Profile cover photo
Profile photo
José Quitério
45 followers
45 followers
About
José's posts

Post has attachment
Inquirições Sobre a Pureza do Sangue do Reverendo Francisco Xavier da Veiga
O Boletim de Trabalhos Históricos é uma publicação do
Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, de Guimarães, da qual, entre 1933 e 2003, saíram
do prelo cerca de 50 volumes, agora disponíveis na internet, em formato PDF, no
endereço: http://www.csarmento.uminho.p...

Post has attachment

Post has attachment
**


Post has attachment
As Tapadas
Nas Tapadas, os frades plantaram laranjeiras, dizia a minha
avó. Vistas da Ataíja, eram três longas linhas de pedra, correndo
a serra na horizontal, como traços de giz num quadro negro, servindo de remate
ao olival do Santíssimo, ali, na parte inferior da e...

Post has attachment
Quaresma
No passado sábado, dia 8, também na Ataíja se assinalou
condignamente o tempo Quaresmal que atravessamos, encenando um excerto da vida
de Cristo, mais exactamente o período da Semana Santa que vai do Domingo de
Ramos até ao beijo de Judas e à prisão de Jesu...

Post has attachment
O Poço do Moura
Quando eu era pequeno, no início da segunda metade do século
passado, a casa da ti’ Maria Rosa, no sítio da Pedra Branca, era a última da
Rua dos Arneiros. Depois disso eram, apenas, campos de cultivo, quase todos plantados de
oliveiras e só mesmo na Ataíja...

Post has attachment

Post has attachment
Sopa de abóbora porqueira, com feijão maduro e carnes de porco
Carnes do focinho, faceira,
orelha e chispe de porco Enchidos variados e de boa qualidade:      Chouriço de carne      Farinheira      Morcela de arroz Abóbora porqueira Batata Feijão maduro De véspera, salgam-se as carnes No dia, abre-se uma abóbora porque...

Post has attachment
Marca Corneta
A expressão “és de marca corneta” que se usava na Ataíja de
Cima da minha meninice, é um jogo de palavras que, aproveitando a fama dos instrumentos
de corte (ferramentas manuais de trabalhar madeira, facas, tesouras e navalhas)
da marca Corneta, brinca com ...

Post has attachment
Ir à Praia
Gosto muito de carapaus secos  mas conheço mal a Nazaré. Passei lá férias uma única vez e nestes mais de sessenta
anos que, entretanto, decorreram os dedos de uma mão são, talvez, suficientes
para contar os regressos, sempre de curta duração, meras passagen...
Wait while more posts are being loaded