Profile cover photo
Profile photo
Luiz Eurico
35 followers
35 followers
About
Luiz Eurico's posts

Post has attachment

Post has attachment
EIRA DE URZES (linossignos em quase-prosa)
Cio da Terra - E. B. Brito Lavra-se u'a idéia,  como a qualquer outra eira,  arando e revolvendo os conceitos, até se obter uma textura granulosa e fértil.  A semeadura dá-se  durante as horas d'ócio,  solitariamente,  quando eclodem  os brotos  iólipos. Es...

Post has attachment
O Jardim (mitopoese)
Ramos - E. B. Brito  Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não estiver ligado à videira. João 15:4 Deus nem faz, Nem realiza. Deus não cria, Apenas É! Deus é uma abundância ôntica que transborda em nascimentos. Pedras, rios, mar e homens, as estrelas ...

Post has attachment
ÁPTERIX
APTERIX - ave imaginária - E. B. Brito      E eu, aqui, in/significante, fresta do acaso, entre voláteis vazadouros, agarro-me ao nexo do estar. Se é alado o céu e a ventania vai aonde quer, por que pousar? Tudo o que é vida passa, tudo é lábil e a flor be...

Post has attachment
TRÍBIO (um olhar intra-histórico)
I Buscando mitologemas,  algum vestígio e sinal, mitemas desse arrabalde  arcaico e cult/rural... Entanto, buscando, nele, o passado que é presente, o outrora/hoje, a intra-história, a sépia que adorna o Agora: ...esse arruado atemporal... II Um objeto mest...

Post has attachment
FLUSS
S. Tiago 4-14 Esse instante, outrora espuma, não-lugar, desterritório. (Esse fruto de estar só...) Coisa  in fieri , esse instante... Quase frol. Nuance . Fiapo de lã, de  luce . Névoa no ar, esfuma-se. Flui-se, esse instante, frui-se. Véu evanescente:  Flu...

Post has attachment
Lirismo e Libertação
Mas o que é mesmo lirismo? Lirismo é uma maneira de ver e acercar-se das coisas, da realidade. Lirismo é pois, perspectiva, interpretação, ambas fundadas na emoção. Mas numa emoção vital, consciente da radical importância da vida na Terra. Vida dos homens, ...

Post has attachment

Post has attachment
Ecos do Eco - lirismo refleximo
Ecos do Eco ou A Borboleta comentário do Carlinhos do Amparo Em seu Pós Escrito ao Nome da Rosa , Umberto Eco, com requintado bom humor, sentencia que o autor deveria morrer ao concluir a sua obra, só para que não pudesse comentá-la, tampouco, interferir na...

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded