Profile cover photo
Profile photo
Pepynha Silva
449 followers -
Meu perfil é exclusivo a erotismo. Poderá conter conteúdo pornográficos, ou impróprio a menores de 16 anos. Só avisando! "Consciência"
Meu perfil é exclusivo a erotismo. Poderá conter conteúdo pornográficos, ou impróprio a menores de 16 anos. Só avisando! "Consciência"

449 followers
About
Posts

Post has attachment

Post has attachment
ALGUNS POSTURAS DE UMA SUBMISSA
Vamos falar hoje sobre algo que acho ser meio particular de cada um, mais que na medida do possível tudo tem uma padronização! Postura ! O que seria ter postura de submissa? Mesmo que a mesma seja iniciante! Antes, de mais nada. Vamos entender o que de fato...

Post has attachment
Boa noite meus amores! 😙😘
Photo

Post has attachment
Tudo estava tão tranquilo e calmo. Até que do nada sinto alguém me agarrar e minha boca ser brutalmente  tampada por uma mão que abafava todo os meus gritos.


_ Socorro. Socorro.


Eu tentava gritar apavorada pelo medo de estar sendo sequestrada.


Fui colocada em um carro, e em um certo lugar, sentir o carro sendo parado. Sem nada me falar a pessoa por trás de mim tira o capuz que cobria minha cabeça. Pega uma tira de pano preto e amarra em meus olhos.


Estou apavorada. Meu coração está acelerado. Me debato de medo tentando me soltar. Grito em desespero e sou novamente contida tendo a boca tampada mais uma vez.


Sou arrastada do carro e levada à força para um outro local. Ouço uma porta ser aberta e logo depois ser fechada.


Estou em pânico, as lágrimas tomam contam do meu rosto por completo.


Socorro Deus não quero está aqui. Não quero ser violentada ou morta por esse sequestrador.


Ainda choramingando e me debatendo inutilmente, sinto suas mãos amarrar agora as minhas mãos para trás. Pela corda sou arrastada até um certo canto do cômodo. Não consigo ver. Nem ouvir nada. Mas sintos que me aparentar ser um poste. Uma coluna, algo assim. Minhas mãos são colocadas para trás e os meus pés também são amarrados. Desisto de me bater. Sei que agora não tem mais jeito.


O homem não tem piedade de minhas lágrimas nem de meus desespero por estar ali. Sua língua é passada sobre meu rosto. Parece que ele gosta do desespero que me envolve. Sinto-me agora uma fruta sendo saboreada.  “Ai que nojo !”


Suas mãos me apertaram o rosto. Enquanto sua língua continua a deflorar o meu rosto. Seus lábios ainda mordisca os meus me forçando um beijo um pouco demorado.


Seu beijo é impetuoso. Sua língua deflorar cada  canto de minha boca. Tento gritar. Tentou reagir, mas mesmo assim não o faço.


Sempre sonhei em ser estuprada e usada de alguma maneira bem pervertida mas não acreditava que um dia isso iria acontecer de fato.


Sua mãos atrevida foi além do que eu esperava naquele momento. Sem demoras e em um movimento rápido ele rasgou todo meu vestido, deixando-me apenas de calcinha sem sutiã.


“Oh meu deus é agora. Não acredito. Socorro meu Deus me ajuda.”



Eu queria gritar. Queria continuar me debatendo, mas não conseguir me mover ou pronunciar mais nem uma palavra.



Quando sua boca ferozmente tomou meu seio chupado-os e mordendo-os. Apertando forte o bico do meu seios. Eu simplesmente gemir pela dor e a surpresa. Não queria gemer. Não queria esboçar reações. Mais não tive como. Meus seios são muito sensíveis. E eu sempre fico louca quando são chupados dessa maneira.


Ainda chupando os meus seios com ferocidade, o homem coloca sua mão dentro da minha calcinha. Tento fechar as  minhas pernas mas é invão. Suas mãos me impedem e eu cada vez mais me desespero.


Quando suas mãos tocaram a minha buceta eu geleira por dentro. Pedia a todos os santos que ele mudasse de idade. Que não me fodesse ali e agora.


Sinto sua mão saindo de dentro da minha calcinha e logo em seguida sinto seu dedo sendo colocado dentro da minha boca. Me forçado o chupar. Provar do meu próprio gosto.


Inevitavelmente aquilo me deixou com tesão. Adorava a forma ousada de ser usada. E aquele homem parecia que iria me usar de formas até bem mais baixas.


Quando suas mãos forçaram as minhas pernas novamente, eu tentei me recusar. Dessa vez ainda mais. Não por nada, é sim, por já estar molhada. Quando seus dedo mergulharam dentro de mim, eu fechei os meus olhos fortemente por trás da venda.


Aquilo era gosto. Era muito gostoso.


Seus dedos entravam fundo e cada vez mais fundo dentro de minha buceta. Ele chacoalhava entrando e saindo me fazendo quase gozar.


Eu me segurei pra não gemer. Tentei ao máximo me conter e me resguardar para mim mesma.



Seu corpo se aproximou de mim. Sentir sobre minha barriga o volume do seu pênis sobre o tecido grosso da sua calça.


“Humm deve estar tão duro. Deve ser tão gostoso..”


Caio na Real e me sinto enojada. Como que estou pensando em coisas assim. Como que posso ta gostando disso? Mas seu toque. Sua forma de me tocar me deixa tentada.


Quando seu corpo encostou novamente no meu corpo, pude sentir seu corpo agora já nu. A quentura do seu pau encostando sobre minha pele me deu calafrios. Seu pau estava quente e eu o sentia latejar.


Mordi os lábios tentando me conter.


“Que desejos é esse. Senhor!”


Sua mão apertou a minha cintura e se esfregou em mim, arrancando a minha calcinha toda de uma vez.


Suas mãos passam por todo o meu corpo me deixando alucinada e ao mesmo tempo desesperada. Quando sinto suas mãos desamarrarem os meus pés fico em alerta. Com um movimento rápido ele esfrega o seu pau em minha buceta. Estou molhada e não sei como evitar.



Volto a chorar. Não quero. Não posso deixa. Ele vai me estuprada.


Chego agora a suplicar por misericórdia, sei que ele vai me usar ali e agora.


Chorando e novamente me debatendo sinto ele vindo por trás de mim. Sua mão segura o meu queixo levando o meu rosto para trás. Ele chegou bem perto do meu ouvido e me falou.


Xiii Xiii Xiii… Calminha sub Gauta, sou eu!



Sub Gauta!!!


Apenas alguém nesse mundo me chamaria de tal maneira assim.


Um sorriso de aliviou brota sobre o canto dos meus lábios.


Calada agora me mantenho quieta.


Mais então me vem uma dúvida a mente… será que agora estou segura? Ou agora que de fato vou começar a pagar pelos meus pecados?


O homem mais uma vez passa suas mãos por toda a extensão do meu corpo. Suas mãos me fazem agora delira. O seu toque em mim faz meu corpo vacilar.


A essas alturas não posso mais me negar estar excitada. Estar queimando por desejo.

Seu corpo rebola contra minha bunda nua. Seu pau se afunda entre o espaço que tem.


Sua boca agora bem mais quente que antes chupa e morbisca meu pescoço e ombro.


_ Agora você me quer! Né ? - Ele pergunta bem rente ao meu ouvindo.


_ Sim. Agora eu o quero.  - O respondo aliviada pois sei agora quem é.


_ Vou te enlouquecer. Te fazer sentir prazer. E quando você me quiser dentro de você, vai ter que implorar e suplicar pra eu poder te foder.   -Ele por fim me fala desamarrando as minhas mãos. Mais não retira a minha venda.



A corda que amarrava as minhas mão agora me é colocada sobre o pescoço. Ele dá um nó que lhe dá a liberdade de apertar o'quanto desejar. Mais soltar com total facilidade.


Quando sou levada para algum lugar puxada pela corda sinto-me uma cadela suja sendo levada para um matadouro.


Suas mãos me colocou ajoelhada, seu pau gostosamente é esfregando nos meus lábios. Eu abro a minha boca e o recebo com prazer.


Seu pau estar duro … muito duro. E pulsante cheio de veias salientes. Sinto uma a uma conforme vou lambendo e o degustando gostosamente. Minha boca suga toda a cabeça do seu pau, saboreando o toque de todo o resto com as mãos.


Logo desço minha boca e o colocou ainda mais. Fazendo movimentos de vem e vai, eu tento engolir ao máximo tudo o que consigo.


_ Vamos sua puta. Você não chupa assim que eu sei. Quero mais que isso. - Ele fala tirando o pau de minha boca e batendo no meu rosto.



Entendi o seu recado. E deu pau rapidamente me enviou fundo dentro da boca.


Uma chupada forte e delicada com seu pau indo o mais fundo que entrava e minhas mãos o masturbando. Lambendo e o chupando desci até as bolas. Uma a uma as chupei sugando e as engolido todas em minha boca junto de uma masturbação em seu pênis.


Quando ele não mais aguentou me segurou pelos cabelos e fodeu a minha boca como eu tanto gosto e amava.


Seus dedos agarram sobre a minha nunca é seu corpo se mexia rapidamente fazendo uma penetração rápida e fundA sobre mim


estava prestes as vomitar com seus movimentos. Seu pau é muito grande não o aguento todo dessa forma.


Alucinado ele goza em minha boca me fazendo beber  toda sua porra quente.


Não demorou minuto e pude sentir sua boca quente ao meio de minhas pernas. Colocada agora de quatro suas mão da passagem a minha buceta. Sua língua é tão gostosa quanto nunca imaginei que fosse. Meu corpo se arrepiar em cada remetida que me é dada.


Estou molhada. Desejada. Eu o'quero dentro de mim.


Seus dedos então me penetram fundo. Com movimentos precisos ele me toca lá dentro. Sabe como usar sua mão e me deixa louca. Não aguento. Por mais que eu tente eu não aguento. Meus gemidos são inevitáveis. Ele é gostoso. E me deixa em chamas.


Gemendo e sussurrando suplico pra ser fodida.


__ Como ? Não ouvir. Fale mais alto. Com clareza. Implore! Vamos implore!


Odeio seu jeito de se sentir o Deus! O pica das galáxias!  Mais ele está podendo. E sabe que está.



_ Por favor. Não aguento mais. Suplico… me fode. .. me fode… Quero todo o seu pau bem fundo dentro de mim. Por favor. Por favor Top Gauto. Me fode...Me fode..


Uma risada debochada é ouvida e ecoada entre a sala.


Ainda de quatro ele vem sobre mim e mata meu desejo. Seu pau entrou todo de uma vez dentro da minha boceta molhada. E por mais molhada que eu esteja aquilo doeu. Suas estocadas eram fortes e dura. Seu corpo jogava o meu para frente a cada vez que ele me invadia.


Que gosto. Que loucura.


Abrindo e apertando a minha bunda o seu pau escorregava ainda mais pra dentro de minha boceta.


Algumas estocadas a mais é eu já quero gozar.


_ Eu vou- vou gozar.  - Anunciou alucinada embargada pelo prazer.



_ Nem se atreva. Vai gozar quando eu assim deixar.


“Nu disse que vou pagar todos os meus pecados.”



Quando seu pau saiu de dentro de mim eu quase chorei pelo abandono.


Pegando a lubrificação de meu corpo ele passa agora no meu ânus lubrificante todo o meu cuzinho e o deixando pronto.


__ Aaaaaaiiiii - Gritei claramente em sentir aquele pau entrando dentro de mim e me rasgando toda.



Seu pau me invadiu o cu, é pouco a pouco fui me  acostumando.


Suas estocadas começaram leves e automaticamente aumentaram o seu ritmo. Ele fodida o meu cuzinho com gosto. Metia e tirava todo o seu pau batendo em minha bunda. Apertando forte a minha cintura.


Eu gemia indo a loucura. Estava excitada e muito molhada. Eu queria mais que tudo por tanto tempo. Era um sonho se realizado. Era tudo o'que eu mais queria sentir aquele pau todo dentro de mim me penetrando.


Alguns minutos depois ainda na mesma posição e então finalmente vem a ordem de eu pode gozar.


Seu pau estava internado no meu cu e seus dedos em minha boceta…



_ Goza. Goza pra mim, minha sub Gauta..


Seu pedido foi uma ordem. Uma ordem que nem pensei duas vezes antes de ser cumprida.


Sentindo-Me preenchida por ele eu relaxei o meu corpo e gozei. Seu sêmen quente e gostoso me foi despejado ao mesmo tempo me dando mais uma nova sensação inesperada.


Gozamos os dois juntos e eu não via a hora de ser mais uma vez por ele sequestrada.

Lady Lucy's
PhotoPhotoPhoto
26/09/2017
3 Photos - View album

Post has shared content
Querendo ser puta



Se você está lendo esse conto, vem comigo e se diverte. Antes de ler, me diz uma coisa. Oque é ser uma puta? Você fodeu uma puta ou você gosta de ser fodida como uma puta? Gosta de ser a vadia imunda, humilhada , usada, abusada bem gostoso? Gosta de ter sua bucetinha bem, bem, escancarada e seu cuzinho  fudido?

Gosta de levar tapinhas na cara e ser chamada de cachorra safada? Se gosta aposto que vai me entender. Aposto que sua calcinha vai fica molhadinha tbm. Kkkk aproveitem!



Me chama Eliza e tenho 22 anos. Amo sexo e sou viciada nisso.

Um dia me deu uma vontade de algo. Uma vontade de sair do normal. Extravasar geral. Ser usada como bem queria e pronto! Queria vira uma puta e iria vira.

Navegando na Internet, achei algo que me chamou muito atenção. Vendo alguns vídeos pornôs, achei um anúncio que falava o seguinte: Putas maravilhosas para ser usadas. Click aqui e se cadastre. Quando assim o fiz, me deparei com mais uma nova surpresa. Havia dois tipos de cadastro. E um deles me matou de tesão na hora! INSCREVA-SE PARA SER UMA PUTA VADIA TBM
Nossa! Isso na hora me deixou bem molhadinha. E visando como eu estava, claro que dei meu número.

Não demorou muito e logo chegou uma msg.

"Olá! Tudo bem? Você se inscreveu para ser uma das putas da minha equipe ?"


"Sim! Eu mesma"   ___ Respondi.


"Usa oque tiver de mais sexy e vem no endereço marcado. Tenho que te usar antes, para aprovar a qualidade pros meus clientes!"

Não demorei nem sequer um minuto e corri pra vestir algo. Uma calcinha fio dental preta. E uma meia arrastão. Com um corpete vermelho. Coloque um salto fino e um roupão por cima. Peguei um táxi e fui até o destino marcado.

Quando cheguei lá,  havia uma chave deixada na portaria para mim. Subir as escadas, o lugar era um lixo. Mais não liguei. Estava desesperada por aquilo. Abri a porta e tinha dois homens negros nus deitado em uma cama simples se masturbando. Por um estantes tiver medo. Mais não voltei a trás.


"VOCÊ é a vadia que esperamos ?"

"Sim! Eu mesma" __ Falei sorrindo ainda tímida.

"Vem sua vadia. Mostra essas suas tetas pra nós dois. Deixa agente ver seu corpo de puta safada"  ___ Um deles falou já se inclinado sobre a cama.


Ainda tímida retirei meus seios para fora e fiquei sacudindo eles. Passei a língua no seio e olhei para eles.


"Isso sua vagabunda. Assim mesmo"

Não demorou muito e os dois homens veio pra cima de mim. Eles estavam alucinados. Muito excitados. Eu me sentir meio incomodada. Mais era aquilo que eu queria.


Um me jogou logo na cama me chamando de vadia gostosa. Arrancando minha calcinha e lambendo o meu cuzinho. Outro foi logo colocando todo o seu pau na minha boca e socando com força apertando os meus seios e batendo vez ou outra no meu rosto.

"Hummm você chupa muito gostoso sua puta"

Eu nada falava. Apenas tentava receber na boca aquele pau grande e Grosso me engasgado toda.

"Se a boca dessa vadia é assim. Imagina esse cuzinho aqui! Será que é gostoso?"

O outro homem que me lambia o cuzinho falava dando tapas fortes em minha bunda e me metendo dois dedos no ânus .

Eu gemia entre o pau na minha boca com os dedos entrando no meu cuzinho apertado.


Aiiiiii que delícia!  Nem acreditava tudo aquilo!


Sem aviso ele tirou o dedo de dentro de mim e meteu no meu cuzinho de uma só vez!

Eu gritei e tentei escapar. Aquele pau todo dentro de mim, era de mais. Eu tentei escapar , mais o da frente me agarrou pelos cabelos e socou seu pau fundo dentro da minha boca.


"Cu de puta nós fode assim!"


Ele me fodia com força . Metia ate as bolas baterem em minha nádega .

Eu levava tapa na cara e tapas na bunda. Era xingada de tudo que era nomes.

Eles estavam loucos de tesão. Desesperados para me foder. E eu tava amando tudo aquilo.

Quando um deles me puxou pelos cabelos e me coloco por cima da pica dele, e o outro continuou metendo atrás. Eu enlouqueci. Eram dois paus grandes e gostosos me fodendo. Os dois me comendo ao mesmo tempo. Eu tava sendo uma puta como eu queria. Aqueles dois desconhecidos ficaram intercalando e trocando entre meu cuzinho,buceta e boca. Eu estava já exausta. Não aguentava mais. Eles me comeram por mais um tempo e então depois me colocaram de joelhos sobre a cama.


"Abre a boca. Pagamento de puta é gozada na cara"

Ouvir aquilo me fez chegar ao orgasmo.


Eles a mastrubaram e gozaram tudo em fortes jatos quentes, bem no meus rosto. Minha boca encheu de porra. E quando pensei em cuspir levei um tapa na cara e mandar a engolir tudinho. Um pouco ainda caiu no chão. E ele pegou meus cabelos e me fez lamber tudo tbm.

Sai dessa entrevista toda fodida. Toda usada. Mas fui aprovada. Hoje tenho um novo emprego ao meu currículo. Sou puta !


Quer me usar? Basta ligar e me procurar.


Putas.com putas onlines para vocês se divertirem!



Lady Lucy's

Querendo ser puta



Se você está lendo esse conto, vem comigo e se diverte. Antes de ler, me diz uma coisa. Oque é ser uma puta? Você fodeu uma puta ou você gosta de ser fodida como uma puta? Gosta de ser a vadia imunda, humilhada , usada, abusada bem gostoso? Gosta de ter sua bucetinha bem, bem, escancarada e seu cuzinho  fudido?

Gosta de levar tapinhas na cara e ser chamada de cachorra safada? Se gosta aposto que vai me entender. Aposto que sua calcinha vai fica molhadinha tbm. Kkkk aproveitem!



Me chama Eliza e tenho 22 anos. Amo sexo e sou viciada nisso.

Um dia me deu uma vontade de algo. Uma vontade de sair do normal. Extravasar geral. Ser usada como bem queria e pronto! Queria vira uma puta e iria vira.

Navegando na Internet, achei algo que me chamou muito atenção. Vendo alguns vídeos pornôs, achei um anúncio que falava o seguinte: Putas maravilhosas para ser usadas. Click aqui e se cadastre. Quando assim o fiz, me deparei com mais uma nova surpresa. Havia dois tipos de cadastro. E um deles me matou de tesão na hora! INSCREVA-SE PARA SER UMA PUTA VADIA TBM
Nossa! Isso na hora me deixou bem molhadinha. E visando como eu estava, claro que dei meu número.

Não demorou muito e logo chegou uma msg.

"Olá! Tudo bem? Você se inscreveu para ser uma das putas da minha equipe ?"


"Sim! Eu mesma"   ___ Respondi.


"Usa oque tiver de mais sexy e vem no endereço marcado. Tenho que te usar antes, para aprovar a qualidade pros meus clientes!"

Não demorei nem sequer um minuto e corri pra vestir algo. Uma calcinha fio dental preta. E uma meia arrastão. Com um corpete vermelho. Coloque um salto fino e um roupão por cima. Peguei um táxi e fui até o destino marcado.

Quando cheguei lá,  havia uma chave deixada na portaria para mim. Subir as escadas, o lugar era um lixo. Mais não liguei. Estava desesperada por aquilo. Abri a porta e tinha dois homens negros nus deitado em uma cama simples se masturbando. Por um estantes tiver medo. Mais não voltei a trás.


"VOCÊ é a vadia que esperamos ?"

"Sim! Eu mesma" __ Falei sorrindo ainda tímida.

"Vem sua vadia. Mostra essas suas tetas pra nós dois. Deixa agente ver seu corpo de puta safada"  ___ Um deles falou já se inclinado sobre a cama.


Ainda tímida retirei meus seios para fora e fiquei sacudindo eles. Passei a língua no seio e olhei para eles.


"Isso sua vagabunda. Assim mesmo"

Não demorou muito e os dois homens veio pra cima de mim. Eles estavam alucinados. Muito excitados. Eu me sentir meio incomodada. Mais era aquilo que eu queria.


Um me jogou logo na cama me chamando de vadia gostosa. Arrancando minha calcinha e lambendo o meu cuzinho. Outro foi logo colocando todo o seu pau na minha boca e socando com força apertando os meus seios e batendo vez ou outra no meu rosto.

"Hummm você chupa muito gostoso sua puta"

Eu nada falava. Apenas tentava receber na boca aquele pau grande e Grosso me engasgado toda.

"Se a boca dessa vadia é assim. Imagina esse cuzinho aqui! Será que é gostoso?"

O outro homem que me lambia o cuzinho falava dando tapas fortes em minha bunda e me metendo dois dedos no ânus .

Eu gemia entre o pau na minha boca com os dedos entrando no meu cuzinho apertado.


Aiiiiii que delícia!  Nem acreditava tudo aquilo!


Sem aviso ele tirou o dedo de dentro de mim e meteu no meu cuzinho de uma só vez!

Eu gritei e tentei escapar. Aquele pau todo dentro de mim, era de mais. Eu tentei escapar , mais o da frente me agarrou pelos cabelos e socou seu pau fundo dentro da minha boca.


"Cu de puta nós fode assim!"


Ele me fodia com força . Metia ate as bolas baterem em minha nádega .

Eu levava tapa na cara e tapas na bunda. Era xingada de tudo que era nomes.

Eles estavam loucos de tesão. Desesperados para me foder. E eu tava amando tudo aquilo.

Quando um deles me puxou pelos cabelos e me coloco por cima da pica dele, e o outro continuou metendo atrás. Eu enlouqueci. Eram dois paus grandes e gostosos me fodendo. Os dois me comendo ao mesmo tempo. Eu tava sendo uma puta como eu queria. Aqueles dois desconhecidos ficaram intercalando e trocando entre meu cuzinho,buceta e boca. Eu estava já exausta. Não aguentava mais. Eles me comeram por mais um tempo e então depois me colocaram de joelhos sobre a cama.


"Abre a boca. Pagamento de puta é gozada na cara"

Ouvir aquilo me fez chegar ao orgasmo.


Eles a mastrubaram e gozaram tudo em fortes jatos quentes, bem no meus rosto. Minha boca encheu de porra. E quando pensei em cuspir levei um tapa na cara e mandar a engolir tudinho. Um pouco ainda caiu no chão. E ele pegou meus cabelos e me fez lamber tudo tbm.

Sai dessa entrevista toda fodida. Toda usada. Mas fui aprovada. Hoje tenho um novo emprego ao meu currículo. Sou puta !


Quer me usar? Basta ligar e me procurar.


Putas.com putas onlines para vocês se divertirem!



Lady Lucy's

Post has shared content

Post has attachment
Sem questionamentos seus lábios tomaram os meus. Sua boca foi dominando a minha de uma forma densa e enlouquecedora. Seu beijo tão gostoso quanto o mel, me fez gemer baixinho entre gemidos abafados. Quando a sua mão segurou firme o meu corpo, e seu corpo se apossou do meu, eu literalmente esmoreci. Meu corpo estava entregue ao dele. Minha alma, o meu desejo, tudo em mim estava. "Você é minha e seu corpo me pertence!" Ele falou ao pé do meu ouvido. Não recusei. Não o questionei. Eu apenas o abracei. Apenas o recebi dentro de mim, ardo e duro...Forte e preciso... Gostoso e cedento. Seu sexo foi fundo dentro de mim. Suas mãos tomaram o meu pescoço me levando a loucura. Eu queria sentir. Queria desesperadamente tê-lo cada vez mais dentro e estar cada vez mais próximo de si. Gozando e me entregando aos seus braços eu me despertei. É foi ai que me dei conta que eu apenas sonhei.


Não vejo a hora de sentir meu corpo se aquecendo em seus braços. Apenas queria que você fosse de verdade!
Photo
Wait while more posts are being loaded