Profile cover photo
Profile photo
Meiriele T
36 followers
36 followers
About
Meiriele's posts

Post has shared content
GENÊSIS E CIÊNCIA - Irmãs separadas. PART-1.

Eu observei que Muitos afirmam que a ciência desmente o relato bíblico da criação. Mas a verdadeira contradição não está entre a ciência e a Bíblia, mas sim entre a ciência e a opinião de alguns cristãos fundamentalistas. Alguns desses grupos declaram erroneamente que, segundo a Bíblia, toda a criação física foi produzida em seis dias de 24 horas, cerca de 10 mil anos atrás. A Bíblia, porém, não apoia essa conclusão. Até porque se assim o fizesse, Ai sim seria desmentida pela ciência.

Vamos começar pelo:
PRINCÍPIO
O relato de Gênesis começa com esta simples e poderosa declaração: “No princípio Deus criou os céus e a terra.” (Gênesis 1:1) Essa declaração se refere a uma ação à parte dos dias criativos, que são relatados a partir do versículo 3. As implicações disso são profundas. De acordo com as palavras iniciais da Bíblia, o Universo, incluindo nosso planeta Terra, já existia por um tempo indeterminado antes do início dos dias criativos.
Mas, Os geólogos estimam que a Terra já existe há 4 bilhões de anos, e os astrônomos calculam que o Universo pode ter até 15 bilhões de anos. Será que esses cálculos — ou possíveis ajustes futuros a eles — contradizem Gênesis 1:1? Não. A Bíblia não especifica a idade exata ‘dos céus e da Terra’.
RESUMINDO, A ciência não contradiz o texto bíblico. Na verdade, O apoia.

QUANTO TEMPO DUROU A CRIAÇÃO ?
A Bíblia declara que Deus criou “os céus e a Terra”. Essa declaração, apesar de abrangente, não entra em detalhes quanto ao tempo gasto na criação do Universo nem quanto aos métodos usados para formá-lo. E que dizer da bem conhecida crença de que Deus criou o Universo em seis dias de 24 horas? Esse conceito, rejeitado pela maioria dos cientistas, é baseado num entendimento equivocado do relato bíblico. Analise o que a Bíblia realmente diz.

A Bíblia usa com frequência o termo “dia” para indicar diferentes períodos de tempo. Em alguns casos, a duração desses períodos não é especificada. O relato da criação contido no livro bíblico de Gênesis é um desses exemplos.
Pode ser que cada um dos seis dias criativos mencionados no relato bíblico tenha durado milhares de anos. O fato é que a palavra hebraica traduzida “dia” pode significar vários períodos, não apenas um de 24 horas. Por exemplo, quando resumiu a obra criativa de Deus, Moisés referiu-se a todos os seis dias criativos como apenas um dia. (Gênesis 2:4) Além disso, no primeiro dia criativo, “Deus começou a chamar a luz de Dia, mas a escuridão chamou de Noite”. (Gênesis 1:5) Aqui, apenas uma parte do período de 24 horas é definida pelo termo “dia”. Com certeza não há base nas Escrituras para declarar arbitrariamente que cada dia criativo foi de 24 horas.
Antes do início do primeiro dia criativo, Deus já tinha criado o Universo, inclusive um planeta ainda sem vida, a Terra.
Tudo indica que os seis dias criativos foram longos períodos de tempo, durante os quais Jeová Deus preparou a Terra para ser habitada por humanos.
O relato bíblico da criação não contradiz as conclusões dos cientistas quanto à idade do Universo.

Então, qual foi a duração dos dias criativos? A Bíblia não diz; no entanto, a fraseologia de Gênesis, capítulos 1 e 2, indica que estavam envolvidos longos períodos.

6 períodos criativos

Moisés escreveu seu relato em hebraico e fez isso da perspectiva de alguém na Terra. Esses dois fatores, mais o conhecimento de que o Universo já existia antes do começo dos períodos (ou dias) criativos, ajudam a eliminar grande parte da controvérsia sobre o relato da criação.

Um exame do relato de Gênesis revela que os eventos iniciados no decorrer de um “dia” continuaram no dia ou dias seguintes. Por exemplo, antes de começar o primeiro “dia” criativo, a luz do já existente Sol estava, de alguma forma, impedida de alcançar a superfície da Terra, possivelmente por nuvens densas. (Jó 38:9) Durante o primeiro “dia”, essa barreira começou a dissipar-se, permitindo que a luz difusa penetrasse na atmosfera.
¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤
[· Na descrição dos acontecimentos do primeiro “dia”, a palavra hebraica usada para luz é ‘ohr, luz no sentido geral; mas com respeito ao quarto “dia”, a palavra usada é ma·’óhr, que se refere à fonte de luz.
Por exemplo, durante o sexto dia criativo, Deus decretou que os humanos ‘se tornassem muitos, e enchessem a Terra’. (Gênesis 1:28, 31) No entanto, esse evento começou a ocorrer no “dia” seguinte. — Gênesis 2:2.]
¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤

No segundo “dia” pelo visto a atmosfera continuou a clarear, criando um espaço entre as nuvens espessas no céu e o oceano abaixo. No quarto “dia”, a atmosfera já havia gradualmente clareado o suficiente para que o Sol e a Lua ficassem visíveis “na expansão dos céus”. (Gênesis 1:14-16) Em outras palavras, do ponto de vista de uma pessoa na Terra, o Sol e a Lua começaram a ficar visíveis. Esses eventos ocorreram de forma gradual.

O relato de Gênesis diz também que, ao passo que a atmosfera continuava a clarear, criaturas voadoras — incluindo insetos e criaturas com membranas alares — começaram a aparecer no quinto “dia”.

A narrativa da Bíblia deixa margem para a possibilidade de que alguns dos acontecimentos maiores durante cada dia, ou período criativo, ocorreram aos poucos, em vez de instantaneamente, e alguns deles podem ter se estendido até os dias criativos seguintes.

Ao contrário do que afirmam alguns LEIGOS, *Gênesis não indica que o Universo, incluindo a Terra e todos os seres que vivem nela, foi criado num curto período num passado relativamente recente. Em vez disso, aspectos da descrição de Gênesis sobre a criação do Universo e do aparecimento da vida na Terra harmonizam-se com descobertas científicas recentes.

CURIOSIDADE:
Em 1998 o "Jornal da Real Sociedade de Estatística" publicou um estudo intitulado: "Sequencias de Letras Equidistantes do Livro de Gênesis". O trabalho foi feito por judeus da Hebrew University e do Colégio de Tecnologia de Jerusalém. O livro de Gênesis possui 78.064 letras em seu texto original, em hebraico.
Um supercomputador foi usado neste experimento e o resultado a que ele chegou após 3 horas de processamento (o homem levaria 30 anos para chegar no mesmo resultado sem o uso do computador), foi espantoso!
A palavra "TORAH" (LEI, em hebraico) aparece de forma perfeitamente cadenciada a saltos de exatamente 50 letras. Ou seja, após um salto de 49 letras, a 50ª é um "T"; mais um salto de 49 letras, e a 50ª é um "O"; mais 49 letras, e um "R". Até se completar "TORAH". Isso no livro inteiro de Gênesis! Cinquenta é um número muito significativo para os judeus, é o número do Jubileu.
O ano do Jubileu é muito significativo no contexto hebraico. Ano de libertação e restituição (Levítico 25:8-55). Também Jesus faz uma menção subliminar a isso quando diz que veio para anunciar o ano aceitável do Senhor e libertar os cativos e oprimidos. (Lucas 4:18-19).
No segundo livro da Bíblia, Êxodo, o fenômeno se repete. Em Levítico a palavra "DEUS" é que está codificada a cada 8 letras, da mesma forma que no primeiro processo. Lembremo-nos de que o número 8 é um número que representa a oitava aliança que Deus fez com os homens; A aliança de sangue através de seu Filho, Jesus.
Nos livros de Números e Deuteronômio também encontramos a palavra "TORAH", mas no sentido inverso, como num espelho.
Também em Gênesis é encontrado a palavra "YESHUA" a cada 521 letras. O que resulta novamente o número 8 se somarmos 5+2+1=8.
Quem poderia ter feito isso? Só foi possível decifrar o código com o auxílio de supercomputadores e Moisés nem sequer uma calculadora tinha.

Caso VOCÊ tenha lido tudo, Muito Obrigado pela atenção. Na parte 2, Explicarei com base cientifica a possibilidade do relato de Genêsis 2:7,19 estar correto. ATÉ A PRÓXIMA!
Photo

Post has attachment
Photo

Post has attachment

Post has shared content

Post has attachment
Photo

Post has shared content

Post has attachment
Photo

Post has attachment

Post has attachment
"Depois de algum tempo, você aprende a diferença"

Abaixo O Menestrel de William Shakespeare. 

Simplesmente genial!

Post has attachment
"Vem de encontro outra vez"
Photo
Wait while more posts are being loaded