Profile cover photo
Profile photo
Rodrigo Oller
Gosto das pessoas pelo que elas são, indiferente do que elas tem. Gosto do simples fato de ser um ser humano imperfeito.
Gosto das pessoas pelo que elas são, indiferente do que elas tem. Gosto do simples fato de ser um ser humano imperfeito.
About
Rodrigo's posts

Post has attachment
Ela está rasgada. Ela é graciosa. Ela tem 80 anos de idade.
Você pode até não ser fã de academia, mas com certeza vai se sentir inspirado por Ernestine Sheperd, a fisiculturista mais velha do mundo – de acordo com o Guinness Book, o livro dos recordes.

Post has attachment
As pessoas geralmente veem o Natal como uma data de alegria, celebração, pois é justamente nessa época que reencontramos familiares, pessoas muito queridas. Mas existe uma parcela que não enxerga o Natal com o mesmo entusiasmo. Pelo contrário, vê o Natal com tristeza e até como um fardo. Nando Moura nós ajudar a entender essa data, confira no vídeo abaixo.

Post has attachment
Documentário maravilhoso! Eduardo marinho, filosofo contemporâneo, esse cara da de dez a zero em muito professorzinho ai de filosofia tanto em universidade quando em escola, o cara não apenas ensina mas vive sua ”disciplina”

Post has attachment
Entenda as principais diferenças entre tristeza e depressão.                   Hoje em dia, o que mais buscamos é a felicidade, mas não a felicidade temporária e, sim, aquela idealizada, o que não é nada bom. Basta nos sentirmos um pouco mais tristes que já soltamos a frase “estou deprimido”.

Post has attachment
Nesse vídeo o professor Clóvis de Barros Filho fala sobre o Hedonismo Epicurista, uma filosofia do prazer. Fala da fama de Epicuro, chamado de “porco”, enquanto o epicurismo defendia o prazer, mas das coisas simples, dividido 3 tipos:
Prazer natural e necessário
Prazer natural e não necessário
Prazer não natural e não necessário
Além disso o professor Clóvis de Barros Filho comenta a morte dos próprios pais, com destaque para a mãe, que havia falecido há poucos dias antes dessa aula.

Post has attachment

“Fico com pena, levo para casa”. Marcos de Moraes, guarda municipal de 51 anos, observa a multidão na cracolândia durante sua patrulha. “Você aceita ajuda? Eu não estou brincando. Se você confiar em mim, eu posso te tirar das ruas”, disse à BBC Brasil.

Post has attachment
Posso ser bom sem Deus?

Post has attachment
Todos os dias milhares de animais são abandonados por seus donos por serem velhos, por não terem mais espaço em uma casa com bebês, por latirem, por simplesmente existirem e isso não é somente no Brasil.

Post has attachment

A sociedade em que a gente vive, ela é perita em falar pra gente não viver o agora, ficar olhando pro futuro, pra possíveis conquistas.
É fantástico, aponta com clareza a diversidade de ambos os “eus”…Um olhar um pouco mais inconsequente do ser experiêncial e um lado mais sério e consequente do ser projetivo. Assista ao vídeo

Post has attachment
A sociedade em que a gente vive, ela é perita em falar pra gente não viver o agora, ficar olhando pro futuro, pra possíveis conquistas.
É fantástico, aponta com clareza a diversidade de ambos os “eus”…Um olhar um pouco mais inconsequente do ser experiêncial e um lado mais sério e consequente do ser projetivo. Assista ao vídeo
Wait while more posts are being loaded