Profile cover photo
Profile photo
Laura Rouge
116 followers
116 followers
About
Laura's posts

Post has attachment
Ele abriu-lhe os botões do vestido e descobriu-lhe as mamas nuas... tesudas, irresístiveis. Apalpou-as. E eu deliciei-me. Comprimiu-as lateralmente de modo a sentir na boca os dois mamilos ao mesmo tempo. Humm que arrepio. Ocupou-se de uma com a boca enquanto me apertava o mamilo da outra com os dedos... torcendo, puxando... 

Post has attachment
Laura Rouge e Júlia Noir. Mulheres diferentes. A primeira gosta de ser dominada. A segunda gosta de dominar. A primeira é provocadora. A segunda não provoca... ordena. 

Post has attachment
Sentiu-lhe a glande encostar e entrar lentamente, enquanto os dedos lhe estimulavam os clitóris. Ela queria mais. Sentia uma tensão de desejo. Estava tão excitada que queria sentir a dor da penetração. Porque a sentia guiada pelo instinto animal dos cheiros e dos gemidos. Movia as ancas e puxava-o para si.

Post has attachment
E passou a língua... primeiro devagar, aberta. Cuspiu-lhe saliva. Abocanhou-me a vulva. Labeu. Chupou. Exasperou-a entre os movimentos lentos - que a quase fizeram vir - e os rápidos que a faziam ansiar por preenchimento... pelo pau duro que ele masturbava com a sua mão.

Post has attachment
E enquanto me leres... Esquece o pecado e o certo e o errado e o ontem e o amanhã. Esquece quem és, quem sou. Aqui somos prazer - podemos tê-lo, a esta distância. Agora sou tua fantasia. É para ti que escrevo. Sou a tua Laura. A tua Laura Rouge...

Post has attachment
será que a imaginar foder as duas, ao mesmo tempo? - a ideia não me chocava, apesar dela não me atrair - mas já várias vezes a X tinha comentado gostar das minhas mamas... Será que ele estava a fazer comparações?

Post has attachment
Eu sou muito discreta em público, sobretudo por questões profissionais. Há, no entanto, diferentes conceitos de "ser desinibido" - Uma vez perguntaram-me "como é que ficaste tão desinibida?" e eu fiquei a olhar para ele, homem da cidade, 36 anos, vivido... a pensar porque raio de motivo me estaria a perguntar aquilo se tinhamos tido sexo absolutamente banal - quer dizer eu não estava vestida e o quarto tinha alguma luz... Respondi-lhe que não sabia que mulheres ele tinha conhecido para achar que eu era assim (tão) desinibida...

Post has attachment
Louco de tesão, rapidamente lhe arrancou o resto da roupa que ainda tinha vestida, deixando os sapatos de salto alto e as meias de liga. Ele já não se importava de onde estava. Queria foder a mulher que sabia ser o seu território.

Post has attachment
Senti frio e encostei-me ao corpo dele. Ambos nus. Ele virou-se e acolheu-me como valvas de uma concha. Ainda sonolentos, os nossos corpos sentiram o íman do desejo. 

Post has attachment
Subiu-me o vestido. Apalpou-me o rabo. Sentiu o quanto estava húmida... Cheirou-me... O cabelo, a pele, o pescoço. Tirou as minhas cuecas e lambeu-me... Assim. Por trás. Afagando o clitóris com os dedos... hum... eu já estava a escorrer e tinha acabo de chegar...
Wait while more posts are being loaded