Profile cover photo
Profile photo
Charles Alberto Resende
About
Posts

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
"Como estudioso da psique a partir da psicologia junguiana, formei algumas hipóteses interessantes que conectam a psicologia oriental à ocidental. Entendo que aqueles que praticam a atenção plena (mindfullness) adquirem a capacidade de ficar atentos a tudo o que, potencialmente, faria parte do inconsciente pessoal. Logo, ao invés de sonhar com fatores reprimidos ou que não receberam atenção devida, como ocorre normalmente, o meditante considera atentamente os conteúdos que teria rejeitado ou desprezado. Isso teria o efeito..."
Charles A. Resende
Add a comment...

Post has attachment
Atenção plena (mindfullness), o eu e o inconsciente
     Já há algum tempo passei a praticar o que se popularizou como mindfullness , ou atenção plena, em português. Essa espécie de meditação é milenar, mas só recentemente foi muito mais divulgada, apesar de ser conhecida em nosso meio, em certos círculos, d...
Add a comment...

Post has attachment
SEMANA DA PSICOLOGIA EM PINDA (entrada franca)
EVV - EXERCÍCIO DE VALORIZAÇÃO DA VIDA - Prevenção ao Suicídio na Faculdade Anhanguera de Pindamonhangaba, dia 25 de agosto, às 19h30, por Charles Alberto Resende, CRP 06/99598
INSCRIÇÕES:
https://goo.gl/forms/9EXyzO4xFUCqdp3k1
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Resignificando o jogo Baleia Azul
     "Assim, toda a série de mutilações e cortes no corpo possuem um sentido iniciático. De acordo com Stephenson (2009, p. 57), muitos ritos de passagem, nas culturas antigas, envolviam o derramamento de sangue de alguma maneira. E havia uma dupla razão para isso: os garotos precisavam se acostumar a ver sangue, pois ser homem implicava correr riscos, ser resistente e corajoso, mesmo quando ferido; derramar sangue lembrava o ciclo menstrual da mulher, ligado à conclusão do parto (nascimento). Hoje essas práticas parecem cruéis e arcaicas, mas cumpriam seu objetivo de fazer uma transição relativamente rápida da criança em adulto, e podemos aprender muito do sucesso de sua dinâmica."
Charles A. Resende
Add a comment...

Post has attachment

Post has attachment
"A iniciação tradicionalmente ocupava-se da morte, tanto simbólica quanto literal. Em tempos passados, os iniciados às vezes eram acidentalmente mortos em seu esforço para se tornarem homens. Muitos ritos de passagem tinham potencial para ocorrência de resultados sérios como esse. Nos tempos modernos, certamente não queremos que nossos filhos arrisquem suas vidas, de modo que o foco da iniciação é a morte simbólica, que anuncia o renascimento como algo que está para ocorrer: o menino morre para que o homem possa viver."
Add a comment...

Post has attachment
"Este trabalho investigou a relação das funções intuição e sensação com a dependência química sob o enfoque da Psicologia Analítica. Empregou-se pesquisa bibliográfica e estudo exploratório. A pesquisa foi realizada em uma Casa de Recuperação de Dependentes da cidade de Taubaté e contou com a participação de dezoito internos, nos quais houve a aplicação do Questionário de Avaliação Tipológica – QUATI (Zacharias, 2000). Destes, foram selecionados dois voluntários para entrevista de anamnese que apresentavam as funções investigadas como principal, os quais configuraram os tipos sensitivo e intuitivo, ambos introvertidos. Verificou-se a existência de influência recíproca entre as funções estudadas e a dependência química, assim como de indícios de influência da tipologia psicológica na adaptação e na seleção dos internos à Casa de Recuperação. Os achados deste estudo podem contribuir para com as instituições de recuperação, com as práticas de prevenção, com as intervenções terapêuticas e com os dependentes químicos. Indica-se também a necessidade de novas pesquisas com referência à relação estudada."
Charles A. Resende
Add a comment...

Post has attachment
"Não se aceitar, não se amar, promove uma cisão na personalidade. Se rejeito quem sou, logo existem duas personalidades em mim: quem despreza e quem é desprezado. E geralmente utilizamos de um artifício ainda mais ardiloso para não nos encontrarmos interiormente com aquela "persona non grata", pessoa indesejável. Nos recusamos a percebê-la, a escondemos de nós mesmos, fingimos que nunca a conhecemos."
Charles A. Resende
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded