Profile cover photo
Profile photo
Luis Leal
25 followers
25 followers
About
Posts

Post has attachment
Senderos da Mão Esquerda
Senderos da Mão Esquerda
senderosdereflexao.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
"Quando, afinal, o tempo vai insensivelmente levando..." - Vitorino Nemésio
Quando, afinal, o tempo vai insensivelmente levando uma geração após outra, quase como grão a grão a areia da ampulheta.    Vitorino Nemésio, in "Raul Brandão Íntimo", p.46
Add a comment...

Post has attachment
Chorava tanto que as suas lágrimas alagavam qualquer obstáculo e se infiltravam em qualquer fissura.
Add a comment...

Post has attachment
Será atrevimento dedicar uma tradução? Talvez. Porém, esta semente também está dedicada a Helena Gomes, em sua memória.
Add a comment...

Post has attachment
"A semente na neve" - Ángel Campos Pámpano (Editora Regional de Extremadura, trad. Luis Leal)
Desde o dia 25 de Novembro, do passado ano, que sabia que a semente já germinara, mas, até hoje à tarde, os meus olhos não a puderam contemplar, nem as minhas mãos a tocar. La semilla en le nieve  de Ángel Campos Pámpano foi traduzida, em 2014, para os conf...
Add a comment...

Post has attachment
Que vontade...
Que vontade de coçar-se têm aqueles dois tomates! "Dois tomates argentinos" (Foto de "Pura Data")
Que vontade...
Que vontade...
senderosdereflexao.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
Um sentimento fugitivo
Um sentimento fugitivo, mas real. A liberdade.  ( Haiku escrito durante a escrita da crónica "Voz")
Add a comment...

Post has attachment
Cosecha (poética) del 18
Cosecha (poética) del 18
mayora.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
Fio de azeite
Fio de azeite
senderosdereflexao.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
Esta foi a minha última publicação do ano nas Redes Sociais (e a minha penúltima crónica na "Mais Alentejo”, onde já podem encontrar “O Processo”). Não sei se “chamo os bois pelos nomes”, nem pretendo apontar o que quer que seja com o dedo. No final deste 2018 redondo, apenas me questiono por que caminho vamos... Que 2019 nos indague menos!
Esta fue mi última publicación del año en las Redes Sociales (y mi penúltima crónica en “Mais Alentejo”, donde ya podéis encontrar “El Proceso”). No sé si “llamo los bueyes por los nombres”, ni pretendo apuntar lo que sea con el dedo. En el final de este 2018 redondo, sólo me cuestiono por qué camino vamos... ¡Qué 2019 nos indague menos!
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded