Profile cover photo
Profile photo
Margarida Almeida
52 followers -
“Follow your inner moonlight; don’t hide the madness.” - Allen Ginsberg
“Follow your inner moonlight; don’t hide the madness.” - Allen Ginsberg

52 followers
About
Margarida's posts

Post has attachment
quando eu morrer
Quando eu morrer Não quero flores, Nem cores tristes. Porque quando eu morrer, Vou continuar aqui E eu não gosto de flores que morrem Nem de cores de solidão. Quando eu morrer Ofereçam-me música, E dancem um bocadinho também. Porque Quando eu morrer Continu...

Post has attachment
esquizofrenia
Escreve. Tu tens de escrever. Não pares de escrever. Esfola-te em amores Que te rasgam o peito E canta para a lua Como se lhe pudesses tocar. Mas nunca deixes de escrever. Vem, Sem medos, E entra nessa insanidade que é sonhar. E sonha para que nunca deixes ...

Post has attachment
silêncio
Ainda hoje falei de ti, E o coração calou-se.

Post has attachment
não te sei escrever
Não te sei escrever E queria tanto. Porque o mundo é mais bonito Quando sorris E eu gostava de te saber Fazer sorrir, Só com palavras. Não te sei escrever. Quando me olhas, O tempo tropeça nos segundos E eu não conheço a pressa. Quando me olhas Tudo é etern...

Post has attachment
amei-te
Amei-te.   Amei-te porque me eras reflexo. Vi nos teus olhos um pouco de mim e quis-me mais do que nunca, como se todas as possibilidades do mundo estivessem cerradas na minha mão. E eu, que não gosto que me toquem nas mãos, quis a minha entrelaçada na tua....

Post has attachment
pormenores
Ele falava-me dos meus muros Para me distrair das suas máscaras Mal ele sabia que os meus lábios Já tinham provado mais mentiras Do que amor.

Post has attachment
volta ao mundo
Sabes, Um dia disseram-me Que partir o coração Era uma óptima maneira De partir para o mundo. Mas eu desconfio que, Por mais voltas que eu lhe desse, Iria dar sempre a ti.

Post has attachment
não me demoro
aborrecem-me as coisas amenas, o meio gás, as chamas que se apagam com o juntar dos dedos. aborrecem-me os travões e as rédeas quando tenho o coração quase a saltar-me da boca em silêncio. aborrecem-me os abraços cheios do vazio das ausências e os beijos de...

Post has attachment
não era nada
Um dia mais sem ti Um dia a menos sem ti Onde estás tu, Tão longe dos meus olhos Tão distante dos meus braços E tão perto, tragicamente perto, Dentro de mim Onde estás tu, Que não me soubeste querer Como quem se quer A quem se ama, Mas que fingiste tão bem ...

Post has attachment
eu ficaria
Eu ficaria. Se pudesse. No teu colo, na tua pele, Em cada suspiro teu. O mundo traiu-nos, meu amor. Porque tu não és mais tu E eu não sou mais eu. Como éramos antes de nos sermos? As tuas mãos. Não lhes esqueço o toque. Porque eu arrepiava-me sempre. Sempre...
Wait while more posts are being loaded