria se prolongar três vezes mais. Q...

Post has attachment
Histórias de Aquiles, guerreira da democracia e da música popular brasileira
Uma das coisas boas de escrever no próprio blog é que
não se precisa dar bola a regras, regrinhas e regrões bestas (ou nem tanto)
inventados por chefes, chefinhos, chefões, chefetes, patrões et caterva. Apesar
de gostar de manter uma saudável distância crít...

Post has attachment

Post has attachment
Tombo de corredor na rua deixa dedo sem movimento e provoca reflexões doloridas em sexagenário militante
Catador de milho. Não se trata de nobre profissão ligada às lides agrícolas,
muito menos atividade do ramo da culinária. É tão somente apelido pejorativo, gravado
em tom de deboche por experientes datilógrafos nos novatos, inexperientes e
incompetentes no t...

Post has attachment
Mil quilômetros já se foram na corrida de sexagenário contra o tempo e a distância, pela vida e pela alegria
No dia primeiro de maio, por volta das nove e quarenta
da manhã, completei os primeiros mil quilômetros de minha jornada deste ano, em
que pretendo inteirar distância equivalente à de sessenta maratonas: 2.532
quilômetros. O ponto exato, não sei dizer. Desd...

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Caminhada com Vitória, 8, alegre guerreira na luta contra o câncer
Meu avô Ary morreu de câncer quando eu tinha onze anos.
Devo tê-lo visto saudável, em algum momento, mas essa não é a memória que ficou
comigo. Primeiro neto, parceiro da torcida apaixonada pelo
Grêmio e de longas conversar sobre a vida e sobre as galinhas,...

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded